Plataforma Freire: Mato Grosso do Sul – Especialização para professores tem inscrições prorrogadas até 8 de fevereiro

Prosseguem abertas até dia 8 de fevereiro as inscrições para cursos de especialização para professores da educação infantil, oferecidos pelo Ministério da Educação (MEC) em parceria com as universidades federais. O período de inscrições terminaria no sábado (30), porém foram prorrogadas pelo MEC, visto que ainda há vagas em todos os estados onde será oferecida a capacitação.

De acordo com o MEC, até o início de janeiro, 206 profissionais haviam efetuado a pré-inscrição em Mato Grosso do Sul. Em todo o Estado estão sendo disponibilizadas 480 vagas para professores de dez cidades, cada cidade disponibiliza de 40 vagas para educadores das redes pública e particular, que se encaixam no programa do governo federal.

Em Mato Grosso do Sul são três universidades oferecendo os cursos: a Federal da Grande Dourados (UFGD) e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) que contará com a parceria da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) para cursos em Campo Grande e Dourados.

A capacitação é gratuita e presencial, oferecida através da Plataforma Freire, com 360 horas e duração de 18 meses. Após esta data, as secretarias de educação têm até 28 de fevereiro para validá-las. Caso haja mais inscrições do que o número de vagas disponíveis, cabe às instituições de ensino superior fazer a seleção dos candidatos. As aulas estão previstas para começar ainda neste semestre.

A oferta de curso de especialização em educação infantil integra a política nacional de formação de profissionais do magistério da educação básica, que o Ministério da Educação desenvolve em parceria com estados, Distrito Federal e municípios.

Conforme o Ministério da Educação, o objetivo do programa é proporcionar uma série de opções de cursos para que os professores se capacitem. Para isso, há cursos na modalidade presencial e a distância, em diversas áreas, como educação em direitos humanos, diversidade, relações étnico-raciais, mediadores de leitura, uso de computador na escola, além de outros cursos em disciplinas básicas como matemática e língua portuguesa.

As inscrições para os cursos de especialização devem ser feitas no site da Plataforma Freire

+ sobre o tema

USP, até quando para tão poucos?

Por: DANTE PEIXOTO, JOANA SALÉM e PAULO TAUYR  ...

Campanha Nacional pelo Direito à Educação – Posicionamento Público

"O direito à educação das crianças é o seu...

Preconceito nos livros

O preconceito é uma característica comum dentro na...

para lembrar

SISU: Matrícula de aprovados na 1ª etapa da seleção do Enem termina sexta

A matrícula dos aprovados na primeira etapa do Sisu...

Mãe de aluna agride professora em escola de SC

Mulher se revoltou por filha ter sido liberada antes...

Greve dos Professores

"Não sou professor do Estado, nunca estudei em escola...

MEC divulga datas para inscrições no Sisu. Veja as datas

O ministério afirma que haverá três chamadas subsequentes após...
spot_imgspot_img

Faculdade de Educação da UFRJ tem primeira mulher negra como diretora

Neste ano, a Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) tem a primeira mulher negra como diretora. A professora Ana...

O que a proibição de livros nos diz sobre o futuro que nos aguarda

Reportagem da Agência Pública mostrou que existe um movimento coordenado para barrar a entrada de determinados livros no sistema prisional de Minas Gerais. Apenas títulos...

Encontro anual do SETA definiu ações e estratégias para uma educação antirracistae emancipatória.

Geledés - Instituto da Mulher Negra participou do planejamento anual Projeto SETA  (Sistema de Educação Por Uma Transformação Antirracista) em Paraty, Rio de Janeiro....
-+=