Vídeo: Estudante levanta enxada durante formatura em homenagem aos pais que vieram do campo

A estudante Kauany Sousa nasceu em uma casa de taipa em Almino Afonso, no interior Rio Grande de Norte. Seus pais, Nilson Pereira e Creusa Alves, são trabalhadores rurais que sustentaram a família com a lida no campo.

Do Mídia Ninja 

Em 2009, ao se formar em Serviço Social, a jovem prestou uma homenagem a eles, seus heróis, como dizia o cartaz que carregou na festa. Kauany ao ser nomeada durante a cerimônia, levantou uma enxada como símbolo da luta de seus pais ao longo de toda a vida.

Hoje, terminando o segundo curso do Ensino Superior em uma instituição pública, a jovem realiza o sonho de se graduar em Jornalismo e aponta que sente mudanças na realidade do país desde sua infância, das quais muitas delas trouxeram os trabalhadores do campo pra dentro das universidades.

+ sobre o tema

USP oferece mais de 4 mil vagas em cursos para a terceira idade

  Período de Inscrições: de 25 de fevereiro a 8...

Greve de professores continua em três estados

Terminou hoje (25) a paralisação das escolas públicas convocada...

O educador emocionalmente na escola

Por que nas escolas, tanto entre professores quanto entre...

Centro de Estudos Africanos

O Centro de Estudos Africanos está vinculado à política...

para lembrar

20/08 – Círculo Áfricas: Contribuição dos intelectuais e artistas africanos no Brasil

Círculo Áfricas: Contribuição dos intelectuais e artistas africanos no...

Boato sobre cancelamento do Enem será investigado pela Polícia Federal

Uma mensagem falsa espalhou ontem uma onda de boatos...

Primeiro médico indígena supera adversidades e se forma na UnB

A colação de grau da 85ª turma de medicina...

A milenar arte de educar dos povos indígenas

Por: Daniel Munduruku Educar é dar sentido. É dar sentido...
spot_imgspot_img

Geledés participa de audiência sobre Educação das meninas e mulheres negras na Câmara dos Deputados

Geledés – Instituto da Mulher Negra participou, nesta quinta-feira 21, de audiência da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, em Brasília, da qual...

Unilab, universidade pública mais preta do Brasil, pede ajuda e atenção

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) surgiu com a proposta de fazer a integração de alunos de países africanos de língua...

Cotas, sozinhas, não acabam com a desigualdade

Há uma demanda crescente para que as universidades de alto prestígio (ou de elite) aumentem a diversidade étnico-racial e socioeconômica de seus alunos. Nessa...
-+=