Vereador volta atrás sobre isolamento de gays em ilha deserta

Após repercussão nacional de discurso homofóbico, vereador diz que não sugeriu segregação de gays

O vereador Sérgio Nogueira, de Dourados (MS), publicou em seu site nota oficial afirmando que, na sessão do dia 15 da Câmara, diferentemente do que foi noticiado, não sugeriu a segregação dos homossexuais.

O desmentido de Nogueira deve-se à repercussão nacional de seu discurso homofóbico feito naquele dia.

Disse: “Não podemos passar a ideia de que o anormal é normal. […] Bota as pessoas que assim pensam [os homossexuais] numa ilha por 50 anos e depois volta para ver; não vai ter mais ninguém”.

Agora ele afirmou, de acordo com a nota, que as suas afirmações foram distorcidas pela Rádio 94FM, de Dourados com o propósito de prejudicá-lo.

Nogueira é candidato pelo PSB a deputado estadual e, evangélico, conta com o apoio, segundo ele, de pastores de várias denominações. Em 1996, foi presidente da Associação das Igrejas Batistas do Sul do Mato Grosso do Sul.

O vereador afirmou que fez o referido discurso “dentro de uma linha argumentativa de que a orientação homoafetiva não deve ser tomada como medida padrão de sexualidade a ser ensinado na rede de educação infantil”.

No entendimento dele, o Estado brasileiro está impondo a temática da homossexualidade às escolas, sem discuti-la com as famílias dos estudantes, professores e lideranças religiosas.

Ele teme que o Estado estimule as crianças a terem um comportamento homossexual por intermédio de material didático, como o kit que o Ministério da Educação quis distribuir às escolas públicas.

Argumentou que, na questão sobre homossexualidade, o governo tem de ouvir a sociedade, “sobretudo o segmento religioso cristão”.

Como o Estado é laico, ele não explicou por que os “religiosos cristãos” devem participar, com deferência, de discussão sobre um item do currículo escolar.

 

Fonte: Pragmatismo Político

+ sobre o tema

Homofobia na UFCA e o ódio o feminino – Por Jarid Arraes

Discursos de ódio e casos de racismo, homofobia e...

Filha de Raúl Castro lidera conga anti-homofobia em Havana

Fantasiados de havaianas e abraçados em bandeiras com as...

Pastor que fazia ‘cura gay’ é preso por abuso sexual de dois homens

Reverendo Ryan J. Muehlhauser pode pegar até dez anos...

Homofobia e violência no Sukiya

Jovem foi intimidado e agredido por garçom do restaurante...

para lembrar

Duas em cada dez empresas se recusam a contratar homossexuais no Brasil

Companhias rejeitam candidatos gays por temer que sua imagem...

Papa Francisco pede nova atitude da Igreja com os filhos de homossexuais

Roma - O papa Francisco pediu à Igreja católica para...

Homossexuais utilizam redes sociais contra o preconceito

Quando foi agredida pelo segurança de uma boate por...
spot_imgspot_img

Angola: Comunidade LGBT+ em Malanje vive ameaçada

Na província angolana de Malanje, a comunidade LGBTQ+ vive o drama quotidiano da não aceitação. Grupos conservadores chegam ao ponto de exigir castigos severos...

Alerta para o Brasil: Estados Unidos vivem pior momento desde a segregação

A vitória de Joe Biden se deve muito à comunidade negra e às muitas mobilizações feitas por organizações como a Fair Fight, da ativista...

O Rio de janeiro continua… segregacionista

O samba de Gilberto Gil, intitulado de “Aquele abraço” não tem o mesmo teor desse texto, e certamente não é para ter, dado a...
-+=