Após decisão da Justiça, cigana leva filha para casa

Bebê tinha sido tirado de seus braços à força por guarda de Jundiaí.
Mulher foi buscar criança em abrigo no começo da noite desta quinta.

A cigana Gervana Dias recuperou no início da noite desta quinta-feira (18) a filha de 1 ano e 2 meses que havia sido levada na segunda-feira (15) para um abrigo público. O juiz Jefferson Barbin Torelli, da Vara da Infância e Juventude de Jundiaí, determinou a apreensão da criança com base na informação de que ela estava sendo explorada pela mãe. Segundo a denúncia, a mulher pedia esmola com a filha no centro da cidade.

O mesmo juiz determinou nesta quinta que a criança fosse devolvida aos pais, após acolher os argumentos de que o casal tem residência fixa e que a criança não sofreu exploração ou maus-tratos. Assim que pegou a criança no colo, ainda na rua, Gervana deu de mamar ao bebê. Antes disso, perguntou para a avó se a menina não estranharia o peito, uma vez que passou quatro dias afastada da família. “Será que ela não vai ficar desconfiada?”, perguntou.

A família embarcou em um Monza preto em direção a Campinas, de onde devem partir ainda nesta semana para Jacutinga, no interior de Minas Gerais. De acordo com o advogado da família, o processo continuará sob acompanhamento do Conselho Tutelar da cidade mineira. A mãe, que diz ganhar dinheiro com a leitura de mãos, afirmou nesta tarde, no Fórum de Jundiaí, que daqui por diante contratará uma pessoa para tomar conta da menina, para evitar novos conflitos com a Justiça.

A Guarda Civil retirou a criança do colo da mãe na segunda-feira (15). As imagens foram gravadas e comoveram o país. Na audiência de conciliação desta quinta-feira, o mesmo juiz que determinou a apreensão acolheu os argumentos da defesa e mandou que a criança voltasse para a mãe.

 

Fonte: G1

 

+ sobre o tema

Salário menor na advocacia é mais frequente entre mulheres e negros

A proporção de advogados na menor faixa salarial da...

Lei que implantou escola cívico-militar em SP fere modelo educacional previsto na Constituição, diz PFDC

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão...

Ação enviada ao STF pede inconstitucionalidade de escolas cívico-militares em SP

Promotores e defensores públicos encaminharam ao Supremo Tribunal Federal...

para lembrar

O engenheiro que quer transformar a periferia onde cresceu

Matheus Cardoso, morador do Jardim Pantanal, na zona leste...

5 mães são agredidas por vestirem seus bebês de vermelho. Vejam os relatos

Em SP, uma mãe recebeu uma pedrada, na altura...

Não silencio sobre direitos e cidadania para não ser cúmplice

Por: FÁTIMA OLIVEIRA Sobrevivesse ou não, deveria "entrar na Justiça" O...

Nova identidade tem CPF como número principal, QR code e abriga dados de outros documentos

O governo federal quer acelerar a corrida para digitalizar a identidade dos brasileiros. A nova CIN (Carteira de Identidade Nacional) representa o fim do RG e da impressão...

ONU pede que Brasil legalize aborto e denuncia ‘fundamentalismo religioso’

Alertando sobre o avanço do que chamou de "fundamentalismo religioso" no Brasil, um dos principais órgãos da ONU que lida com a situação da...

Trump se torna 1º ex-presidente condenado em ação criminal na história dos EUA

Donald Trump se tornou o primeiro ex-presidente considerado culpado pela Justiça em uma ação criminal na história dos Estados Unidos. O veredicto, divulgado nesta quinta-feira (30),...
-+=