Boko Haram sequestra homens e meninos de vilarejo nigeriano

Líder do Boko Haram, Abubakar Shekau, em 2012. Grupo jihadista voltou a realizar sequestros em massa no nordeste da Nigéria

MAIDUGURI, NIGÉRIA — Testemunhas afirmaram nesta sexta-feira que militantes do grupo jihadista nigeriano Boko Haram sequestraram dezenas de homens e meninos em Doron Baga, um vilarejo no nordeste da Nigéria. Há quatro meses o grupo sequestrou mais de 200 estudantes de uma escola no vilarejo de Chibok. As jovens continuam em poder do Boko Haram.

— Eles não deixaram nenhum homem ou menino, apenas meninas e mulheres — conta Halima Adamu, que conseguiu fugir do vilarejo pesqueiro na traseira de um caminhão, que seguiu para Maiduguri, capital do estado de Borno. — Eles gritavam ‘Allah Akbar’ (‘Deus é grande’), e disparavam, ameaçando matar qualquer um que desobedecesse suas ordens. Todos estavam com medo.

Testemunhas afirmam que seis homens foram mortos no ataque, no último domingo, e outras cinco pessoas ficaram feridas. Considerada a principal ameaça à segurança da Nigéria, aumentou os araques contra civis no ano passado, e perdeu apoio popular ao se tornar cada vez mais violento.

Sua tática — o sequestro de meninos que são forçados a lutar, e meninas que se tornam escravas sexuais — é semelhante ao usado pelo líder rebelde ugandense Joseph Kony, que comandou o Exército de Resistência do Senhor no centro da África durante décadas.

“Estou chocado com os relatos de novos sequestros em massa praticados por terroristas no nordeste da Nigéria”, afirmou o Ministro britânico para a África, James Duddridge em comunicado. “Membros do Alto Comissariado britânico em Abuja estão buscando detalhes. O Reino Unido reafirma sua posição ao lado da Nigéria na luta contra o Boko Haram”.

O Reino Unido e os Estados Unidos ofereceram ajuda na busca pelas estudantes sequestradas em Chibok, mas ainda não obtiveram sucesso na empreitada.

Fonte: O Globo

+ sobre o tema

É sórdido condenar vítima de estupro por aborto

É sórdido e apequena a política o Projeto de...

Geledés repudia decisão da Câmara sobre aborto

Geledés – Instituto da Mulher Negra vem a público...

Mulheres vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio; confira locais dos atos

Mulheres vão às ruas de diversas partes do país...

Taxação dos super-ricos tem que ser encarada de frente, diz Neca Setubal

Maria Alice Setubal diz que não saiu ilesa daquele 2014....

para lembrar

O vírus letal da xenofobia

por Eliane Brum no El País - Leia artigo...

Governo paulista admite irregularidades na aplicação e gestão dos recursos do SUS

A Secretaria Estadual da Saúde admitiu que não aplica...

Movimentos de favelas organizam plano de ação e reivindicam compromisso público no Rio de Janeiro

Numa iniciativa que envolveu ativistas das pelo menos cinco...

Mercado de trabalho perpetua desigualdade racial

Fonte: Envolverde Por Gilberto Costa, da Agência Brasil -...

Salário menor na advocacia é mais frequente entre mulheres e negros

A proporção de advogados na menor faixa salarial da categoria é maior entre negros e mulheres, segundo levantamento da OAB (Ordem de Advogados do Brasil) que...

Insegurança alimentar na infância afeta desenvolvimento socioeconômico do país

Com os R$ 150 que sobram após pagar as contas, Brenda Ketlin, 24, consegue comprar pão, arroz e feijão. Essa se tornou a base...

Lei que implantou escola cívico-militar em SP fere modelo educacional previsto na Constituição, diz PFDC

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão do Ministério Público Federal (MPF), alerta que a lei do estado de São Paulo que...
-+=