Guest Post »

Travestis são espancadas no RJ e caso gera revolta

Agredida a pauladas e chutes, travesti perde a consciência e é socorrida por amiga em meio à omissão de anônimos; se você tem informações sobre o caso ou conhece os envolvidos, faça sua  denúncia por aqui. 

no Catraca Livre

O Brasil é o país que mais mata travestis e transexuais em todo o mundo. E um vídeo divulgado no Facebook, na manhã da última segunda-feira, 12, revela o perfil de uma sociedade que não apenas se omite, mas permite e aplaude a morte da população LGBT – e, à  sombra da intolerância, faz vítimas. Que se tornam estatísticas: uma morte a cada 28 horas .

Na postagem, repercutida por milhares nas redes sociais, uma travesti é espancada por três homens até perder a consciência, em meio a golpes de chutes e pauladas. Por um momento a agressão é interrompida pela amiga da vítima, que sem forças para impedir o ataque, também é atingida pelos agressores.

Segundo informações do site SuperPride, o crime causou choque e frustração entre os internautas, sobretudo, por ter acontecido à luz do dia e testemunhado por inúmeras pessoas.

O vídeo que registra a agressão está disponível abaixo (Imagens fortes). Caso você tenha informações sobre o caso ou conheça os envolvidos, faça sua  denúncia por aqui.

Related posts