Após ser cassado na Câmara de Curitiba, Renato Freitas (PT) é eleito deputado estadual

Enviado por / FonteG1

Freitas recebeu mais de 57 mil votos. Ex-vereador perdeu mandato por quebra de decoro em um procedimento repleto de judicializações. Dias antes da eleição, ministro do STF reverteu cassação.

O ex-vereador de Curitiba Renato Freitas (PT) foi eleito deputado estadual pelo Paraná no domingo (2). Renato teve a candidatura deferida somente no dia 1º de outubro, véspera da eleição.

Ele recebeu 57.880 votos.

A candidatura a deputado estadual de Freitas foi aceita sete dias depois da decisão do ministro Luis Roberto Barroso de restabelecer o mandato dele e anular a resolução que decretou a cassação.

Além de Freitas, quatro vereadores de Curitiba foram eleitos deputados. São Ana Júlia Ribeiro (PT), suplente dele; Denian Couto (Pode) e Flávia Francischini (União), todos deputados estaduais. Já a vereadora Carol Dartora (PT) foi eleita deputada federal.

Pelas redes sociais, Freitas celebrou a vitória.

“Fé em Deus e nas atitudes corretas, o resto é consequência”.

Cassação

Em junho deste ano, Freitas perdeu o mandato na Câmara de Curitiba como resultado de um procedimento administrativo que o acusava de quebra de decoro. Ele respondeu sob a alegação de invadir a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, em fevereiro, durante uma manifestação antirracista.

O processo foi marcado por judicializações.

Em 5 de julho, o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) suspendeu a sessão da CMC que cassou o mandato do vereador. Porém, um mês depois, em 5 de agosto, com 23 votos favoráveis, Renato Freitas perdeu novamente o mandato na Câmara de Curitiba.

A defesa de Freitas levou o caso ao Supremo Tribunal Federal (STF), e em 23 de setembro o ministro Luís Roberto Barroso determinou o restabelecimento do mandato do vereador, o que não tinha sido cumprido até o dia da eleição.

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

Pesquisa revela baixa representação de mulheres e negros no parlamento

Investigação, cujo foco foram as eleições de 2006 e...

A paixão é a melhor das coisas (e também a pior)

Fabio Hernandez Poucas coisas são mais cultuadas que a paixão...

Quénia ou Djibuti: Quem entra no Conselho de Segurança da ONU?

Durante a primeira ronda de votação decorrida nesta quarta-feira...

A cor da Justiça

Na última terça-feira, dia 9, uma notícia mexeu com...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=