segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioÁreas de AtuaçãoDireitos HumanosApós ato da Anistia Internacional na Rocinha, tiros foram ouvidos no alto...

Após ato da Anistia Internacional na Rocinha, tiros foram ouvidos no alto da comunidade

RIO – Após ato da Anistia Internacional na Rocinha, neste domingo, em solidariedade aos filhos do ajudante de pedreiro Amarildo de Sousa, desaparecido há 28 dias, pelo menos três tiros foram ouvidos no alto da favela, na localidade conhecida como “Roupa Suja”. Os tiros assustaram os moradores da comunidade. De acordo com a polícia, os disparos ocorreram por volta das 13h30m.

Depois dos tiros, os policiais da UPP foram até o local para checar denúncias de moradores sobre a presença de bandidos na localidade. Lá, foram recebidos a tiros pelos criminosos. Os policiais revidaram, mas os bandidos fugiram. Segundo nota da PM não houve feridos, prisões ou apreensões na região.

Durante o ato da Anistia Internacional, sob a passarela da Rocinha, foram colocadas no local faixas com a pergunta: “Onde está Amarildo?” e muitas pessoas usaram camisetas com a mesma frase estampada. Após a manifestação, a família de Amarildo seguiu para a casa na favela, acompanhada do deputado estadual Marcelo Freixo, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Alerj.

Por: SIMONE CANDIDA

Wagner Moura dedica prêmio em Festival de Gramado aos filhos de Amarildo

 

Fonte: O Globo 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench