Remédios contra Aids prolongam vida, mas ainda causam graves efeitos colaterais

Dificuldade de viver com a doença é ignorada pela geração que não viu a doença matar

A popularização da camisinha e o acesso aos coquetéis antirretrovirais (remédios que têm a função de impedir a multiplicação do vírus HIV no organismo) deram uma face mais amena à Aids para as novas gerações. Tanta facilidade, no entanto, abriu caminhos para a falta de prevenção e de consciência de que a doença ainda mata e cria limitações físicas e sociais. Esse comportamento é reflexo do aumento de casos de Aids entre os adolescentes brasileiros.

Segundo pesquisa do Ministério da Saúde, que será publicada nesta quarta-feira (1º), Dia Mundial de Luta Contra a Aids, o número de municípios com casos da doença entre jovens de 13 a 19 anos aumentou de 155 para 237 entre 1991 e 2009.

Isso acontece porque essa população não vê mais portadores do HIV à beira da morte como antigamente e não identificam a doença como algo que deve ser evitado a qualquer custo, explica o infectologista Ronaldo Halal, assessor técnico do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde.

– Pessoas continuam morrendo de Aids, inclusive no Brasil. E uma das situações que levam a isso é o diagnóstico tardio.

Segundo dados do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais, os casos de morte vinculada à Aids cresceram nos últimos três anos no Brasil, onde11.523 pessoas morreram em 2008, contra 11.372 em 2007 e 11.046, em 2006.

 

Fonte: R7

+ sobre o tema

Ovários Policísticos: informação para combater medicalização!

Eu: “como posso te ajudar?” Mulher: “bom, eu tenho ovários...

Edgar Morin: “Se Você Viver Poeticamente Encontrará Felicidade”

Pai da teoria da complexidade, Edgar Morin defende a...

A Saúde da Mulher na Maturidade

Menopausa, dúvidas e tratamentos adequados Do SEGS Muito se tem falado...

para lembrar

Projeto de assistência psicológica a mulheres negras pede doações

A Associação de Mulheres de Ação e Reação (A.M.A.R)...

Estudo comprova que sentir-se só pode ser tão mortal quanto fumar

Praticamente todo mundo irá concordar que fumar é prejudicial...

Grupo de advogados repudia esterilização de mulher pobre em São Paulo

Uma mulher em situação de rua levada por meio...
spot_imgspot_img

Saúde: 307 crianças ianomâmis desnutridas foram resgatadas em 2023

Ao longo do ano de 2023, 307 crianças ianomâmis diagnosticadas com desnutrição grave ou moderada foram resgatadas e recuperadas, segundo o Ministério da Saúde. Há quase...

Anvisa cancela registro de mais de 1,2 mil pomadas de modelar cabelos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) cancelou nesta sexta-feira (29) os registros de 1.266 pomadas sem enxágue, ceras e sprays para modelar, trançar ou...

É a pré-campanha eleitoral

A compulsão eleitoral moveu o prefeito do Rio de Janeiro a tornar pública, em rede social, o plano de internar compulsoriamente “usuários de drogas”...
-+=