Samsung pede desculpas a funcionários com câncer e promete indenização

Pela primeira vez em sete anos, a sul-coreana Samsung Electronics admitiu que as mortes por câncer de trabalhadores de sua unidade de fabricação de chips têm relação com a exposição a produtos químicos da linha de produção. O vice-presidente Kwon Oh- hyun pediu desculpas nesta quarta-feira aos funcionários que sofrem de leucemia e outros cânceres e prometeu pagar uma indenização aos empregados e suas famílias.

As declarações foram feitas um mês após um deputado da oposição, Sim Sang-jeung, pedir que o governo e a empresa se desculpassem com os 243 trabalhadores da fábrica de semicondutores que desenvolveram tipos raros de câncer ou com as famílias dos que já morreram. A resolução proposta por Sim em 14 de abril mostrou que 114 deles eram funcionários da Samsung.

Nos últimos anos, a Samsung ignorou todas as reivindicações de pedidos de desculpas e brigou na Justiça contra os pedidos de indenização. Kwon garantiu que a Samsung no voltará a se envolver em processos judiciais.

As primeiras denúncias aconteceram em 2007, com a morte de Yu-mi Hwang, um trabalhador da fábrica de chips da Samsung, com leucemia, aos 22 anos. As campanhas pediam que a empresa assumisse a responsabilidade pelos perigos da fabricação de semicondutores, compensasse os prejudicados e evitasse novos doentes transformando as linhas de produção em um modelo livre de produtos tóxicos.

A história de Yu-mi e a batalha nos tribunais travada por seu pai virou filme financiado por doações e trouxe mais atrenção ao caso e às mortes entre funcionários da Samsung.

Analistas afirmam que a controvérsia é um dos pontos de preocupação de Lee Kun-hee, 72 anos, presidente da empresa e está internado, no processo de sucessão no comando da empresa para seu filho, Lee Jae Yong.

 

 

Fonte: Bocão News

 

+ sobre o tema

Entidades de segurança pública e direitos humanos dizem que novo edital precariza programa de câmeras da PM em SP

Entidades da sociedade civil ligadas à segurança pública manifestaram...

Convenção da extrema direita espanhola é alerta para o Brasil

"Manter o ideal racial de um continente branco de...

Aprovado no Senado, PL dos planos de adaptação esboça reação a boiadas do Congresso

O plenário do Senado Federal aprovou nesta terça-feira (15/05)...

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

para lembrar

Passe Livre volta às ruas em 14 de agosto contra propinoduto do tucanato

MPL calcula que passagem custaria R$ 0,90 se dinheiro...

Embaixadora americana na ONU chega ao Brasil; guerra da Ucrânia deve ser abordada

A embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações...

Reeleito, Jaques Wagner consolida força do PT na Bahia

Por: Lucas Esteves Governador supera as expectativas e chega...

Em rede nacional, Lula dá os parabéns à ‘companheira Dilma’

Presidente afirmou também que é importante que ‘governo e...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do Estado emerge da catástrofe. A pandemia de Covid-19 deveria ter sido suficiente para demonstrar que...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um alerta sobre o impacto econômico e social das mudanças climáticas que atinge todo o mundo....

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2024, ano-base 2023, termina em 31 de maio. Até as 17 horas do dia 30 de...
-+=