Vilma Reis será ouvida na CPI da Violência Urbana

 

A CPI da Violência Urbana vai realizar Audiência Pública para ouvir Vilma Reis, autora da dissertação “As políticas de Segurança Pública implementada nos bairros populares de Salvador e suas representações, 1991-2001”, defendida em 2005. O requerimento para ouvir a socióloga é de autoria do Deputado Federal Luiz Alberto (PT/BA) e foi aprovado na reunião desta terça-feira (15).

“Vilma Reis é uma especialista que tem contato com experiências concretas decorrentes da violência com recorte étnico-racial, é uma gestora pública que acompanha o cotidiano de Salvador e ainda atua como interlocutora de grupos de combate ao racismo e à violência contra a juventude negra”, ressalta Luiz Alberto, que acredita que Vilma Reis tem muito a contribuir com a Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga as causas da violência urbana.

Além da produção da dissertação, com a qual Vilma Reis se tornou Mestra em Ciências Sociais no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH/UFBA), a autora pesquisa e milita na área de segurança pública e direitos humanos há muitos anos. Atualmente, é Coordenadora Executiva do CEAFRO/Programa do CEAO – Centro de Estudos Afro-Orientais da UFBA e presidente do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra.

O Deputado Luiz Alberto também aprovou requerimento, na semana anterior, para ouvir o economista carioca Marcelo Paixão. A Comissão está em fase de elaboração de diagnóstico das causas da violência urbana no país. Os requerimentos apresentados nesta etapa devem colaborar para que os membros da CPI formem um quadro geral do cenário nos centros urbanos brasileiros a partir de relatos, depoimentos, dados e diagnósticos, por exemplo.

+ sobre o tema

Minha Casa, Minha Vida: Governo amplia limite de renda para compra da casa própria

Rendimento mensal máximo sobe de R$ 4.900 para R$...

Sobre leite, achocolatado, bananas e vitamina por Marcos Rezende

Antes de eu saber que era meramente comercial,...

O duplo desafio de Obama

- Fonte: O Estado de São Paulo - Conforme...

Candidaturas coletivas podem acabar já em 2024; a quem isso interessa?

As candidaturas coletivas podem deixar de existir já a...

para lembrar

Mino Carta e a Herança da Casa Grande

Não quero que os ricos chorem, dizia o líder...

Bolsonaro faz da mentira sua tática política sobre a ditadura

Ao presidente cabe esclarecer suas declarações que violam compromissos...

Pesquisa Sensus aponta empate entre Serra e Dilma

Pesquisa Sensus encomendada pelo Sintrapav (Sindicato dos Trabalhadores...

Serra prometeu à Chevron mudar regras do pré-sal

Wikileaks revela que José Serra, então pré-candidato do PSDB...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=