Tag: Homofobia

Estoque de banco de sangue em estado crítico no estado de São Paulo (Foto: Paulo Chiari/EPTV)

TJ de SP condena hemocentro que recusou doação de sangue de jovem por ele ser gay

A 4ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo condenou nesta quinta-feira (29) o hemocentro do Hospital Oswaldo Cruz por ter recusado a doação de sangue de um jovem por ele ser gay. Cabe recurso. Em nota ao G1, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz disse que não é parte na ação judicial e que por isso não tem como recorrer no processo. De acordo com a instituição, a ação é contra o Instituto HOC de Hematologia, prestador de serviço terceirizado. De acordo com o hospital, os procedimentos relativos à doação de sangue por doadores homossexuais do sexo masculino foram atualizados assim que o Ministério da Saúde emitiu um ofício em que comunicava a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado. No dia 11 de junho de 2020, após tomar conhecimento dos baixos níveis de sangue nos estoques de São Paulo em meio à pandemia do coronavírus, o ...

Leia mais
Em 2020, o Estado foi recordista em registros de crimes contra esse público, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública - Agência Brasil

Pernambuco tem o maior número de crimes violentos contra população LGBTQIA+ do Brasil

A brutalidade do caso de Roberta Nascimento Silva, travesti de 33 anos morta após ter o corpo queimado por um adolescente de 16 anos no Recife, ilustra uma realidade que se agrava em Pernambuco: o da violência contra a popuação LGBTQIA+. Em 2020, o estado foi recordista em registros de crimes contra esse público, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e publicado no último dia 15.  O levantamento mostra que houve 604 ocorrências de lesão corporal dolosa, 78,7% a mais que em 2019; 39 de homicídios dolosos, com crescimento de 30%; e 47 de estupro, taxa 104,3% superior. São os maiores números absolutos entre todas as unidades federativas. Apesar disso, Pernambuco segue a tendência do país: o Brasil registrou crescimento de 20,9% em lesão corporal dolosa, 24,7% em homicídios dolosos e 20,5% em estupros de pessoas LGBTIA+. No documento, o Fórum aponta para uma relação ...

Leia mais
A primeira rodada do futebol feminino teve protestos como este da seleção da Grã-Bretanha contra o racismo: cenas devem ser comuns em Tóquio - (Foto: Asano Ikko/ AFP)

Olimpíadas de Tóquio devem ser novo marca na luta por igualdade

Os Jogos Olímpicos da Cidade do México, em 1968, ficaram marcados por um gesto emblemático: os velocistas estadunidenses Tommie Smith e John Carlos, respectivamente medalhas de ouro e bronze nos 200 metros, subiram ao pódio descalços, baixaram a cabeça e ergueram o punho cerrado. A referência aos Panteras Negras foi um protesto silencioso contra a segregação racial e se tornaria um símbolo do esporte como ator político e social. Ao longo dos 125 anos da história olímpica, foram raras as cenas como aquela ou as protagonizadas por Jesse Owens, um homem negro, também nascido nos EUA, que brilhou em Berlim, 1936, durante o regime nazista e racista de Adolf Hitler. Os contextos mudaram e, em 2021, a Olimpíada de Tóquio tende a ser um novo marco das lutas por igualdade. Pressionado por atletas, ex-atletas e torcedores, o Comitê Olímpico Internacional (COI) mudou as normas sobre posicionamento político durante o evento. ...

Leia mais
Foto: Westend61 via Getty Images

Denúncias contra homofobia na internet crescem 106% nos primeiros seis meses de 2021

As denúncias contra homofobia na internet registraram alta de 106% entre janeiro e a primeira metade de junho de 2021, na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da ONG SaferNet, que atua no combate aos crimes virtuais. A Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos da SaferNet recebeu 2.529 denúncias de homofobia na internet desde o início de 2021. Neste mesmo intervalo em 2020, a associação havia registrado 1.226 denúncias. “Nós tivemos nos últimos anos um avanço muito significativo na conquista de direitos civis especialmente da população LGBT”, disse a diretora da SaferNet, Juliana Cunha. “Isso faz com que haja uma espécie de reação e uma tentativa de retrocesso dessas conquistas”. Em São Paulo, a Parada do Orgulho LGBT teve de adotar mecanismos para impedir a publicação de comentários homofóbicos durante a transmissão ao vivo na internet. Os organizadores afirmaram que, na edição de 2020, foram mais de ...

Leia mais
Jogadores da seleção da Hungria saúdam a torcida na arquibancada lotada na Arena Puskás, em Budapeste — Foto: REUTERS/Tibor Illyes

Uefa abre investigações contra abusos racistas e homofóbicos nos jogos da Hungria na Euro

A Uefa abriu uma investigação sobre "potenciais incidentes discriminatórios" que ocorreram em Budapeste durante os jogos da Hungria na Euro 2020 contra a França e Portugal. Segundo a imprensa francesa, jogadores sofreram abusos racistas no empate de 1 a 1 no sábado, com o atacante Kylian Mbappé recebendo gritos de macaco quando estava com a bola. Karim Benzema, de raízes argelinas, também foi alvo de atos discriminatórios por parte dos torcedores húngaros. No primeiro jogo da Hungria na fase de grupos contra Portugal, uma derrota por 3 a 0, a imprensa portuguesa noticiou que o astro Cristiano Ronaldo foi, por sua vez, alvo de cantos homofóbicos. Além disso, uma faixa preconceituosa contra gays também teria sido vista no setor onde estavam localizados ultras (torcedores violentos) húngaros. Em ambos os jogos, mais de 55 mil pessoas compareceram à Arena Puskás, em Budapeste. A maioria, torcida do país anfitrião. A Uefa disse que as ...

Leia mais
GEOVANA BEMBOM/METRÓPOLES

Trabalhadores vão à Justiça cobrar indenização por homofobia

“Bicha gorda, bicha feia, bicha sem graça”. João, 26, afirma que ouvia variações dessa frase diariamente de um dos gerentes da rede de lanchonete em que trabalhava desde 2018. Segundo Márcio, as ofensas estavam no armário do supermercado onde era operador de caixa há cerca de cinco anos: “viado”, “gordo”. Mariana diz que ouvia da chefe com frequência que “não tinha mãe”, pois era homossexual. Mariana, Márcio e João são nomes fictícios de trabalhadores reais que buscaram a Justiça do Trabalho em busca de indenização alegando assédio moral decorrente de episódios de homofobia de superiores e colegas de trabalho. Segundo levantamento do Datalawyer para a Folha, nos últimos cinco anos, pelo menos 2.133 ações trabalhistas citavam homofobia em seus pedidos iniciais. O valor total dessas causas somou R$ 147,7 milhões. Em média, esses processos pediam R$ 142,7 mil, valor que inclui o total de verbas pedidas pelos trabalhadores, e não ...

Leia mais
Lei pune clubes e pode proibir torcedores de frequentar os estádios de futebol — Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

Governo do Paraná aprova lei que pune casos de homofobia e racismo em estádios de futebol

O governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), sancionou a lei que prevê punição para torcedores, dirigentes e clubes por atos de racismo e homofobia em estádios de futebol no Paraná. Estão previstas advertência, multa e proibição de frequentar jogos de um a quatro anos. A lei foi publicada no Diário Oficial na última sexta-feira. Esta segunda-feira é marcada pelo Dia de Combate à Homofobia. A lei, que ganhou emendas, prevê também sanções atos de intolerância étnica, religiosa e de xenofobia praticados nos estádios e em um raio de até cinco quilômetros dos locais dos jogos. Na cotação atual, as multas para torcedores podem variar de R$ 5,6 mil a R$ 22,4 mil. Para clubes e dirigentes, o valor varia de R$ 56 mil a R$ 112 mil. As penalidades serão aplicadas gradativamente, com base na gravidade do fato, reincidência e capacidade econômica do infrator. O texto prevê que as multas ...

Leia mais
Ana Paula Valadão acena durante o show do grupo Diante do Trono no Festival Promessas 2012 — Foto: Flavio Moraes/G1

MPF denuncia cantora gospel Ana Paula Valadão por fala ligando gays a Aids

O Ministério Público Federal (MPF) enviou à Justiça uma denúncia contra a pastora e cantora gospel Ana Paula Valadão por falas consideradas homofóbicas, onde ela relacionava homens gays a Aids. O MPF pede que a cantora seja responsabilizada por dano moral coletivo no valor de R$ 200 mil, que serão revertidos a entidades que representam pessoas LGBTQI+. A fala foi feita durante o Congresso Diante do Trono, transmitido pela Rede Super de Televisão, no ano de 2016. Muita gente acha que isso é normal. Isso não é normal. Deus criou o homem e a mulher e é assim que nós cremos. Qualquer outra opção sexual é uma escolha do livre arbítrio do ser humano. E qualquer escolha leva a consequências. A Bíblia chama de qualquer escolha contrária ao que Deus determinou como ideal, como ele nos criou para ser, chama de pecado. E o pecado tem uma consequência que é a morte. Inclusive, tudo ...

Leia mais
Pequena manifestação na avenida Paulista em homenagem a Plínio, homossexual assassinado - Marina Garcia/Folhapress

Justiça adia para maio júri de acusado de matar cabeleireiro por homofobia em 2018

A Justiça de São Paulo adiou para o dia 5 de maio, às 13h, o início do júri do cozinheiro Fuvio Rodrigues de Matos, que está preso preventivamente acusado de ofender, esfaquear e matar o cabeleireiro Plínio Henrique de Almeida Lima. O crime aconteceu em 2018 e o motivo é apontado como homofobia, já que a vítima era gay e tinha 30 anos. Plínio Henrique de Almeida Lima foi morto na Paulista — Foto: Arquivo Pessoal O julgamento do réu estava marcado para a tarde desta segunda-feira (22) no Fórum Criminal da Barra Funda, na Zona Oeste da capital. Mas foi adiado porque, segundo o Tribunal de Justiça (TJ), o defensor público Daniel Guimarães Zveibill que faria a defesa do réu está “doente”. Não foi informada a doença. O adiamento foi determinado pela juíza Marcela Raia de Sant’Anna. “ está com Covid”, disse ao G1 ...

Leia mais
Adolescente de 16 anos foi espancada pelo pai por ser lésbica, na Bahia — Foto: Divulgação/Polícia Civi

Adolescente é espancada pelo pai na BA e relata que motivo é ela ser lésbica; avó da vítima denunciou homem à polícia

Uma adolescente de 16 anos relatou que foi espancada pelo pai, pelo fato dela ser lésbica. O crime aconteceu na tarde de quarta-feira (9), na cidade de Ipiaú, sudoeste da Bahia. A avó materna da garota procurou a delegacia para registrar a ocorrência, e o suspeito foi intimado pela unidade. De acordo com informações da 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), a idosa procurou a delegacia logo após a agressão e informou que a neta era agredida constantemente por causa de sua orientação sexual. Segundo a polícia, os investigadores foram na casa da adolescente e constataram o fato, mas não encontraram o agressor. A vítima foi levada para a delegacia para prestar depoimento e reiterou que as agressões eram constantes e motivadas por sua orientação sexual. A adolescente disse ainda que, na segunda-feira (7), ela também havia sido agredida pelo pai com uma "bainha" de facão, um tipo ...

Leia mais
Arte: Ademola Adesoji.

Essa coca é fanta, e, é viada!

“Bixistranha, loka preta da favela Quando ela tá passando todos riem da cara dela Mas, se liga macho, presta muita atenção Senta e observa a sua destruição” (Bixa Preta - Linn da Quebrada)   Depois de vários dias triste em casa, autoestima baixa por opressão estética (quem é negra, gorda, bixa e afeminada sabe), decidi me vestir, colocar um look babadeiro.  Uma camisa social laranja amarrada acima do umbigo e uma calça pantacourt azul (meu amigo me descreveu como um Aladim). Fui vestido assim, para frente de casa (moro na periferia de Porto Velho - RO) conversar com um amigo (gay branco), uma amiga (bissexual negra) e outra amiga (heterossexual branca).   Enquanto colocávamos as fofocas em dias, dois homens passaram em uma moto, e ficaram me encarando, viraram a esquina e o da garupa seguiu me encarando, eu me mantive firme, um pouco receoso, porém mantive o olhar fito nele.  ...

Leia mais
Tenda de acolhimento de mulheres e LGBTs instalada na Avenida Hélio Pellegrino, na Zona Sul de SP. — Foto: Rodrigo Rodrigues/G1

Tendas de acolhimento a mulheres e LGBTs registram 400 atendimentos a vítimas de agressão durante carnaval em SP

Entre 15 de fevereiro e 1° de março, serviço também atendeu 270 casos de assédio, 115 de racismo, 332 de crianças desaparecidas e 115 casos de LGBTQfobia, segundo a Prefeitura de SP. No G1 Tenda de acolhimento de mulheres e LGBTs instalada na Avenida Hélio Pellegrino, na Zona Sul de SP. — Foto: Rodrigo Rodrigues/G1 As tendas de acolhimento a mulheres e LGBTs registraram 400 atendimentos a vítimas de agressão durante o pré-carnaval e carnaval em São Paulo. Segundo a Prefeitura, entre os dias 15 de fevereiro e 1° de março, o serviço também atendeu 270 casos de assédio, 115 de racismo, 332 de crianças desaparecidas e 115 casos de LGBTQfobia. A informação foi divulgada pela gestão municipal na manhã desta segunda-feira (02). De acordo com o levantamento, 25% dos casos foram feitos registros de ocorrência policial com a vítima sendo assistida pela equipe de acolhimento ...

Leia mais

Intolerância religiosa, racismo, misoginia e homofobia serão temas de um dos carnavais mais politizados do Grupo Especial

Em 2020, mesmo enredos aparentemente menos engajados flertarão com questões contemporâneas Por Rafael Galdo, Do O Globo Hélio de la Peña, Carla Cristine e Nando Cunha vão desfilar no Salgueiro, que leva para a Avenida discussão sobre o racismo (Foto: Marcelo Theobald / Agência O Globo / Agência O Globo) A imagem de Jesus pregado a uma cruz que chegará a 20 metros de altura, na Mangueira. Mulheres ativistas e o símbolo do feminismo estampado em fantasias da Viradouro. Um “planeta fome” na Mocidade. No Salgueiro, a homenagem a artistas negros que lutam contra o racismo. E, na Grande Rio, padres, pastores, pais e mães de santo juntos, numa alegoria para representar um terreiro de candomblé. Impassível ninguém ficará aos desfiles do Grupo Especial que começam hoje à noite na Sapucaí. Aprofundando um rumo trilhado nos últimos carnavais, o deste ano levará ao Sambódromo assuntos que ...

Leia mais
Brighton e Chelsea empataram em 1 a 1, nesta quarta-feira (Foto: Getty Images)

Torcedores são presos por racismo e homofobia em Brighton x Chelsea

Os três detidos durante empate em 1 a 1, no dia 1º de janeiro, aguardam julgamento; Paul Barber, executivo do time da casa, declara repugnância aos atos: 'Estamos cansados' No Lance! Brighton e Chelsea empataram em 1 a 1, nesta quarta-feira (Foto: Getty Images) Três torcedores foram presos por ofensas racistas e homofóbicas durante o empate em 1 a 1 entre Brighton e Chelsea, no dia 1º de janeiro, na Amex Arena, pela 21ª rodada do Campeonato Inglês. As detenções foram anunciadas em comunicado do clube do litoral sul britânico, mandante da partida. O Brighton informou que dois homens foram expulsos do estádio por conta de insultos racistas a jogadores do Chelsea, e outro visitante por supostas ofensas homofóbicas em direção a torcedores locais . “Todos os três foram detidos pela polícia fora do estádio e aguardam julgamento”, informou o comunicado. - Mais uma vez nossa ...

Leia mais
Marcas de facadas no corpo do jovem Felipe Milanez, vítima de ataque homofóbico no DF — Foto: Reprodução/TV Globo

‘Racismo homotransfóbico’, diz polícia sobre caso de jovem que levou 17 facadas no DF

Felipe Augusto Milanez, de 23 anos, foi agredido na saída de uma festa em Brazlândia. Três menores de idade, incluindo adolescente de 15 anos, foram apreendidos. Por Geraldo Becker, do G1   Marcas de facadas no corpo do jovem Felipe Milanez, vítima de ataque homofóbico no DF — Foto: Reprodução/TV Globo O esfaqueamento de um jovem de 23 anos na saída de uma festa em Brazlândia, no Distrito Federal, é investigado pela Polícia Civil como "racismo homotransfóbico" – motivado por preconceito racial e de orientação sexual. O crime ocorreu no dia 7 de outubro, quando o estudante de odontologia Felipe Augusto Milanez levou 17 golpes de faca pelo corpo e foi xingado por um grupo de, pelo menos, dez pessoas. Segundo o delegado à frente das investigações, Anderson Cavichioli, o caso será encaminhado à Justiça como tentativa de homicídio duplamente qualificado, "tanto pelo motivo torpe, em ...

Leia mais

‘Me chamar de ‘viado’ não é ofensa. Tomar 4 tiros, sim’, diz vítima de homofobia na Bahia

Jovem levou quatro tiros após beijar rapaz em bar de Camaçari, na região metropolitana de Salvador (BA), no último domingo (20). Do HuffPostBrasil “Me chamar de ‘viado’ não é ofensa. Tomar 4 tiros, sim. Uma dor irreparável, além de física, emocional e psicológica. Não sei como será de agora em diante, não sei se serei mais o mesmo.” A frase acima é do jovem Marcelo Macedo, de 33 anos, que levou quatro tiros após beijar um rapaz dentro de um bar em Camaçari, sua cidade natal, na região metropolitana de Salvador, Bahia. O caso aconteceu no último domingo (20). Nesta sexta, ainda em recuperação, ele publicou um relato emocionante em seu perfil do Instagram sobre o ataque que sofreu. Em seu texto, ele agradece o apoio que vem recebendo de amigos e familiares na última semana e ressalta que este carinho é o que o motivou a se manifestar publicamente ...

Leia mais
Refugiados LGBT de Uganda e outros países da África se protegem em campo no Quênia — Foto: Thomson Reuters Foundation/Reuters

Uganda desiste de aplicar pena de morte para homossexuais

Governo não vai mais propor ao Parlamento esse tipo de punição após pressão de doadores estrangeiros ao país. No G1 Refugiados LGBT de Uganda e outros países da África se protegem em campo no Quênia (Foto: Thomson Reuters Foundation/Reuters) Uganda não vai mais impor pena de morte para quem praticar relações homossexuais, anunciou um porta-voz da Presidência nesta segunda-feira (14) à agência Reuters. O governo do país africano anunciou na quinta-feira passada a intenção de apresentar ao Parlamento proposta para restabelecer a pena de morte para homossexuais. No entanto, o projeto recebeu críticas pelo mundo – inclusive de empresas que doam para Uganda. "Não há planos do governo de introduzir uma lei como essa", disse à Reuters o porta-voz da Presidência Don Wanyama. Ainda assim, Uganda ainda pune relações homossexuais com prisão perpétua – uma lei que remonta à época da colonização britânica do país. Brunei ...

Leia mais
Reprodução G1

Jovem agredido ao sair de balada no ABC sai do coma e grava vídeo: ‘Estou bem’

Roger Passebom Júnior, de 22 anos, foi espancado por grupo de pessoas e estava em estado grave. Três suspeitos foram indiciados por homofobia. No G1 Reprodução/G1 Roger Passebom Júnior, de 22 anos, saiu do coma nesta terça-feira (02) e foi encaminhado para o quarto do Hospital Municipal de Clínicas, em São Bernardo do Campo, na Região do ABC, onde estava internado desde o último domingo (22) em estado grave. Amigos disseram que ele foi vítima de homofobia. O jovem foi espancado por um grupo de pessoas na saída de uma casa noturna em São Bernardo do Campo. Os agressores fugiram. Ele teve traumatismo craniano e ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. Em vídeo gravado nesta terça, Junior diz estar se sentindo bem por ter saído do coma e feliz por ir para o quarto. “Eu amo vocês”, disse sorrindo mandando beijo para ...

Leia mais
Marc Bruxelle via Getty Images

‘Jogos Mortais’, o grupo homofóbico que assassina LGBTIs na Rússia

Após o assassinato de uma conhecida ativista LGBTI, outros ameaçados denunciam o desamparo e os constantes ataques Por MARÍA SAHUQUILLO, do El País  Marc Bruxelle via Getty Images Vitaly Bespalov foi agredido mais de uma vez. Loiro, de cabelo abundante e braços tatuados, esse jovem russo de 28 anos conta que quando morava na Sibéria ocidental, onde cresceu, sofreu vários ataques por ser gay. Após um tempo, decidiu se mudar para São Petersburgo, conhecida por ser uma das cidades mais abertas da Rússia. “Eu me sinto muito mais seguro, mas às vezes escuto quando me chamam de veadinho pelas costas” comenta. Conhecido ativista pelos direitos LGBTI, também enfrenta insultos e ameaças diárias nas redes sociais. Isso se transformou em algo lamentavelmente rotineiro. O dia em que soube que seu nome estava em uma macabra lista divulgada na Internet por um grupo homofóbico secreto chamado Jogos Mortais – na qual estava seu nome ...

Leia mais

Jovens que aparecem em vídeo agredindo outro por ser gay são indiciados por homofobia

Delegado entendeu que todo o material que foi colhido nas investigações se enquadra na Lei do Racismo. Defesa não encaminhou posicionamento até o final desta reportagem Por Joao Paulo Alexandre, do Mais Goías  Câmeras de seguranças flagraram o momento da agressão (Imagens divulgadas pela PC) Três jovens foram indiciados pela Polícia Civil (PC) pelo crime de homofobia contra A.M.C.O.F., no último dia 6 de julho. O caso foi registrado por câmeras de segurança do local, em que os estudantes de Educação Física, Caio Cesar Rodrigues Sampaio e Lucas Vilela Martins, foram flagrados agredindo fisicamente outro jovem pelo fato de ser gay. Por isso, os dois também irão responder por lesão corporal. Segundo o delegado Carlos Caetano, o inquérito foi encerrado na tarde da última quinta-feira (25) e deve ser encaminhado ao Ministério Público (MP-GO) na próxima segunda-feira (29). Isso porque, nesta sexta-feira (26), foi decretado feriado nas repartições públicas devido ...

Leia mais
Página 1 de 26 1 2 26

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

No Content Available

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist