Registro sobre o falecimento José Alves Bittencourt – LUA

Senhor Presidente,

Senhoras e Senhores Senadores.

É com tristeza que informo o falecimento de José Alves Bittencourt (Lua), ocorrido nesta madrugada, no Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre (RS), aos 67 anos, vítima de complicações cardíacas.

O companheiro Lua foi um militante social que lutava diariamente contra todas as formas de racismo e discriminação.

Nos anos 70 foi um dos fundadores do Movimento Negro Unificado e, depois, no inicio dos anos 80 ajudou a fundar e organizar o Partido dos Trabalhadores.

No seu currículo constavam atuações na coordenadoria do núcleo negro do PT gaúcho, na assessoria de políticas publicas para o negro da Frente Popular.

Lua idealizou e coordenou a Entidade Angola Janga, o Museu do Percurso de Porto Alegre e o Centro de Referência Afro Brasileiro.

Atualmente ele era um dos integrantes do Conen – Coordenação Nacional de Entidades Negras.

Fica aqui a minha saudação especial a José Alves Bittencourt, o Lua,  extensiva aos seus familiares e a todos os gaúchos e brasileiros que se identificam com as causas sociais.

Peço, respeitosamente, senhor Presidente, que esta casa emita voto de pesar pelo falecimento de tão importante brasileiro.

Era o que tinha a dizer,

Sala das Sessões, 10 de novembro de 2009.

 

Senador Paulo Paim – PT/RS.