Sim, pastor Malafaia, a homofobia pode ser comparada ao racismo

O pastor Silas Malafaia tocou nesta quarta-feira em um dos pontos fundamentais da discussão sobre a homofobia. Em seu protesto contra o casamento gay e contra a criminalização da homofobia, disse que a ação era equivocadamente comparada ao racismo.

“Tentam comparar com racismo, mas raça é condição, não se pede para ser negro, moreno ou branco. Homossexualidade é comportamento. Ninguém nasce homossexual”, disse Malafaia, que foi acompanhado por milhares de pessoas ao protesto.

O pastor pode estar redondamente enganado. A ciência não chegou a nenhuma conclusão ainda, mas há indícios importantes de que a homossexualidade é, sim, algo que faz parte da pessoa. Pode inclusive ter origens genéticas, assim como a “raça” (embora, claro, seres humanos não tenham raças, já que não são gado, mas apenas etnias, pastor…)

Há, por exemplo, uma pesquisa que indicou que a homossexualidade pode estar ligada ao trehco chamado de “q28” do cromossomo X. Ou seja: se for assim, ninguém “escolhe” ser homossexual. A pessoa apenas “se descobre” homossexual.

E, nesse caso, a coisa toda fica muito parecida com o racismo. Criticar alguém por ser gay se parece muito com criticar alguém por ser negro.

O que se escolhe, na verdade, é ser homófobo.

 

 

Fonte: Gazeta do Povo

+ sobre o tema

EUA aprovam produção de 1ª pílula para prevenir transmissão do HIV

Truvada, do laboratório Gilead Sciences, foi autorizado por agência...

Livro sobre espetáculo Cabaré da Raça é lançado

Cartão de visita da companhia negra de maior...

Livro infantil apresenta a história dos afrodescendentes em Salto

Obra é de autoria da escritora Katia Auvray. ...

para lembrar

Por que parar na questão de gênero? Vamos trocar a Constituição pela bíblia

Por conta da pressão da Frente Parlamentar Evangélica junto...

Programa Justiça Sem Muros do ITTC lança campanha sobre visibilidade ao encarceramento feminino

Inspirado na arte de Laura Guimarães, o programa Justiça Sem...

Homens que cuidam

João está deprimido. Fez uma consulta com um psiquiatra...

Estudantes do Rio combatem machismo e racismo com projeto transformador

Com o título Solta esse Black, alunas da Escola Municipal...
spot_imgspot_img

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...

Ministério da Gestão lança Observatório sobre servidores federais

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) lança oficialmente. nesta terça-feira (28/3) o Observatório de Pessoal, um portal de pesquisa de...
-+=