A invisibilidade do racismo, por Lázaro Ramos

Estou muito feliz e orgulhoso por participar dessa campanha do UNICEF que demonstra claramente o impacto do racismo na infância. É importante chamar atenção de toda a sociedade para um problema invisível para muitos, mas muito real para quem sente, de verdade, na própria pele os efeitos dele.

Crescemos numa sociedade na qual virou lugar comum dizer que o brasileiro não é racista, posto que é um povo multicolor, fraterno e cordial; e que os problemas são de ordem social e financeira apenas. Entretanto, essa campanha inovadora do UNICEF traz luz aos indicadores oficiais que não nos deixam dúvidas. O racismo é real! Existe dolorosamente para milhares de meninos e meninas indígenas e negros.

Esse racismo não se revela apenas no constrangimento imposto, muitas vezes de forma dissimulada, às nossas crianças. Ele se mostra num aspecto ainda muito mais cruel, que é o de violar e impedir que as crianças e os adolescentes realizem os seus direitos de viver, aprender, crescer e se desenvolver plenamente.

Parabéns, UNICEF, pela coragem e pela iniciativa. Essa atitude me deixa ainda mais orgulhoso, pois, se eu já tinha orgulho de ser embaixador do UNICEF, agora tenho mais ainda com a coragem e com o compromisso de vocês, e de todos os parceiros envolvidos, de fazer uma campanha como essa.

Espero realmente que a nossa sociedade possa, definitivamente, “enxergar igualdades num mundo de diferenças”, para fazermos agora um mundo melhor para cada uma das nossas crianças e adolescentes.

Lázaro Ramos

Ator e Embaixador do UNICEF no Brasil

Fonte: Meio Norte

+ sobre o tema

Jessica Alba crítica o racismo em Hollywood

Jessica Alba criticou a indústria cinematográfica de Hollywood ,...

Piracicaba – Violência da PM em ações na periferia gera revolta

No início da noite da última sexta-feira, dia 10...

Atuação da polícia é reprovada por mais de 60% dos brasileiros, diz FGV

Fernanda Cruz da Agência Brasil O relatório sobre a confiança da...

Informe preliminar revela casos de intolerância religiosa

O documento foi lançado na Marcha Nacional pela Liberdade...

para lembrar

Após depoimento de atriz, 30 pessoas terão sigilo quebrado por ofensas a Taís Araújo

Atriz que foi alvo de comentários racistas prestou depoimento...

Luana Piovani sobre Taís Araujo: “Sou blaster sacaneada e xingada na net e nunca saíram em defesa”

Luana Piovani, branca de olhos verdes, ironiza racismo sofrido...

TV Globo nega racismo em foto sobre ‘diversidade’ só com mulheres louras

Dezessete mulheres louras, brancas, de cabelos lisos se enfileiram...

Mais de 1,3 mil pessoas foram mortas em ações policiais no RJ em 2022

Em 2022, 1.327 pessoas morreram em ações das forças de...
spot_imgspot_img

Ministério da Igualdade Racial apresenta aprimoramentos da Lei de Cotas no Serviço Público em seminário na Câmara dos Deputados

Nesta terça-feira (11), a Diretora de Políticas de Ações Afirmativas, Layla Carvalho, representou o Ministério da Igualdade Racial no primeiro painel do Seminário Cotas no Serviço Público, na Câmara dos...

Como é a vida para as mulheres no último país da África sob colonização

Ainda hoje há um país africano colonizado. O Saara Ocidental está ocupado pelo Marrocos desde 1976, depois de quase 90 anos de invasão espanhola, e esteve em guerra...

Revolucionário, mas não é para todos

Passei os últimos dias pensando no significado e na profundidade de uma postagem que li numa rede social contendo a afirmação: "Descansar é revolucionário!"....
-+=