Uma direita difusa se fortalece – Por: Dennis de Oliveira

Episódios das últimas semanas: ação de justiceiros no bairro do Flamengo, no Rio de Janeiro, que espancaram e prenderam um menino negro; a morte do cinegrafista da Band na manifestação também no Rio de Janeiro e a histeria decorrente deste episódio; a proposta de implementar uma lei anti-terrorismo e o discurso de criminalização dos movimentos sociais.

O que se percebe de tudo isto é um recrudescimento do discurso da direita. Esta direita, difusa, não articulada em um partido político específico, mas que se espraia em atitudes de grupos, em procedimentos de determinados políticos, em propostas apresentadas e socializada fortemente pela mídia hegemônica, formando uma opinião pública que, embora ainda minoritária, vai ganhando consistência.

A grande pauta desta direita é o combate aos direitos democráticos de liberdade de organização e de protesto coletivo – em outras palavras, a criminalização dos movimentos sociais -, crítica aos direitos humanos e defesa do aumento da repressão. Um sistema político que se diz democrático limitado apenas e tão somente a eleições periódicas e com a liberdade de expressão garantida apenas e tão somente aos meios de comunicação hegemônicos não é democracia.

Estas propostas da direita atingem em cheio justamente os segmentos sociais mais desfavorecidos, pois estes só tem os movimentos sociais, os protestos coletivos, a defesa dos direitos humanos e as liberdades políticas como possibilidades de lutar por melhores condições. Por isto, lutar contra esta direita ainda difusa mas que se fortalece e se organiza é um desafio para o movimento anti-racista.

Fonte: Quilombo

+ sobre o tema

Coalizão de entidades lança campanha por mais negros nos parlamentos

A Coalizão Negra por Direitos, que reúne mais de...

Kenarik Boujikian é nomeada para a Secretaria Nacional de Diálogos Sociais da Presidência

A desembargadora aposentada do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) Kenarik...

Precarização do trabalho rural impacta mais pessoas negras e mulheres

Um relatório da Oxfam Brasil indica que mulheres e pessoas negras...

Em Ceilândia, Anielle Franco anuncia R$ 1,6 milhão para organizações

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, anunciou, nesta...

para lembrar

Gastando meu latim

Por Fernanda Pompeu   Mamãe estudou latim no ginásio como matéria...

“O brasileiro não se dá muito bem com a ideia de direito”

Durante o painel “Estado de Direito, liberdade e políticas...

Minha crônica de Natal: Felicidade é – Por: Fernanda Pompeu

Dez letras que, em português, formam a maior...

Quem paga imposto no Brasil: Famílias com até dois salários mínimos arcam com 48,9% do total

Reforma tributária: afinal, quem paga a conta? por Paulo Gil...

OABRJ levará absolvição dos policiais no caso João Pedro ao STF

A Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro (OABRJ) levará o caso da absolvição dos policiais na morte do jovem João Pedro...

O grande bazar de direitos

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, declarou nesta semana estar "muito entusiasmado com a iniciativa do STF  de, ao invés de simplesmente decidir pela inconstitucionalidade daquilo que...

Mães de vítimas da violência policial em SP, RJ e BA vão à Comissão Interamericana de Direitos Humanos denunciar o Estado brasileiro

Representantes de movimentos de mães de vítimas da violência do Estado e organizações de direitos humanos como Anistia Internacional, Conectas Direitos Humanos, Instituto Vladimir...
-+=