UEFA aprova guia contra racismo nos estádios europeus

UEFA aprova guia contra racismo nos estádios europeus

 

A UEFA anunciou medidas práticas que deverão ser adoptadas pelos árbitros de futebol para coibir manifestações racistas nos estádios europeus.

O comité executivo da entidade, reunido em Vilna, capital da Lituânia, declarou que o guia com três passos deverá entrar em vigor imediatamente.

Se um juiz detectar comportamentos discriminatórios durante um jogo, a primeira medida será parar a partida e pedir, pelos altifalantes, para que as bancadas ponham fim à manifestação.

Caso o pedido não surta efeito, o árbitro deverá então suspender a partida por um período entre cinco e dez minutos. Durante o intervalo, os jogadores terão de esperar pelo reinício da partida nos balneários, enquanto aos altifalantes será solicitado pela segunda vez o fim dos ataques racistas.

Finalmente, se os insultos continuarem, o jogo será suspenso. Os órgãos disciplinares da UEFA também poderão estabelecer multas e outras punições para o clube da bancada infractora, além de decidir pela interdição do local da partida.

fonte:Diário Digital
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=126&id_news=397249

+ sobre o tema

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe...

Por que ser antirracista é tão importante na luta contra a opressão racial?

O Laboratório de Estudos de Gênero e História, da...

Caixa lança edital de concurso com 3,2 mil vagas para técnicos

A Caixa Econômica Federal publicou nesta quinta-feira (22), no...

Depois de um carnaval quente, é hora de pensar em adaptação climática

Escrevo esta coluna, atrasada, em uma terça-feira de carnaval. A...

para lembrar

Olivier Rousteing: ‘A moda é racista’

Único negro à frente de uma grife de luxo,...

Revista Jackie – Após criar polêmica racista com Rihanna, editora de revista pede demissão

por Heloisa Toplian Comentamos por aqui o bafo envolvendo...

Procon-SP notifica shopping após mãe denunciar racismo

O Procon-SP notificou ontem o Bourbon Shopping São Paulo...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=