Zumbi pede socorro: Querem enterrar o umbigo da Serra da Barriga no Rio de Janeiro

por marcos romão

 

Está chovendo chicote, nas mirradas conquistas do Movimento Negro, que foram promulgadas no Estatuto da Igualdade Racial e  na Constituição dos Cem anos de Abolição em 1988.

Reconhecimento de Zumbi como herói nacional, aniquilamento via AIDINs dos direitos constitucionais dos povos indígenas e quilombolas, ações judiciais contra a ações afirmativas e mais saraivadas de artigos pagos por ruralistas, nas revistas blogs e jornalões, fazem parte do banquete de navio negreiro,  servido à população negra brasileira nos 125 de abolição.

Não bastasse o assassinato sistemático de nossa juventude pelas polícías e milícias em praticamente todos os estados brasileiros.  Aparece agora um advogado do Maranhão, tentando bloquear o primeiro Edital do Minc, que seguindo o Estatuto da Igualdade Racial, aprovado pela Câmara e Senado, pretende distribuir algumas migalhas para artistas e produtores negros, restos do banquete de investimentos, que é servido à empresários falidos, artistas brancos da panelinhas e empreiteiras especializadas em construir 5 estádios em 1, e que ficam prontos para se usar somente uma vez, pois já são construídos para serem reformados, enquanto índio fica olhando debaixo da chuva e gás de pimenta.

Nós da Mamapress, estamos com a impressão que soltaram tudo que é bicho feio,advogados e desembargadores de “porta de cadeia” , para cima de nós negros nos 125 anos de Abolição.

Daqui a pouco vai nos aparecer um causídico propondo revogar a lei Áurea.

Antes que isto aconteça, a Mamapress estará presente, apoiando a convocação da Fundação Palmares-Rio, para nos unirmos para salvar Zumbi e a nossa gente.(MR)

CONVOCATÓRIA

A Fundação Palmares promoverá Reunião dia 23/05, no Rio, sobre ameaças ao dia de Zumbi e Editais de Cultura Negra.

A Presidência e a Representação Regional no Rio de Janeiro da Fundação Cultural Palmares convocam os interessados na preservação e defesa das culturas de matriz africana para uma reunião a ser realizada às 15h do dia 23/05/2013, no DAP/IBGE – Av. Rio Branco nº 257 (esquina com Rua Santa Luzia), salas 605 a 609, Centro, Rio de Janeiro. A reunião terá como temas centrais a defesa do Dia da Consciência Negra e a reafirmação dos Editais Afirmativos do MinC.

A justificativa para tal encontro é a grave ameaça às comemorações do dia de Zumbi, verdadeiro herói da Liberdade brasileira, chefe do Quilombo dos Palmares, ponto de resistência de mais de um século a colonização e escravidão impostas.  O caso se dá por ação da Confederação Nacional do Comércio Serviços e Turismo – CNC, que tenta declarar a inconstitucionalidade da lei 4007/02, que instituiu o dia 20 de Novembro, aniversário de morte de Zumbi, como feriado da Consciência Negra no Rio de Janeiro.  Na reunião serão traçadas estratégias e articulações para o fortalecimento das comemorações e preservação da data, tendo em vista a sua importância.  Sobre os Editais Afirmativos, será debatida a recente suspensão dos mesmos.  Na contramão dos avanços das ações afirmativas e consequente expansão da Democracia, o juiz federal Juiz Federal na 5ª Vara da Seção Judiciária do Maranhão José Carlos do Vale Madeira suspendeu os Editais Afirmativos do MinC.  Estes editais, fruto da pressão da classe artística negra, e uma das mais bem sucedidas políticas desta gestão do Ministério da Cultura visam a atenção a Cultura e Arte negras, pelo incentivo aos produtores afrodescendentes.  Apesar serem somente  R$9 milhões colocados à disposição dos proponentes, os Editais de Cultura Negra foram um grande sucesso, tendo recebido mais de 2300 propostas de artistas e produtores afro-brasileiros de todo o país.

A presença de todos os interessados na preservação e fortalecimento da Cultura e Arte negras, bem como aqueles que atuam em prol da expansão da Democracia é de suma importância.  Esta reunião poderá ser um grande momento para que as demandas da Sociedade Civil possam se fazer presentes na política promovida pela Fundação Palmares e o Ministério da Cultura.

reunião palmares

Fonte: MamaPress

+ sobre o tema

Quem escreve o Brasil?

Não sou especialista em nada. Sou uma Pena...

Seminário Feminimos e Masculinidades: Percursos, Propostas e Desafios para a Equidade de Gênero

Departamento de Sociologia e Laboratório de Pesquisas Sociais Sala 14 do...

Profissionais dos Mais Médicos começam atender periferias e interior em setembro, diz governo

  Entidades médicas brigam na Justiça contra pacote...

para lembrar

Arapongas da ditadura monitoravam movimentos negros

Movimentos sociais e artísticos, como o Black Rio e...

O Estatuto da Igualdade Racial da Bahia mofa há 8 anos na Alba

Nesta semana, onde se comemora o dia internacional...

Seppir: trajetória e postura de Feliciano são preconceituosas e excludentes

  O Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial, órgão...
spot_imgspot_img

Levantamento mostra que menos de 10% dos monumentos no Rio retratam pessoas negras

A escravidão foi abolida há 135 anos, mas seus efeitos ainda podem ser notados em um simples passeio pela cidade. Ajudam a explicar, por...

Racismo ainda marca vida de brasileiros

Uma mãe é questionada por uma criança por ser branca e ter um filho negro. Por conta da cor da pele, um homem foi...

Nós, Negras e Negros somos livres?

Quando paro para pensar em todas as denúncias de racismo que acorreram nos últimos anos, e, a dimensão que as práticas racistas tomaram nas...
-+=