Taís Araújo: “O racismo no Brasil é muito forte”

Durante evento em Salvador, a atriz fala sobre preconceito, mas evita comentar a polêmica em torno da apresentação do sorteio da Copa do Mundo que envolvia Lázaro Ramos

Durante a inauguração de uma joalheria em Salvador nessa quarta-feira (4), Taís Araújo tentou se esquivar quando questionada sobre a polêmica envolvendo seu marido, o ator Lázaro Ramos, que teria sido vetado pela FIFA como apresentador do sorteio da Copa do Mundo e trocado por Rodrigo Hilbert.

 “Eu acho que isso é um assunto que deveria ser perguntado para o Lázaro e para Camila (Pitanga, que era também cogitada para comandar o sorteio]. Eu não li uma linha do Lázaro sobre isso, então não sou eu que vou dizer. Eu não acho nada. Eu não sei o que aconteceu. Até então é especulação e eu não vou polemizar especulação”, disse.

No entanto, Taís foi taxativa ao comentar a questão do preconceito racial no país. “O racismo ainda é muito forte no Brasil sim. Isso é uma coisa que eu tenho certeza.”

Durante o coquetel de inauguração, a atriz, que completou 35 anos no último dia 24, também falou sobre os planos de ter mais um filho – ela é mãe de João Vicente, de 2 anos. “Eu tenho vontade de aumentar a família desde que eu estava grávida do meu primeiro filho. Desde o dia que eu soube, falei: eu quero outro”. Mas ela afiirma que por conta da correria do dia a dia os planos precisam ser adiados. “Agora não dá. Não é nada para breve.”

 

 

Fonte: IG

+ sobre o tema

Projeto de escolas cívico-militares é aprovado na Alesp após estudantes serem agredidos por policiais

O projeto de lei que prevê a implementação das escolas...

Educação domiciliar e seus impactos para a convivência democrática

A educação domiciliar, também conhecida internacionalmente como homeschooling, tem...

Candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no Enem

O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou que todos...

Liberdade para Ensinar e Aprender: Pesquisa Nacional Analisa Violências Sofridas por Educadores/as no Brasil

O Observatório Nacional da Violência contra Educadoras/es (ONVE), sediado...

para lembrar

MEC aprova primeiro curso de Libras em Maringá

O Ministério da Educação (MEC) credencia a Faculdade Eficaz...

Roberlaine Ribeiro Jorge é o primeiro reitor negro de universidades públicas do RS

Em ato simbólico ocorrido na tarde de ontem, Roberlaine...

Sisu divulga lista de aprovados da segunda etapa para 29 mil vagas em universidades públicas

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) do MEC (Ministério...

Inscrições para o Sisu 2023 começam na quinta-feira

Começam na próxima quinta-feira (16) as inscrições para o...
spot_imgspot_img

FGV e Fundação Itaú oferecem bolsas de mestrado em comunicação digital e cultura de dados

A FGV-ECMI (Escola de Comunicação, Mídia e Informação da Fundação Getúlio Vargas) vai oferecer 30 bolsas integrais para o mestrado em comunicação digital e...

Projeto de escolas cívico-militares é aprovado na Alesp após estudantes serem agredidos por policiais

O projeto de lei que prevê a implementação das escolas cívico-militares na rede estadual e municipal de ensino foi aprovada na noite desta terça-feira (21) na...

Educação domiciliar e seus impactos para a convivência democrática

A educação domiciliar, também conhecida internacionalmente como homeschooling, tem sido objeto de debate em diversos contextos nacionais e internacionais, mobilizando famílias, a sociedade e...
-+=