Persevero ou desisto?

Por:Fernanda Pompeu

O criador da badalada e excelente série Breaking Bad, Vince Gilligan, amargou sucessivas recusas antes de emplacar um piloto da série. Nenhuma emissora punha fé na sinopse que contava a história de um professor de química do ensino médio, excelente pai e doce marido, que se transforma num bigprodutor de metanfetamina, entrando de cabeça no sombrio e violento mercado de drogas.

Até que alguém acreditou e Vince Gilligan pôde montar uma equipe de roteiristas classe A, presenteando qualidade aos telespectadores. A saga da recusa sucessiva e da providencial aprovação é narrada no bom livro Homens Difíceis, de Brett Martin, editora Aleph. É fato que a dinâmica de obras incompreendidas ou recusadas é recorrente e portanto bem antiga.

Franz Kafka (1883-1924) permaneceu majoritariamente inédito em vida. Antes de morrer, aos 41 anos, pediu ao amigo Max Brod que, por favor, incinerasse todos os seus manuscritos. Entenda-se toda a sua obra. Para nossa felicidade, Max Brod não acatou a ordem de Kafka. Por conta disso, podemos ler O Processo, A Metamorfose, A Colônia Penal, Carta ao Pai, entre outras maravilhas.

Existiu um momento que tanto Gillian, quanto Kafka, acreditaram que não havia para eles nenhum lugar sobrando no mundo. Puxa, escritores ou não, já vivemos mais de uma vez a incômoda sensação de incompreensão e consequente exclusão. Quantas listas de negativas poderíamos preencher em nossas vidas?

A pergunta é: qual o momento de desistir. Melhorando, quem tem a autoridade de desqualificar um projeto? Antes que um apressadinho responda: “O cliente”, vale lembrar de uma famosa frase, muito citada por Steven Jobs Apple, atribuída a Henry Ford – criador de carros que levam seu nome.

Ford teria dito: “Antes de lançar meu primeiro carro, se eu perguntasse às pessoas o que elas queriam, teriam respondido que desejam um cavalo mais rápido.” Daí concluímos que nem sempre clientes, editores, produtores, CEOs têm razão ao rejeitar uma ideia. O que não quer dizer que eles estejam sempre errados. Às vezes, nossa produção está ruim mesmo.

O x da questão é decidir se o projeto vai para o escurinho da gaveta, ou se seguirá procurando a luz. A arriscada decisão de acelerar ou frear cabe ao criador, ou criadores. Mas pense bem antes de descartar o seu trabalho. Nem todo mundo tem um amigo chamado Max Brod.

Fonte:Yahoo

+ sobre o tema

Salário menor na advocacia é mais frequente entre mulheres e negros

A proporção de advogados na menor faixa salarial da...

Lei que implantou escola cívico-militar em SP fere modelo educacional previsto na Constituição, diz PFDC

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão...

Ação enviada ao STF pede inconstitucionalidade de escolas cívico-militares em SP

Promotores e defensores públicos encaminharam ao Supremo Tribunal Federal...

para lembrar

Serra destaca criação de museus em encontro sobre cultura no Rio

Rio de Janeiro - O candidato à Presidência da...

Nota Pública – Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político

Nota Pública Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do...

Carter diz que recentes críticas a Obama são ‘racistas’

Fonte: G1 - O ex-presidente dos Estados Unidos, Jimmy Carter,...

A falsa ideia da punição como meio hábil de evitar o crime

Após analisar o projeto anticrime apresentado pelo ministro da...

Nova identidade tem CPF como número principal, QR code e abriga dados de outros documentos

O governo federal quer acelerar a corrida para digitalizar a identidade dos brasileiros. A nova CIN (Carteira de Identidade Nacional) representa o fim do RG e da impressão...

ONU pede que Brasil legalize aborto e denuncia ‘fundamentalismo religioso’

Alertando sobre o avanço do que chamou de "fundamentalismo religioso" no Brasil, um dos principais órgãos da ONU que lida com a situação da...

Trump se torna 1º ex-presidente condenado em ação criminal na história dos EUA

Donald Trump se tornou o primeiro ex-presidente considerado culpado pela Justiça em uma ação criminal na história dos Estados Unidos. O veredicto, divulgado nesta quinta-feira (30),...
-+=