São Paulo marca ‘beijaço de repúdio’ contra Marco Feliciano

Acusado de homofobia e racismo, deputado é alvo de protestos desde que assumiu a presidência da Comissão de Direitos Humanos

Os protestos contra a escolha do deputado pastor Marco Feliciano (PSC-SP) para a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara continuam. Para o próximo sábado, 23, os manifestantes planejam fazer um “beijaço de repúdio” contra Feliciano em São Paulo, na esquina da Avenida Paulista com a Consolação.

Acusado de fazer comentários racistas e homofóbicos, o deputado vem sendo alvo de manifestações desde que o seu nome foi indicado pelo PSC para ocupar o cargo. Ele tomou posse no último dia 7.

O evento, marcado para as 17h, está sendo convocado pelo Facebook e diz ter como objetivo “combater o ódio com o amor”. Os organizadores do ato convidam pessoas hetero e homossexuais a darem um beijo para protestar contra a permanência de Feliciano à frente da comissão.

“Somos um coletivo de liberdade e diversidade, então que venham heteros, gays, lésbicas, trans, afrodescendentes, portadores de deficiência, seguidores de religiões menos favorecidas, feministas… Que venham todos aqueles prezam por um Brasil melhor, mais democrático e livre para todos nós seres humanos”, diz a organização do evento.

Fonte: iG 

+ sobre o tema

Das 163 recomendações feitas pela ONU, Brasil cumpriu apenas uma

O Brasil cumpriu apenas uma das 163 recomendações formuladas...

Mais um líder guajajara é morto em terra indígena no Maranhão

O governo do Estado do Maranhão confirmou nesta terça-feira...

Os povos indígenas no Canadá lutam com ‘perda inimaginável’.

Tradução: Sara Wagner YorkRestos de 215 crianças indígenas foram...

para lembrar

spot_imgspot_img

Conselho de direitos humanos aciona ONU por aumento de movimentos neonazistas no Brasil

O Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH), órgão vinculado ao Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, acionou a ONU (Organização das Nações Unidas) para fazer um alerta...

Ministério lança edital para fortalecer casas de acolhimento LGBTQIA+

Edital lançado dia 18 de março pretende fortalecer as casas de acolhimento para pessoas LGBTQIA+ da sociedade civil. O processo seletivo, que segue até...

PM matou 94% a mais na Baixada Santista; ‘Tô nem aí’, diz Tarcísio

"Sinceramente, nós temos muita tranquilidade com o que está sendo feito. E aí o pessoal pode ir na ONU, pode ir na Liga da...
-+=