Vinho é o segredo para longevidade, afirma idosa de 112 anos em Américo

Para aposentada de 102 anos de Araraquara, a dica é não ficar parado.
Elas fazem parte dos mais de seis mil centenários que vivem em SP.

No G1 

Uma taça de vinho de vez em quando é o segredo para longevidade, segundo a aposentada Rosa Francisca Florentina de 112 anos que vive em Américo Brasiliense (SP). Já para outra aposentada, Carolina Gregória Gouveia de 102 anos, que vive em Araraquara, o segredo é não ficar parado e trabalhar. As duas idosas estão entre os mais de 6 mil centenários que vivem no Estado de São Paulo, segundo um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os dados do IBGE apontam que o número triplicou no país em um intervalo de cerca de 10 anos. Passou de pouco mais de nove mil em 2002 para mais de 32 mil em 2013.

Para Rosa, além da taça de vinho que toma é necessário ter alegria para viver bastante. “Onde eu moro ninguém fica triste por que eu não deixo. É o dia inteiro de alegria”, disse. A aposentada nasceu em três de junho de 1902 no Rio de Janeiro e mora em Américo Brasiliense há 20 anos.

Nesses 112 anos ela construiu uma família grande. São 12 filhos biológicos, outros quatros adotivos. Entre netos, bisnetos e tataranetos são mais de 100. Hoje ela passa o tempo relembrando as histórias da família.

Ela se casou com 14 anos com um homem mais velho escolhido pela sua mãe. “Casei com um viúvo e vivia muito bem porque ele era sanfoneiro e onde ia me levava. Sentava perto dele, ele tocava sanfona e eu ficava sentada”, relembrou.

Para acompanhar o marido durante as turnês teve que viajar muito e morou em Minas Gerais, em Mato Grosso e em São Paulo. E por isso, gosta de dançar até hoje. Para a neta Maria Rosa Bernardino de Souza, a idosa é um orgulho. “A gente fica muito contente, cuida bem dela por que queremos que ela viva bem mais de 112 anos”, disse.

E depois de tantos anos vividos, Rosa entrega o futuro a Deus. “Peço para ajudar a gente a viver com saúde e felicidade. Vou viver o tanto que Deus quiser, quando ele disser que é hoje. Amém”, contou.

dona_carol

102 anos
Para Carolina, o segredo dos 102 anos é trabalhar. Ela nasceu no dia 15 de fevereiro de 1912, em Araraquara, e tem sete filhos, 10 netos e 10 bisnetos, além do que vai nascer em fevereiro.

Ela credita que chegou a essa idade por ter uma vida ativa, já que sempre trabalhou muito. “Trabalhei em tudo. Lavei roupa, costurei, trabalhei na rocha, carpi de enxada, abanei muito café. Fiz de tudo. Trabalhar é saúde porque circula o sangue e faz bem para o cérebro. É fé em Deus e pé na tabua”, contou.

Saúde
O geriatra Francisco Moretti explicou que a genética pode ser uma das explicações pra uma vida tão longa, mas outros fatores podem ajudar. ”Cultivar hábitos saudáveis, praticar atividade física, manter o convívio social é importante. E a atividade mental, intelectual fazendo exercícios, como palavras cruzadas. Se manter ativo”, disse.

+ sobre o tema

Brasil: teste da linguinha em recém-nascidos passa a ser obrigatório

A partir desta semana, hospitais e maternidades das redes...

Relatório acusa Apple, Samsung e Sony de conivência com trabalho infantil

Anistia Internacional revela que crianças de até 7 anos...

A pena de morte em vigor

Fonte: Rede Pró Brasil -   Sabia-se que...

para lembrar

Projeto ‘combate a discriminação e exclusão da mulher negra no acesso ao atendimento a saúde’

As especificidades da luta da mulher negra são encontradas...

O ICE contrata analista para o Programa Academia ICE

o de Cidadania Empresarial (ICE) nasceu em 1999 com...

Anistia repudia cena de “A Regra do Jogo”; Globo diz que é obra de ficção

A menção do personagem Romero (Alexandre Nero) à Anistia...

Negros ainda têm dificuldade para crescer profissionalmente no Brasil

Os negros ainda sofrem discriminação para conseguir cargos...
spot_imgspot_img

País tem 300,8 mil pessoas em situação de rua, mais de 80 mil em SP

Um levantamento feito pelo Observatório Brasileiro de Políticas Públicas com a População em Situação de Rua, da Universidade Federal de Minas Gerais (OBPopRua/POLOS-UFMG), revelou...

Câncer de pênis: Brasil é considerado o país com maior número de casos do mundo; veja os 6 sinais mais comuns da doença

O Brasil é considerado o país com maior incidência de câncer de pênis no mundo, em especial nas regiões Norte e Nordeste. Este tumor representa...

Geledés participa da 54ª Assembleia Geral da OEA

Com o tema “Integração e Segurança para o Desenvolvimento Sustentável da Região”, aconteceu entre os dias 26 a 28 de junho, em Assunção, Paraguai,...
-+=