Aos 68 anos, morre Galdino Clemente, militante na criação da lei de cotas em Limeira

Enviado por / FonteG1

Galdino, que sofria de Parkinson, também militou pela implantação do feriado da Consciência Negra, em 20 de novembro, e é autor do livro “Vidas Marcadas”.

Faleceu na manhã desta segunda-feira (27), aos 68 anos, José Galdino de Souza Clemente. Galdino, como era conhecido, foi um militante histórico do movimento negro em Limeira (SP), trabalho também reconhecido no estado e no país. Ao lado de outros ativistas do movimento negro, ele ajudou na implantação da lei de cotas no município e do feriado de 20 de novembro. As informações são da Prefeitura de Limeira.

Galdino também atuou na criação do Conselho Municipal dos Interesses do Cidadão Negro (Comicin), em 1994, colegiado do qual foi presidente, em 2016. Teve militância partidária, sendo presidente do PT de Limeira, além de ocupar cargos em instâncias superiores do partido.

Galdino ainda era atuante em causas culturais, tendo participado da criação de grupos em defesa da cultura vinculados ao afrodescendente. Ele é autor do livro “Vidas Marcadas”, publicado no início de 2020, mas escrito anos antes.

Segundo a administração municipal, o escritor e ativista sofria de Parkinson havia alguns anos. Separado, Galdino deixa os filhos, Patricia, Ticiane, Kwuame e Inaere. Era também pai de Priscila, já falecida. Ainda não existe confirmação de horários e locais de velório e sepultamento.

“Sensibilizados com a notícia do ativista do movimento negro, o prefeito Mario Botion, a primeira-dama Roberta Botion e a vice-prefeita, Erika Tank, transmitem os mais sinceros pesares à família e amigos de José Galdino de Souza Clemente”, comunicou a prefeitura, em nota.

+ sobre o tema

Negro gaúcho. Memória farroupilha ou lanceira? Por Leticia Maria

Por Letícia Maria, Baseado no discurso do senso comum, nas poucas...

Projeto espacial esbarra em comunidades quilombolas no MA

  A empresa estatal binacional ACS (Alcântara-Cyclone Space),...

Espetáculo “Mercedes” retorna aos palcos da sua primeira montagem

Desde a estreia no Sesc Copacabana em 2016, o...

Alicia Keys será coprodutora de peça da Broadway sobre negros

A cantora pop Alicia Keys entrou para a lista...

para lembrar

Concurso elege Negro e Negra Malê 2015

Candidatos a Negro e Negra Malê desfilaram para o público que...

Tássia Reis faz as pazes com o passado em novo single “Pode Me Perdoar”

Artista lança, com exclusividade na Vogue, faixa que antecede...

Há 15 anos, Williams, o único negro, fez história no rúgbi

Em 1995, o então presidente da África do Sul...

Alcione e Djonga são anunciados como primeiras atrações do AFROPUNK Bahia 2023

O AFROPUNK Bahia anunciou as primeiras atrações do evento...
spot_imgspot_img

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...

Nota de pesar: Flávio Jorge

Acabamos de receber a triste notícia do falecimento do nosso amigo e companheiro de militância Flávio Jorge, o Flavinho, uma das mais importantes lideranças...
-+=