Tag: boko haram

    Nigerian Vice President Yemi Osinbajo (R) looks on while his wife Dolapo (C) comforts one of the 21 freed Chibok girls freed today from Boko Haram, at his office in Abuja on October 13, 2016. Jihadist group Boko Haram has freed 21 of the more than 200 Chibok schoolgirls kidnapped more than two years ago, raising hopes for the release of the others, officials said Thursday. Local sources said their release was part of a prisoner swap with the Nigerian government, but the authorities denied doing a deal with Boko Haram. / AFP / PHILIP OJISUA (Photo credit should read PHILIP OJISUA/AFP/Getty Images)

    Meninas libertadas pelo Boko Haram reencontram suas famílias na Nigéria

    Depois de dois anos e meio de espera, as famílias de 21 meninas nigerianas sequestradas em 2014 viajaram de Chibok para Abuja, capital da Nigéria, para finalmente reencontrar as jovens. Do HuffPost Brasil O encontro entre as meninas e suas famílias ocorreu neste domingo (16), de acordo com o Guardian, mas elas foram libertadas na quinta-feira (13), após uma negociação entre os insurgentes do grupo Boko Haram e o governo do país. As 21 adolescentes fazem parte de um grupo de quase 300 que foram retiradas à força de uma escola em Chibok, no nordeste de Nigéria, em abril de 2014. O sequestro deu início a uma campanha global -a #BringBackOurGirls - que engajou celebridades e a primeira-dama americana, Michelle Obama, mas que na prática teve poucos efeitos. Segundo estimativas do governo nigeriano, há ainda pelo menos 190 meninas sob poder do grupo. Embora poucos detalhes tenham sido divulgados após a ...

    Leia mais
    blank

    Wole Soyinka: “Precisamos ajudar o Boko Haram a se unir à congregação de fantasmas”

    O escritor nigeriano, primeiro africano a ganhar um Prêmio Nobel de Literatura, defende um combate implacável contra o grupo terrorista Por Ruan de Sousa Gabriel e Teresa Perosa Do Época O escritor Wole Soyinka nasceu em Abeokuta, capital do Estado de Ogum, no sudoeste da Nigéria, berço da cultura iorubá. Foi o primeiro africano e o primeiro negro a ser premiado com o Nobel de Literatura, em 1986, pela obra O leão e a joia. Wole Soyinka dedicou seu prêmio a Nelson Mandela, à época preso pelo regime do apartheid na África do Sul. Aos 81 anos, é considerado uma das maiores vozes das artes na África. Soyinka esteve no Brasil  para participar do Festival Afreaka, que acontece em São Paulo até o dia 25 e aborda a interseção entre cultura africana e brasileira. Em entrevista a ÉPOCA, Wole Soyinka o escritor, famoso por suas peças de teatro, falou sobre a nova geração ...

    Leia mais
    blank

    Mais de 800 reféns do Boko Haram são resgatados; líder diz que “é o fim”

    Exército nigeriano exalta ação como sem precedentes nos combates ao grupo, aliado do Estado Islâmico na África Do iG Mais de 800 reféns do Boko Haram foram resgatados pelo Exército da Nigéria em diversos vilarejos do Estado de Borno, no nordeste do país. Aliado ao Estado Islâmico, o grupo terrorista vem sofrendo seguidas baixas, o que levou o líder Abubakar Shekaku a afirmar que "é o fim", em vídeo divulgado dois dias depois da ação militar, realizada na quinta-feira (24). As ações militares ocorreram em Kusumma, de onde 520 refés foram resgatados, e em outros 11 vilarejos espalhados pelo Estado – um total de mais de 309 –, após combates contra rebeldes do grupo, conhecido por ser tão ou mais cruel quanto o Estado Islâmico, apesar de ter menor influência do que o grupo que concentra suas bases na Síria e no Iraque. Um porta-voz do Exército afirmou que 22 ...

    Leia mais
    Criança refugiada nigeriana desenha cena de ataque do Boko Haram em campo de refugiados em 6 de abril (Foto: Philippe Desmazes/AFP)

    Terror do Boko Haram é descrito pelas crianças em desenhos

    Quando as crianças que sobreviveram ao Boko Haram desenham no campo de refugiados de Dar-es-Salam, na Tanzânia, as atrocidades que sofreram na Nigéria, o resultado é chocante: rostos ensanguentados, corpos sem cabeça, casas incendiadas. Diante da grande tenda de campanha branca da Unicef, dezenas de crianças em trapos empoeirados se empurram, riem, antes de serem convocadas a manter a ordem. Todas querem participar da oficina de desenho organizada no espaço "Amigos das crianças", no Chade, onde este campo de refugiados se localiza. O silêncio se instala rapidamente entre as crianças assim que elas recebem uma folha em branco e canetas. O tema do dia é doloroso e cada uma se concentra para reconstituir os acontecimentos dos quais foram testemunhas quando os islamitas atacaram seus povoados. Sumaila Ahmid diz ter 15 anos, mas aparenta apenas 12. "No dia do ataque estávamos diante de nossa porta quando vimos os Boko Haram. Foram ...

    Leia mais
    blank

    Dramaturgo nigeriano Wole Soyinka, ganhador do Nobel, alerta para o avanço do Boko Haram

    Aos 80 anos, autor recebeu O GLOBO em Abeokuta, sua cidade-natal, e falou sobre uma vida de lutas políticas Por Guilherme Freitas Do O Globo ABEOKUTA E LAGOS (NIGÉRIA) - No espaço de poucos dias em novembro passado, o dramaturgo Wole Soyinka, de 80 anos, foi homenageado em três cidades nigerianas. Primeiro africano a receber o Nobel de Literatura, em 1986, admirado em todo o continente por sua obra e pelas intervenções políticas, ele aproveitou cada ocasião para se manifestar sobre o estado da nação. Denunciou o avanço do extremismo islâmico no país, criticou a corrupção nas instituições, alertou para a importância da eleição presidencial marcada para 14 de fevereiro. Apenas uma semana normal na vida do autor que, num de seus livros de memórias, escreveu: “A sabedoria iorubá diz: ‘Quando alguém se torna um ancião, deixa de entrar em batalhas’. Quem dera! Quando esse provérbio foi inventado, ainda não existia ...

    Leia mais
    blank

    Nigéria: 276 meninas sequestradas, 2.000 mortos em Baga, e o olhar do mundo voltado apenas para um atentado na França

    Baga não me deixa dormir, dois mil mortos em cinco dias. Antes, 276 meninas sequestradas de uma escola para serem diariamente estupradas pelos assassinos do Boko Haram, nos intervalos entre uma invasão e outra a cidade ou vilarejo da Nigéria, quando, então, aproveitam para estuprar todas as meninas e mulheres que encontram pela frente, antes de mata-las. Como faziam os Hutu com as mulheres Tutsi em Ruanda, 1994. Por Cidinha da Silva  Do Cidinha da Silva Baga? Boko Haram? Meninas sequestradas em escolas para serem submetidas a estupros diários e múltiplos por terroristas? Ruanda? O que é isso? Quem são esses? Pelos nomes, parecem ser de algum lugar da África, não é? Que horror! Como é que os pais matriculam essas meninas numa escola sem segurança? Se não têm segurança pública por que não contratam segurança privada como a gente faz aqui no Brasil? O que? 50 escaparam sozinhas? Estás ...

    Leia mais
    blank

    ‘Não se esqueçam de nós’, diz arcebispo nigeriano sobre massacres no país

    Em meio à comoção gerada pelos atentados terroristas em Paris, na França, um arcebispo nigeriano acusou países ocidentais de ignorarem a ameaça representada pelo grupo extremista Boko Haram. Do BBC O Arcebispo da cidade de Jos, Ignatius Kaigama, ainda pediu que a mesma atenção dada aos atentados na França seja dada aos militantes que atuam com cada vez mais violência no nordeste do país africano. Segundo ele, o mundo precisa agir de forma mais determinada para conter o avanço do Boko Haram na Nigéria. No último fim de semana, 23 pessoas foram mortas por três mulheres-bomba, uma das quais tinha apenas 10 anos de idade. Outras centenas de mortes foram registradas na semana passada, segundo relatos, durante a captura pelo Boko Haram da cidade de Baga, no Estado de Borno, no nordeste do país. Em entrevista ao programa Newsday, da BBC, o arcebispo nigeriano disse que o massacre em Baga ...

    Leia mais
    Angola/Resenha: Ataque perpetrado por Boko Haram domina actualidade africana

    Ataque perpetrado por Boko Haram domina actualidade africana

    Luanda - O ataque perpetrado pelo grupo terrorista Boko Haram contra várias aldeias, causando a morte a centenas de pessoas no nordeste da Nigéria e o boicote da Renamo para a tomada de posse dos seus membros eleitos nas assembleias provinciais dominaram, entre outros assuntos, actualidade africana dos últimos sete dias. Quinta-feira, o grupo extremista atacou 16 aldeias nas margens do lago Tchad no nordeste da Nigéria, depois de ter capturado a cidade de Baga e uma base do exército durante o fim-de-semana, segundo autoridades locais, citadas pela AFP. Ainda nesta senda, o chefe do grupo islamita Boko Haram, Abubakar Shekau, ameaçou o presidente dos Camarões, Paul Biya, afirmando que irá tratar o seu país com a mesma violência que usado na Nigéria, num vídeo postado no Youtube. Mereceu  igualmente destaque o boicote pela Renamo,  maior partido da oposição moçambicana, a tomada de posse nas assembleias provinciais, dos seus eleitos, ...

    Leia mais
    Boko Haram sequestra homens e meninos de vilarejo nigeriano

    Boko Haram sequestra homens e meninos de vilarejo nigeriano

    Líder do Boko Haram, Abubakar Shekau, em 2012. Grupo jihadista voltou a realizar sequestros em massa no nordeste da Nigéria MAIDUGURI, NIGÉRIA — Testemunhas afirmaram nesta sexta-feira que militantes do grupo jihadista nigeriano Boko Haram sequestraram dezenas de homens e meninos em Doron Baga, um vilarejo no nordeste da Nigéria. Há quatro meses o grupo sequestrou mais de 200 estudantes de uma escola no vilarejo de Chibok. As jovens continuam em poder do Boko Haram. — Eles não deixaram nenhum homem ou menino, apenas meninas e mulheres — conta Halima Adamu, que conseguiu fugir do vilarejo pesqueiro na traseira de um caminhão, que seguiu para Maiduguri, capital do estado de Borno. — Eles gritavam ‘Allah Akbar’ (‘Deus é grande’), e disparavam, ameaçando matar qualquer um que desobedecesse suas ordens. Todos estavam com medo. Testemunhas afirmam que seis homens foram mortos no ataque, no último domingo, e outras cinco pessoas ficaram ...

    Leia mais
    blank

    Presidente da Nigéria encontra pela 1ª vez meninas que fugiram de cativeiro do Boko Haram

    A pedido da ativista paquistanesa Malala, Goodluck Jonathan também se reuniu com pais das estudantes que ainda estão sequestradas O Presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, se reuniu pela primeira vez nesta terça-feira (22/07) com alguns pais das mais de 200 estudantes que foram sequestradas pelo grupo terrorista islâmico Boko Haram em 14 de abril na cidade de Chibok. O encontro também contou com a presença de algumas garotas que conseguiram escapar dos extremistas. Segundo o The Guardian, pelo menos 11 dos pais das sequestradas já morreram desde o sequestro em massa: sete em virtude de um ataque extremista na região neste mês e os outros quatro de ataques cardíacos e outras doenças que a comunidade de Chibok atribui ao trauma do incidente em abril. De acordo com o porta-voz da comunidade de Chibok, Lawan Abana, havia 177 pessoas na reunião da delegação de Jonathan. Segundo um repórter da Associated Press, o evento contou com ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist