sábado, dezembro 3, 2022
InícioQuestões de GêneroViolência contra Mulher103 casos de violência contra a mulher registrados na Paraíba em 2017

103 casos de violência contra a mulher registrados na Paraíba em 2017

Nos seis primeiros meses desse ano, pelo menos 103 casos de violência contra mulher, entre assassinatos, estupro e agressão física, foram registrados na Paraíba, segundo levantamento do Centro da Mulher 8 de Março. Em 2016, foram 185 ocorrências. Pelo menos outros quatro casos de violência, ocorridos em menos de uma semana, entram para as estatísticas.

no PB Agora

O primeiro ocorreu na última terça-feira, em Cabedelo, Região Metropolitana da Capital. Talia Ferreira d Silva, 24 anos, morreu após levar 10 facadas desferidas pelo ex-companheiro da irmã, que também ficou ferida. De acordo com o delegado Hugo Helder Porto Barreto, que investiga o crime, Amanda Cristina Ferreira Martins estava separada há um mês de Sérgio Alcântara, e nesse período, estava morando com a irmã Talia. Na terça-feira, ela foram à casa de Sérgio par buscar pertences de Amanda quando foram atacadas.

As duas foram socorridas no Hospital de Trauma da Capital, onde Talia morreu. Amanda teve um ferimento na região das mãos, e pediu para ser liberada assim que tomou conhecimento da morte da irmã, conforme informou a assessoria do hospital.

Ainda na terça, em Campina Grande, uma promotora de vendas de 26 anos foi espancada e teve os cabelos e as roupas cortadas por três mulheres e um homem. O caso da promotora de vendas ocorreu na frente da casa da própria vítima, no bairro do Catolé. De acordo com a mãe da jovem, três mulheres e um homem bateram na porta da casa perguntando pela vítima, como se a conhecessem.

Ela pediu que o grupo aguardasse, pois a filha já estava chegando. A mãe da jovem relatou que assim que a filha abriu o portão da casa o grupo começou a agredi-la a pauladas. A moça foi arrastada pela calçada e teve as roupas e os cabelos cortados com uma tesoura, enquanto o homem filmava a ação com o celular.

O espancamento só parou quando um senhor que passava na rua conseguiu desarmar a mulher com a tesoura. A mãe aproveitou o momento para puxar a filha para dentro da residência e fechar o portão. Ainda não se sabe a motivação do crime.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench