sexta-feira, agosto 14, 2020

    Tag: ditadura midiática

    blank

    O Relatório da Comissão da Verdade e a batalha das memórias

    Dia 10 de dezembro de 2014 é a data na qual pela primeira vez o Estado brasileiro corrobora um documento, ainda que tímido, com um quadro mais consistente das várias e graves violações de direitos humanos ocorridas durante a ditadura militar. Neste dia ocorreu a divulgação do Relatório da Comissão Nacional da Verdade (CNV). Foi preciso transcorrer três décadas entre o fim da ditadura e o Relatório para que as instituições do Estado de Direito fizessem o reconhecimento daqueles eventos históricos de violência do Estado. Com todas as suas dificuldades de trabalho e sofrendo de limitações institucionais congênitas e de sabotagem por parte das Forças Armadas e de outros setores do Estado, a CNV fez parte de um processo de lutas mais amplo do choque entre memórias antagônicas que se relacionam diretamente com a política do presente e da democracia. Por Edson Teles do Blog da Boitempo   Após estas décadas de retorno ...

    Leia mais
    blank

    A genealogia de Foucault e o jornalismo

    Dono de uma obra desconfortável e instigante, Michel Foucault (1926-1984) teorizou a partir de temas outrora ignorados pela academia, como sexo, loucura e prisões. Seus trabalhos sempre discutiram o poder, que considerava intimamente ligado ao saber. “Todo mundo sabe alguma coisa e todo mundo tem algum poder. Mas se você sabe mais, tem mais poder.” O pensador francês, considerado um dos mais notórios da modernidade, dizia que a ciência “não deve hierarquizar os saberes”. E defendia um método de investigação, o genealógico, que levava em conta os “saberes eruditos” e os “saberes populares”. Por Jeferson Bertolini no Observatório da Imprensa No caso do jornalismo, seria um método de apuração que considerasse a fonte oficial sem ignorar a fonte comum, aquela sem sobrenome corporativo, cadeira reclinável e sala refrigerada. Em teoria é isso que se prega. Mas a prática talvez se mostre diferente. Afinal, a fonte erudita costuma estar do outro lado da ...

    Leia mais
    "Substituíram a ditadura militar pela ditadura midiática”

    “Substituíram a ditadura militar pela ditadura midiática”

    "Substituíram a ditadura militar pela ditadura midiática, a dominação pelo consenso", disse o jornalista e escritor Bernardo Kucinsky, na segunda mesa da Feira Literária Internacional de Paraty neste sábado; irmã e o cunhado de Kucinsky foram presos e mortos pela ditadura e seus corpos continuam desaparecidos; segundo ele, a Comissão Nacional da Verdade não terá resultados concretos, pois os poderosos que apoiaram o Golpe de 64 continuam no poder Flávia Villela  "Substituíram a ditadura militar pela ditadura midiática, a dominação pelo consenso", disse hoje o jornalista e escritor Bernardo Kucinsky, sob aplausos da plateia que participou da segunda mesa da Feira Literária Internacional de Paraty (Flip) neste sábado (2). A irmã e o cunhado de Kucinsky foram presos e mortos pela ditadura e seus corpos continuam desaparecidos. Segundo ele, a Comissão Nacional da Verdade não terá resultados concretos, pois os poderosos que apoiaram o Golpe de 64 continuam no poder. ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist