terça-feira, dezembro 6, 2022

Racismo contra Nat King Cole

Vizinhos brancos perseguiram o cantor e sua família quando se mudaram para LA

Nat King Cole, primeiro astro negro da música nos Estados Unidos, sofreu uma campanha de insultos racistas nas mãos de seus vizinhos brancos de Hollywood, segundo revela um documentário da BBC. O cantor foi alvo de meses de protestos contra sua família quando eles se mudaram para a área exclusiva de Hancock Park em Los Angeles. A maldade culminou com o envenenamento de seu cão e a destruição de seu gramado, onde escreveram a palavra “negroi”.

nat king cole

Cole tornou-se o primeiro negro a viver na vizinhança que tinha nomes como Howard Hughes, Katherine Hepburn e Mae West. A chegada dele com a família em 1948, provocou protestos não dos artistas mas de outros moradores – começando com uma batalha legal pela Hancock Park Property Owners Association para tentar impedi-lo de comprar a casa.

Os esforços da associação falharam e Cole continuou com a compra. O grupo tentou então comprar a casa dele. O jornal The Independent relata que a assossiação de moradores alegou que a comunidade era apenas para brancos e não para «qualquer pessoa cujo sangue não era o da raça caucasiana” – com exceção dos funcionários. No entanto, no mesmo ano em que Cole e sua família se mudaram para Hancock Park a Suprema Corte dos EUA proibiu cláusulas racistas de qualquer espécie que discrminassem os moradores.

Nat King Cole: Afraid of the Dark, dirigido e produzido por Jon Brewer, detalha sua vida através de uma série de entrevistas e de seus diários particulares, até sua morte por câncer de pulmão, em fevereiro de 1965. A sinopse do filme documentário diz : “Imagine o que foi para Nat King Cole ser o único astro negro de em Hollywood no momento em que a Klu Klux Klan agia com violência contra pessoas negras, quando a América gemia sob o peso da segregação e do preconceito”.  Vale recordar a viz inconfundível de Nat Kin g Cole, na maravilhosa canção Love Letters.

YouTube video

YouTube video

Fonte: Olhar News 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench