terça-feira, dezembro 6, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaEntretenimentoApós trajetória em festivais, “Alice dos Anjos” estreia no circuito Spcine

Após trajetória em festivais, “Alice dos Anjos” estreia no circuito Spcine

Com direção de Daniel Leite Almeida, longa estará presente no Spcine Biblioteca Roberto Santos, CEU Feitiço da Vila e CEU Vila Atlântica

No dia 24 de novembro chega aos cinemas do circuito Spcine “Alice dos Anjos”, longa-metragem de Daniel Leite Almeida, que reconta o clássico de Lewis Carrol, “Alice no País das Maravilhas”, com a presença de elementos regionais do Nordeste.

Com distribuição da Elo Studios e produção da Ato3 Produções, “Alice dos Anjos” traz assuntos atuais e urgentes às telas como educação, luta contra as opressões, coronelismo e meio ambiente. É na luta dos cangaceiros contra a construção de uma usina hidrelétrica, na região de Vitória da Conquista, que a narrativa acontece.

“Alice dos Anjos teve uma jornada incrível nesse percurso com os festivais, sempre atravessando os espectadores de forma encantadora, de todas as idades, colecionamos lindas histórias de pessoas que se emocionaram ao assistir aos filmes, sem contar os prêmios e a boa recepção perante a crítica cinematográfica. Agora chegamos numa nova jornada: a do lançamento comercial da obra, tão fundamental. Esperamos que seja um ciclo lindo de novos encantamentos e que consiga chegar a lugares diversos, periféricos, para que os Severinos que habitam no país consigam se ver na tela para serem tocadas pela magia que só a fábula é capaz de produzir, e sabemos que o circuito SPCine tem a possibilidade de potencializar esse desejo, por toda a sua estrutura, inclusive com salas de Cinema nas periferias de São Paulo”, comenta o diretor.

O filme esteve presente em mais de doze festivais de cinema, com destaque para o 54º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, onde foi premiado em seis categorias, incluindo o de Melhor Filme pelo júri popular e Melhor Filme pela ABRACCINE. Ganhou também o prêmio de Melhor Filme pelo júri popular no 45º Festival Guarnicê de Cinema, em São Luís (MA). As filmagens aconteceram na zona rural de Vitória da Conquista e Anagé (BA) e acompanham Alice, uma garota negra do sertão que, ao invés de um coelho branco, encontra no caminho um bode preto e terá que enfrentar situações tão reais que o desejo é que tudo não passe de um sonho ruim.

Serviço:

Circuito Spcine Biblioteca Roberto Santos – cinesemana 24/11

Circuito Spcine CEU Feitiço da Vila – dias 24, 27 e 30/11

Circuito Spcine CEU Vila Atlântica – dias 24, 27 e 30/11

Sinopse

No quintal da casa de sua avó, no sertão nordestino, Alice dos Anjos (Tiffanie Costa) encontra um apressado bode preto que usa terno e gravata. Tentando alcançá-lo, a menina cai em um buraco e é transportada para um mundo mágico, repleto de personagens malucos e muitas aventuras. Em uma livre e divertida adaptação de “Alice no País das Maravilhas”, Daniel Leite Almeida combina diferentes figuras e temas do imaginário brasileiro à clássica história de Lewis Carroll. (G. B.).

Trailer: 

YouTube video

EQUIPE TÉCNICA:

Direção: Daniel Leite Almeida

I Ass. Direção: Maya Chacon

II Ass. Direção: Rayane Teles

Continuísta: Pedro Hahn

Ass. de Direção de Pré-Produção: Breno Ferreira 

Roteiro: Daniel Leite Almeida

Consultor de Roteiro: Ivan Jaf

Produtor de elenco: Caio Andrei

Preparadora de Elenco: Melissa Lopes

Preparadora Vocal: Thais Carvalho

Storyboard: Bruna Matos

Desenhos de abertura: Duba

Produtores Executivos: Daniel Leite Almeida, Filipe Brito, Isac Flores e Rayssa Coelho

Assistente de Produção Executiva: Lucas Farias

Produtores Executivos de Pré-Produção: Tamara Chéquer, Filipe Brito e Rayssa Coelho

Assistentes de Produção Executiva de Pré-Produção: Isac Flores e Ivana Lima e Silva

Controller: Aline Fontes

Diretora de Produção: Dayane Queiros

Ass. De Direção de Produção: Isac Flores

Platô: Amaral Mateus

Assistente de Platô: Bruno Grigati

Produtora de locação: Maria Andreia Santos

Produtores de locação de pré-produção: Filipe Brito e Tamara Chéquer

Diretora de Arte: Luciana Buarque

Assistentes de Direção de Arte: Thalita Pinto Sousa e Lara Torres Simões

Cenógrafo: Adriano Siqueira

Assistente de Cenografia: Alice Mendes

Produtor de objeto: Vinícius Pessoa

Assistente de Produção de Objeto: Saulo Goveia e Marina Ferraz

Pintor Artístico: Diego Alcântara

Cenotécnico: Anísio Vieira

Figurinista: Lívia Liu

Ajudante de Figurino: Lene Lima

Assistente de Figurino: Denis Martins

Costureiras: Eusa Costa Silva de Jesus e Valéria Almeida

Maquiagem: Claudia Riston

Assistente de maquiagem: Shirley Ferreira

Cabelo: Ian Henrique

Diretora de Fotografia: Cris Lyra

I Assistente de Fotografia/ Foquista: Filipe Sobral

II Assistente de Fotografia: Fanny Oliveira

Logger/Vídeo Assist: Kauan Oliveira

Chefe de Maquinária e Elétrica: Luiz Humberto Ribeiro Campos

Assistente de Maquinária: Now Bala (José Glauco Menezes Pinheiro)

Assistente de Elétrica: Francisco de Assis Nunes da Costa

Foto Still: Rogério Luiz Oliveira

Macking-off: L.H. Girarde

Técnico de Som: Márcio Bertoni

Microfonistas: Daniel Guerreiro e Danilo Araújo

Trilha Sonora Original: João Omar

Editores e Montadores: Kauan Oliveira e Daniel Leite Almeida

Diretor de pós Produção: Jorge Pereira

VFX Producer: Arthur de Aveiro

Supervisor de efeitos no SET: Cristian de Jesus

Conform: Vitor Cavalcanti

Composição de imagem: Jorge Pereira, Cristian de Jesus, Diego Ruiz, Vitor Cavalcanti

Color Grading: Jorge Pereira

Suporte Técnico: Uirá Vilanova

Desenho de som: Danilo Carvalho

Mixagem: Lucas Coelho e Danilo Carvalho

ELENCO:

Tiffanie Costa, Fernando Alves Pinto, Cris Magalhães, Pajé Aripuanã, Vicka Matos, João Pedro Costa, Neto Cajado, Alan Miranda, Dayse Maria, Cristiano Martins, Rerbert Viana, Werbert Viana, Ricardo Fraga, Thiana Barbosa, Rogério Leandro.[

Daniel Leite Almeida

Produtor Executivo/ Diretor/ Roteirista/ Editor e Montador

Escritor, roteirista, diretor, cineasta, nasceu em 23 de Maio de 1991, na cidade de Aragarças – GO. Graduando em Cinema pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, e graduado em Letras pela Universidade Federal do Mato Grosso. Co-fundador da Ato3 Produções, produtora independente de Cinema da cidade de Vitória da Conquista, interior da Bahia. Dirigiu Patrício, selecionado para duas mostras latino-americanas, sendo: I Festival Luz do Cinema, em Curitiba – PR, e 13ª Mostra do Audiovisual Universitário, em Coxipó – MT, e para o 5º Festival de Cinema Baiano, em Ilheus – BA. Dirigiu e escreveu o micro-metragem Janela de Naim, selecionado para o Festival Internacional de Filmes Curtíssimos 2015, em Brasília – DF. Assina a edição e a produção de A percepção de um olhar, documentário de Isac Flores que recebeu 5 indicações no Festival OnLine 2015, entre eles o de melhor edição e melhor documentário. Co-dirigiu o curta-metragem Solo Seco e Rachado, selecionado para o I Pocazói Festival de Cinema, tendo sido premiado como melhor filme do Sudoeste da Bahia, e XIV Mostra de Cinema Conquista. Assina Roteiro, Direção e Produção Executiva de Alice dos Anjos, longa-metragem selecionado pelo Ministério da Cultura em um edital de produção de filmes B.O. Infanto-Juvenil de 2016, e ainda como Produtor Executivo trabalha em Dois Sertões, filme Documentário de Caio Resende selecionado  no edital do Canal: Curta! com o Prodav 02, ambos em processo de pós-produção. Trabalha como Roteirista Principal no projeto Memórias de Sangue: O vampiro que descobriu o Brasil, série televisiva selecionada no Edital de 2018 de Desenvolvimento de Roteiro do Ministério da Cultura com o tema 200 Anos da Independência do Brasil. Assina como produtor executivo os curta-metragens: Veneno, de Kauan Oliveira; O ovo, de Rayane Teles; O sonho de Zezinho, de Edmundo Lacerda; Bicho, de Shirley Ferreira; Território das cercas, de Ricardo Fraga; Central de Memórias, de Rayssa Coelho e Filipe Brito; Entre o ninho e as andorinhas, onde assina, também, direção e roteiro; Curta-metragens esses que fazem parte de um projeto de produção coletiva de curtas do Sudoeste da Bahia, selecionado no edital de Prêmio Jorge Portugal categoria Produção, lançado pelo governo do Estado da Bahia pela Lei Aldir Blanc no ano de 2021. É produtor executivo do longa-metragem O CANTO DA CIGARRA, de Rayane Teles, selecionado no Edital Prêmio Jorge Portugal na categoria de Desenvolvimento e premiado na edição de 2020 do Nordestelab. É criador e idealizador do REC CONQUISTA, projeto de fomento e produção audiovisual de jovens realizadores da cidade de Vitória da Conquista (Bahia) de forma colaborativa e sustentável; e da USINA AUTORAL, projeto de estudo e escrita criativa de roteiro em grupo. É um dos produtores do I CINE EM TRANSE, Festival de Cinema do Sudoeste da Bahia, selecionado no Edital de Prêmio Jorge Portugal na categoria de Difusão.

Ato3 Produções

A Ato3 Produções é uma produtora independente de Cinema e Audiovisual da cidade de Vitória da Conquista, interior da Bahia, e que desenvolve projetos de ficção e documentários para Cinema e Televisão, em diversos formatos. É responsável pela produção de curtas e longas exibidos e premiados em Festivais Nacionais e Internacionais (Festival de Brasília, Olhar de Cinema, Festival de Cinema de Cartagena, Panorama Coisa de Cinema, Mostra de Cinema de Tiradentes, Goiânia Mostra Curtas, entre outros), e de projetos de séries para TV (Prefácio, no Canal Futura, entre outros).

Elo Studios

ELO STUDIOS é um estúdio audiovisual que desenvolve, produz, e distribui conteúdos que representam a diversidade do público brasileiro e que buscam entreter e impactar positivamente a audiência. Desde 2005 distribuiu mais de 500 títulos de todas as regiões do Brasil, incluindo filmes de grande sucesso de bilheteria, distribuídos em mais de 100 países e premiados internacionalmente.

Focada em conectar ideias, criadores e talentos, a ELO STUDIOS possui produções originais como “Desafio Impossível” (Disney +), “Trace Trends” (Globoplay), “You are not a soldier” (HBO Max” , “Brasil de Imigrantes” e “A Verdade da mentira” (History). Para os próximos anos, a Elo Studios produzirá mais de 10 projetos, de diferentes gêneros e formatos, resultado de sua curadoria e conexão com talentos e parceiros.

Em 2022, a ELO STUDIOS distribuiu o filme “Medida Provisória”, de Lázaro Ramos, tendo alcançado grande sucesso de público e crítica. É também responsável por iniciativas que valorizam a diversidade de histórias na frente e atrás das telas, como o SELO ELAS – que atendeu mais de 40 diretoras em cinco anos.

Em 2023 distribuirá mais de 14 lançamentos nos cinemas, incluindo “Depois da Saideira”, (comédia estrelada por Thati Lopes), “De Repente Miss” (co-distribuição ELO STUDIOS e Sony Pictures, com Fabiana Karla e Giulia Benite), “Madame Durocher” (com Mateus Solano, e as premiadas Marie-Josée Croze e Sandra Corveloni), e “Viva a Vida” (dirigido por Cris D’amato e estrelado por Thati Lopes, Rodrigo Simas).

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench