Seminário na Polícia Militar discute racismo, violência e intolerância religiosa = Aracaju

O I seminário em defesa da vida: “contra o racismo, intolerância religiosa e a violência policial” promovido pela PMSE, em parceria com grupos religiosos procura dar uma outra visão para a coporação

Como forma de interagir com os diversos grupos religiosos teve início na manhã desta terça-feira, 10, o I Seminário em Defesa da Vida: “Contra o racismo, intolerância religiosa e a violência policial” promovido pela PMSE, Sociedade Omolàiyé e Ilê Axé Abaçá Bagan Iyangangá. O evento que acontece entre 10 e 13 de agosto no auditório do Quartel Central Geral (QCG) no Centro tem o objetivo de estabelecer um contato mais próximo entre a Polícia Militar e os diversos segmentos religiosos existentes.

De acordo com o coronel Ornellas, da PM, esse seminário vem quebrar um paradigma para a força policial. “Para nós é extremamente importante, pois para a Polícia Militar vai ser um marco histórico de mudanças. Mostra a importância da cultura negra e mostra como e quem a polícia deve proteger de forma geral, que é a população sem nenhuma distinção” fala.

O Seminário procura discutir temas sobre a segurança pública, as relações raciais e a intolerância religiosa, focando os problemas da discriminação, do preconceito e dos estereótipos existentes, propondo um debate em prol do respeito às diferenças, independente da etnia ou fé professada e voltado para a adoção de uma postura a favor da vida, contra a violência, na construção de uma cultura de paz.

grande-seminario_PM_10082010_03

Segundo a representante do terreiro Ilê Axé Abaçá Bagan Iyangangá, Jane Lúcia Iyalorixá, as religiões de matriz africana ainda são muito discriminadas no Brasil. “Existe um preconceito em relação às religiões de cunho africano, pois relacionam à macumba, mas esperamos que esse seminário contribua para a diversidade religiosa porque nosso objetivo principal é a paz”, afirma.

Fonte: Infonet 

+ sobre o tema

Geisy na folia

Com a palavra, o apresentador do "Fantástico": "A polêmica...

Munduruku na ABL: a saga do neto do Apolinário

“E mesmo que toda a gente / fique rindo,...

Fiocruz abre inscrições para 600 vagas em curso gratuito de especialização a distância

As inscrições foram prorrogadas e podem ser realizadas até...

para lembrar

Natura estende benefício de berçário para os pais colaboradores

Decisão de ampliar o uso do espaço dentro da...

Ativistas prometem vir à “faixa de gaza indígena” nesta segunda

Com o slogan "Não morreremos educadamente!", ativistas sairão de...

Vacina contra ebola tem êxito em teste e pode acabar com surto, diz OMS

O mundo está pela primeira vez prestes a ser...

Minha mãe morreu de aborto. Eu tinha 3 anos e ela 21.

Recebemos o relato de Magnólia sobre sua experiência pessoal....
spot_imgspot_img

Marcelo Paixão, economista e painelista de Geledés, é entrevistado pelo Valor

Nesta segunda-feira, 10, o jornal Valor Econômico, em seu caderno especial G-20, publicou entrevista com Marcelo Paixão, economista e professor doutor da Universidade do...

Impacto do clima nas religiões de matriz africana é tema de evento de Geledés em Bonn  

Um importante debate foi instaurado no evento “Comunidades afrodescendentes: caminhos possíveis para enfrentar a crise climática”, promovido por Geledés -Instituto da Mulher Negra em...

Comissão da Saúde aprova PL de garantia de direitos à pacientes falciformes

A Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (5), o Projeto de Lei nº 1.301/2023, que reconhece a doença falciforme como...
-+=