Guest Post »
Pepsi, o mundo está muito chato mesmo! E isso é maravilhoso

Pepsi, o mundo está muito chato mesmo! E isso é maravilhoso

Recentemente a Pepsi lançou o seu novo comercial, trazendo de volta os “limões falantes”, esses que voltaram após 10 anos, desde quando estrelaram nos primeiros comercias da marca. No comercial os “limões” estão conversando sobre o quão o mundo está chato, o quão se sentem incomodados por não poder falar algo preconceituoso e alguém dar uma “canetada”, o dialogo é totalmente em base da ridicularização/inferiorização dos movimentos da minoria, com frases do tipo ” o mundo está muito sensível”, “não fala assim que alguém vai ficar ofendido”.

por Guilherme Gauloski para o Guest Post do Portal Geledés

O sensível que é dito no comercial é para quem? O mundo esta sensível demais né, é chato demais para alguém fazer algum comentário racista, misógino, ou homofóbico, e ninguém revidar o seu comentário. Esta chato demais, quando você coloca uma boneco com o cabelo afro para servir como esponja dentro de um reality show, e a internet se mobilizar contra o ato racista, poxa o mundo esta chato mesmo Pepsi é tudo mimimi, tudo vitimismo, puro exagero.

São aberturas para esse tipo de discurso de vitimização na mídia, que fazem os idiotas terem mais palco e palanque, para fazer o misancene vomitando clichês um atras do outro, banalizando cada vez mais os movimentos sociais da minoria, mediocrizando a lutas dos negros, mulheres, grupo LGBT.

O que chama mais atenção ainda é o engajamento positivo que o comercial teve nas redes sociais, teve comentários como:

“Por favor, entreguem um prêmio ao opressor que bolou este comercial, ele mandou muito bem. Depois que o Mertiolate parou de arder, começou a covardice e frescuragem.

 “Melhor propaganda de todas! Quem foi o publicitário mítico que fez? “, e esse recorte apenas confirma o quão estamos num lamaçal de pessoas ignorantes. 

A Pepsi tentou ser descolada querendo criticar o politicamente correto, e acabou tornando um comercial com limões falantes, o comercial mais desagradável de 2016

Escreva um comentário e participe!

Related posts