Após vitória, Ronaldinho Gaúcho ensaia adeus: ‘Quero sair do Flamengo pela porta da frente’

Personagem principal de uma turbulenta semana rubro-negra, o craque Ronaldinho Gaúcho foi também protagonista do clássico entre Flamengo e Vasco. O camisa 10 anotou o gol da vitória do clube rubro-negro sobre o rival, por 2 a 1, na tarde deste sábado, no Engenhão. Após marcar o pênalti nos acréscimos, o craque deu sinais de que o adeus pode estar próximo em entrevista ainda dentro de campo.

Cercado por dezenas de jornalistas ao fim da partida, o jogador deu declarações enigmáticas, já que sua permanência na Gávea é incerta. O jogador tem contrato até julho de 2014, mas existe uma grande possibilidade de o vínculo entre Ronaldinho e Flamengo ser rescindido nos próximos dias.

“Estava com saudade de ganhar. E no Flamengo é assim, tem que dar um algo mais. Sempre fui tratado com carinho pela torcida, desde que cheguei ao clube e quero sair daqui assim, pela porta da frente” disse Ronaldinho, sem entrar em detalhes sobre uma possível saída.

Insatisfeito com o ambiente no Flamengo após a derrota para o Emelec na Copa Libertadores, Ronaldinho Gaúcho irá pedir rescisão de seu contrato com o clube, conforme informou o UOL Esporte na quinta-feira. O camisa 10 deseja deixar o Rubro-Negro por causa da pressão e dos protestos organizados pelos torcedores nos últimos dias. Ele só espera a definição do futuro do Flamengo na Libertadores e no Estadual do Rio para confirmar a saída. Os dirigentes estão desesperados com a possibilidade de perder o craque.

A presidente Patricia Amorim considera que a saída de Ronaldinho seria um fracasso para a sua gestão. O ano de 2012 ainda é eleitoral, e a rescisão com o Gaúcho é péssima para a sua imagem.

Além disso, ter o jogador durante pouco mais de um ano e encerrar um contrato que vale até o final de 2014 sem garantir um patrocinador forte ou fazer uma grande jogada de marketing vinculada à imagem de Ronaldinho também seria preocupante para os cartolas rubro-negros.

Após a derrota para o Emelec, Ronaldinho se tornou o principal alvo dos torcedores. Com ovos, os rubro-negros esperaram pela delegação no desembarque no Rio de Janeiro na quinta-feira, mas não encontraram os jogadores. No dia seguinte, eles foram ao centro de treinamento do clube e atacaram o ônibus da equipe com ovos. Apenas Felipe – do time titular – estava dentro do veículo. A concentração do Flamengo, na Barra da Tijuca, também foi palco de protestos. Na sexta-feira à noite, torcedores foram ao hotel com faixas e instrumentos para criticar o desempenho dos atletas.

Fonte: Jornal de Luzilndia

+ sobre o tema

Futebol feio, racismo gaúcho e baladas

Jornal GGN – O ex-jogador Paulo Cézar Caju concedeu...

Gilberto Gil dá atestado de vida em ‘OK OK OK’, disco cercado pela família

Álbum mostra busca pela melhor rima e decisão de...

Publicação mapeia práticas africanas na Mangueira

Levantamento feito pela ONG Arte de Educar será lançado...

Exposições tentam romper barreiras à presença negra nas artes visuais

'Histórias Afro-Atlânticas', em cartaz em São Paulo, é o...

para lembrar

Aparição distorcida do negro na literatura reforça preconceito

Os escritores Nei Lopes, Conceição Evaristo, Paulo Lins e...

“Gosto de falar de racismo porque há quem pense que tudo vai bem”

O ex-jogador francês Lilian Thuram trocou o futebol pelo...

Cristiano Ronaldo dedica o título europeu a todos os imigrantes

Cristiano Ronaldo não é craque apenas dentro do campo....
spot_imgspot_img

Aos ‘parças’, tudo

Daniel Alves da Silva, 40 anos, 126 partidas pela Seleção Brasileira, 42 títulos, duas vezes campeão da Copa América e da Copa das Confederações,...

Mbappé comunica ao PSG que vai sair do clube ao fim do contrato

Mbappé comunicou à diretoria do Paris Saint-Germain que vai deixar o clube ao fim do contrato, o qual se encerra em junho. A informação foi dada...

Costa do Marfim venceu o CAN 2024

Já é conhecido o vencedor da 34ª edição do Campeonato Africano das Nações de futebol: a Costa do Marfim. Primeira parte: vantagem Nigéria A selecção nigeriana, que tinha...
-+=