Rio teve 139 vítimas de bala perdida em 2010

Do total, 15 pessoas morreram; número é o mais baixo desde 2007


O Instituto de Segurança Pública divulgou nesta segunda-feira (4) um relatório sobre os casos de bala perdida ocorridos entre janeiro e dezembro de 2010. De acordo com o levantamento, 139 pessoas foram vítimas de balas perdidas em 2010, dos quais 15 morreram e 124 ficaram feridos.

O número é considerado o mais baixo desde 2007, quando as balas perdidas fizeram 279 vítimas. Cabe ressaltar que os dados divulgados pelo ISP costumam estar abaixo do número de casos real, já que são considerados oficialmente como balas perdidas os casos em que o termo consta em registro de ocorrência, o que algumas vezes não acontece.

A área com maior incidência de vítimas de balas perdidas em 2010 foi a capital fluminense, com 97 vítimas, ou seja, 69,8% do total das vítimas de balas perdidas. A maior parte dos registros indicou que as vítimas eram do sexo masculino, e foram atingidas em via pública. O ano passado foi o que apresentou a menor incidência de vítimas não fatais, 124 vítimas, se compararmos com os últimos três anos.

Com base ainda nos dados georreferenciados em 2010, seis regiões reuniram mais de 60% das vítimas no Estado. Em ordem decrescente em termos de vítimas foram elas: área do Batalhão do Méier (3º BPM), do Batalhão de Rocha Miranda (9º BPM), do Batalhão de Duque de Caxias (15º BPM), do Batalhão de Olaria (16º BPM), do Batalhão do Estácio (1º BPM) e do Batalhão da Maré (22º BPM).

Em relação ao período de janeiro a dezembro de 2009, foi observada uma redução de 28%. Os números de 2009 foram os seguintes: 193 pessoas vítimas de balas perdidas entre janeiro e dezembro, sendo oito fatais e 185 não fatais

 

 

Fonte: R7

+ sobre o tema

Pesquisa traz retrato do machismo no jornalismo brasileiro

O Sindicato dos Jornalistas de São Paulo divulga pesquisa...

SP inicia campanha de vacinação contra paralisia infantil na segunda

A partir da próxima segunda-feira (27) crianças até cinco...

A milenar arte de educar dos povos indígenas

Por: Daniel Munduruku Educar é dar sentido. É dar sentido...

Anencefalia: com placar de 5 a 1, STF retoma hoje julgamento

Brasília – Com placar de 5 a 1 a...

para lembrar

Movimentos lamentam a morte de Dom Tomás Balduino

Fundador da CPT e do CIMI, o bispo da...

Camila Pitanga, Dira Paes, Paulo Betti e Marcos Winter apoiam a PEC do Trabalho Escravo

Marco Maia (PT/RS), e Domingos Dutra (PT/MA), confirmaram que...

“Seminário Direitos Humanos e Democracia”

No momento em que está para ser confirmado um...

Informe preliminar revela casos de intolerância religiosa

O documento foi lançado na Marcha Nacional pela Liberdade...
spot_imgspot_img

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...

Nota pública do CONANDA contrária ao Projeto de Lei 1904/2024

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA, instância máxima de formulação, deliberação e controle das polícas públicas para a...

Marcelo Paixão, economista e painelista de Geledés, é entrevistado pelo Valor

Nesta segunda-feira, 10, o jornal Valor Econômico, em seu caderno especial G-20, publicou entrevista com Marcelo Paixão, economista e professor doutor da Universidade do...
-+=