Prêmio Mulher de Negócios anuncia vencedoras na Bahia

Salvador – Era quase 21h quando o superintendente do Sebrae na Bahia, Edival Passos, anunciou a vencedora da categoria Negócios Coletivos do Prêmio Mulher de Negócios. Verônica Lemos, presidente da Cultuarte (Cooperativa de Cultura e Arte), sediada no Pelourinho, na capital baiana, subiu ao palco e, emocionada, dedicou a vitória às artesãs que compõem o grupo. O prêmio foi entregue na noite desta segunda-feira (5), no hotel Golden Tulip, em Salvador.

Verônica teve muitos motivos para comemorar a conquista. Em 2007, um incêndio criminoso quase pôs fim ao sonho das cooperadas, que desenvolvem peças de artesanato com foco na cultura afrodescendente. Os produtos e a loja, recém-inaugurada, estavam completamente destruídos. Mesmo com as adversidades, as artesãs não desistiram e, em seis meses, conseguiram reerguer o espaço. “O prêmio é um reconhecimento da nossa luta. Foram muitos altos e baixos, mas, no final, sempre temos a recompensa”, afirmou.

Na categoria Pequenos Negócios, quem levou o troféu foi a empresária Renata Chequer, proprietária do restaurante La Forneria, de Vitória da Conquista. Ela recebeu o prêmio das mãos do diretor-técnico do Sebrae na Bahia, Lauro Ramos. Renata destacou que a iniciativa é uma maneira de fomentar o empreendedorismo feminino no estado. “Queremos mostrar que é possível vencer, apesar das dificuldades”, ressaltou.

Renata e Verônica vão representar a Bahia na etapa nacional do prêmio, cujas vencedoras serão anunciadas em 8 de março, no Dia Internacional da Mulher. Na etapa nacional, dez mulheres serão premiadas com troféu de bronze, oito com troféu de prata e duas, uma em cada categoria, serão reconhecidas como as vencedoras do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. A dupla ganhará uma viagem ao exterior para conhecer centros de referência em empreendedorismo.

Nesta edição, consultores do Sebrae realizaram um diagnóstico das empresas inscritas. A novidade, de acordo com Mariza Xavier, gestora do prêmio na Bahia, possibilitou que as empresárias conhecessem os pontos fortes e fracos da gestão. “A partir dessa consultoria, a empreendedora pode buscar a orientação do Sebrae para aprimorar o negócio”, explica.

Maria da Paixão não chegou a ficar entre as finalistas, mas considerou importante participar no prêmio. “A consultoria nos ajudou a observar o que tínhamos que aperfeiçoar na empresa e o que precisamos implantar para crescer”, afirmou Maria, proprietária, há 30 anos, de um salão de beleza em Feira de Santana.

Meta

Edival Passos ressaltou o bom desempenho das empreendedoras baianas no prêmio. Segundo ele, o estado estipulou uma meta de 134 inscrições para 2011. Mas, no final, 372 mulheres se candidataram, superando em 177,61% a previsão inicial. “Isso mostra a importância do prêmio na vida das empreendedoras baianas, ao mesmo tempo em que coloca em evidência o crescimento das mulheres no mercado que antes era dominado por homens”, declarou Edival.

Ele apresentou números que comprovam a participação efetiva da mulher no mundo dos negócios. “Hoje, quase 50% dos negócios abertos no Brasil por pessoas entre 18 e 64 anos são comandados por mulheres”, revelou. Para Edival, isso mostra que as mulheres estão conquistando o seu espaço, cada vez mais, no mundo dos negócios.

O Prêmio Mulher de Negócios é uma iniciativa do Sebrae, em parceria com a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres e Federação das Associações das Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil (BPW), com apoio técnico da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

Serviço:

Agência Sebrae de Notícias Bahia: (71) 3444-6808 / 3320-4558 / 9122-1612 / 9174-9142

Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

www.ba.agenciasebrae.com.br

www.twitter.com/sebraebahia

www.facebook.com/sebraebahia

 

Fonte: Tosabendo

+ sobre o tema

A ilusão de que ser homem bastaria

Esta semana começou com uma felicidade. No dia 26...

Assédio não é elogio à beleza feminina

Não é raro me deparar com meninas que, para...

Mulheres latinas já têm encontro marcado para agosto de 2013

No marco do Bicentenário da Independência da América Latina,...

Participação das mulheres no mercado de trabalho é a menor em 30 anos, diz Ipea

O desemprego na pandemia atingiu com mais força as...

para lembrar

Bruno é condenado a 22 anos e 3 meses de prisão. Dayanne é absolvida

Bruno foi condenado a 17 anos em seis meses...

Mulheres, segundo Graciliano Ramos

No dia 20 de maio de 1933, Graciliano Ramos,...

Michele Crispim é a grande vencedora do ‘MasterChef Brasil 2017’

De um lado, a carioca radicada em São Paulo,...
spot_imgspot_img

IBGE: mulheres assalariadas recebem 17% menos que os homens

Dados divulgados nesta quinta-feira (20/06) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que a disparidade salarial entre os gêneros no Brasil se mantém em...

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...
-+=