quarta-feira, outubro 5, 2022
InícioSem categoria'You Can Touch My Hair' Curta metragem aborda preconceito com cabelo afro

‘You Can Touch My Hair’ Curta metragem aborda preconceito com cabelo afro

Antonia Opiah,  fundadora do portal Un-ruly, estreou recentemente o seu primeiro curta metragem, sobre a exposição natural dos cabelos crespos, o  ‘You Can Touch My Hair’ (Você pode tocar meu cabelo), que foi patrocinado pela Pantene. Opiah, que é Nigeriana, mas  mora atualmente em Nova York, se sensibilizou com histórias de mulheres negras que tiveram seus cabelos naturais tocados por estranhos na rua.

Inspirada nessas experiências, ela levou modelos negras às ruas de Nova York com cartazes dizendo: “Você pode tocar no meu cabelo”. O objetivo de Opiah foi compreender de onde surgiu essa curiosidade, mas o evento levantou mais perguntas do que respostas.

O mais surpreendente deste experimento é que a maioria das mulheres que tocaram nos cabelos das modelos eram negras. “Como se vê, as pessoas que mais parecem reprovar o cabelo natural são mulheres negras”, explicou Opiah.Para ela, é preciso mostrar que o cabelo natural veio para ficar, não é apenas uma moda passageira.

Assista o trailer do curta metragem:

 

Cabelo oprimido é um teto para o cérebro – Alice Walker

Não Cadiveu, eu não preciso de você!

Meu cabelo, o racismo e o mito da caverna

 

 

Fonte: Preciosas Bobagens

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench