Tag: nigerianos

    Mulher nigeriana se prepara para embarcar para a Nigéria após ataques xenofóbicos na África do Sul Imagem: Reuters

    Nigerianos que fogem da violência na África do Sul começam a deixar o país

    O primeiro dos voos programados para repatriar os 640 nigerianos residentes na África do Sul que pediram para deixar o país querendo fugir dos ataques xenofóbicos ocorridos nos últimos dias, decolou hoje de Johanesburgo com destino a Lagos, na Nigéria No UOL Mulher nigeriana se prepara para embarcar para a Nigéria após ataques xenofóbicos na África do SulImagem: Reuters Este primeiro avião, que deixou o Aeroporto Internacional Oliver Tambo com várias horas de atraso devido a problemas com a documentação de alguns dos passageiros, decolou com 317 pessoas, confirmou o ministro das Relações Exteriores nigeriano, Geoffrey Onyeama, em sua conta do Twitter. As operações de repatriamento continuarão nos próximos dias, até a saída dos 640 imigrantes nigerianos que tenham informado ao consulado de seu país suas intenções de deixar a África do Sul. Os voos são gratuitos graças a uma iniciativa da empresa privada nigeriana Air ...

    Leia mais
    blank

    Nova geração de autores nigerianos narra conflitos do país e visão distorcida do Ocidente sobre a África

    Escritores como Teju Cole, Chimamanda Ngozi Adichie e Rotimi Babatunde ganham espaço no cenário internacional POR GUILHERME FREITAS, ENVIADO ESPECIAL, do O Globo  LAGOS (NIGÉRIA) - Localizado no centro de Lagos, na sede restaurada de uma prisão colonial, o Freedom Park é um refúgio verde no coração da maior megalópole africana, onde vivem mais de 20 milhões de pessoas. Num fim de semana de novembro, o parque abrigou a 16ª edição do Lagos Book & Arts Festival (Labaf), que homenageou os 80 anos do dramaturgo Wole Soyinka, ganhador do Nobel em 1986. Com um bom público circulando pelos antigos corredores da cadeia e por tendas nos jardins, o festival teve debates sobre a nova cena literária nigeriana e o crescente mercado para livros digitais na África, shows, peças, exposições e até um molue — como são conhecidos os precários ônibus amarelos que colorem os engarrafamentos da cidade — transformado em ...

    Leia mais
    blank

    A diferenças entre os atentados na França e na Nigéria

    Minha intenção não é comparar os atentados, e sim criticar a diferença entre a atenção que o mundo dá aos atos terroristas que vitimaram profissionais do jornal Charlie Hebdo, ocorrido semana passada em Paris, França, e os atentados em sequência que ainda acontecem na Nigéria. por Junião/ Ilustração na Ponte Sobre o primeiro, os terroristas, extremistas religiosos já foram identificados, perseguidos, e ao resistir à prisão, mortos pela polícia francesa. O ato terrorista, que levou ao assassinato de 12 pessoas que trabalhavam no jornal, entre eles chargistas e o editor da publicação, causou comoção mundial, passeatas de repúdio ao que aconteceu e participação inflamada de líderes mundiais (mesmo as mais questionáveis) criticando com veemência o ocorrido. Quanto à Nigéria, nem o número total de mortos sabe-se com clareza. Até onde eu apurei, somando os atentados ocorridos nos últimos cinco dias, o número de mortos já passam os 2 mil, segundo informações da Anistia Internacional. Enfim, já que a ordem ...

    Leia mais
    Boko Haram sequestra homens e meninos de vilarejo nigeriano

    Boko Haram sequestra homens e meninos de vilarejo nigeriano

    Líder do Boko Haram, Abubakar Shekau, em 2012. Grupo jihadista voltou a realizar sequestros em massa no nordeste da Nigéria MAIDUGURI, NIGÉRIA — Testemunhas afirmaram nesta sexta-feira que militantes do grupo jihadista nigeriano Boko Haram sequestraram dezenas de homens e meninos em Doron Baga, um vilarejo no nordeste da Nigéria. Há quatro meses o grupo sequestrou mais de 200 estudantes de uma escola no vilarejo de Chibok. As jovens continuam em poder do Boko Haram. — Eles não deixaram nenhum homem ou menino, apenas meninas e mulheres — conta Halima Adamu, que conseguiu fugir do vilarejo pesqueiro na traseira de um caminhão, que seguiu para Maiduguri, capital do estado de Borno. — Eles gritavam ‘Allah Akbar’ (‘Deus é grande’), e disparavam, ameaçando matar qualquer um que desobedecesse suas ordens. Todos estavam com medo. Testemunhas afirmam que seis homens foram mortos no ataque, no último domingo, e outras cinco pessoas ficaram ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist