Tag: futebol

    Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, presidente da Ponte Preta, usa camisa manifestando intenção de ter 'democracia racial' dentro do clube Foto: Valéria Gonçalvez / Estadão Conteúdo

    Nova diretoria da Ponte Preta busca ‘democracia racial’ no clube

    Time de Campinas é o único presidido por um negro entre os times das Séries A e B do Brasileirão e luta por mais inclusão Por Gonçalo Júnior, do Estadão Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, presidente da Ponte Preta, usa camisa manifestando intenção de ter 'democracia racial' dentro do clube Foto: Valéria Gonçalvez / Estadão Conteúdo Sebastião Arcanjo, presidente da Ponte Preta, chegou ao estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, com uma camiseta cinza de tecido leve por causa do calorão e uma estampa chamativa. Dois punhos erguidos, um branco e um negro, o símbolo da Ponte Preta e a frase: primeira democracia racial do futebol brasileiro. O lema quer unir o presente e o passado. Tiãozinho, como é conhecido, é o único negro entre os 40 presidentes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro. Paralelamente, o clube pede à Fifa que seja reconhecida como primeiro clube ...

    Leia mais
    Roger Machado e Marcão se cumprimentam no Maracanã.THIAGO RIBEIRO (AGIF)

    Cotas raciais, um caminho para melhorar o futebol

    Regras que incentivem contratação de técnicos negros podem tornar o esporte mais inclusivo e, ao mesmo tempo, conferir racionalidade às escolhas no comando dos times Por BREILLER PIRES, Do El País Roger Machado e Marcão se cumprimentam no Maracanã.THIAGO RIBEIRO (AGIF) O tema é complexo, mas, em algum momento, precisa ser discutido por clubes e federações de futebol. Na última edição da Série A do Campeonato Brasileiro, apenas três técnicos negros comandaram equipes, sendo que dois deles (Marcão e Dyego Coelho) trabalharam como interinos. Somente Roger Machado, do Bahia, continua no comando este ano. Coelho deu lugar a Tiago Nunes no Corinthians. Apesar do melhor aproveitamento entre os três treinadores do Fluminense na temporada, Marcão não foi cogitado para permanecer e retornou à condição de auxiliar, substituído por Odair Hellmann. Há um claro privilégio a brancos em posições de liderança, reflexo de um país onde só ...

    Leia mais
    Sebastião Arcanjo é novo presidente da Ponte — Foto: Carlos Velardi/ EPTV

    Ponte Preta acena na contramão do futebol brasileiro com um inédito presidente negro

    Conhecedor do histórico pontepretano contra o racismo, o mandatário Tiãozinho busca usar o cargo para implementar uma política de inclusão racial dentro do clube Por Diogo Magri, do El País Sebastião Arcanjo é novo presidente da Ponte — Foto: Carlos Velardi/ EPTV A Ponte Preta é um dos clubes que se destacam historicamente no combate ao racismo dentro do futebol brasileiro. Logo em 1900, 12 anos após a abolição da escravatura, o primeiro time principal da Macaca contava com Miguel do Carmo, negro e jogador de futebol, antes de qualquer outra equipe do país, motivo pelo qual os pontepretanos reivindicam o título de primeira democracia racial no esporte do Brasil. Apesar do pioneirismo, a equipe campineira demorou mais de um século para eleger um negro como representante máximo da instituição. Foi apenas em novembro de 2019, quando Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, herdou o cargo de presidente ...

    Leia mais
    Foto: Laurence Griffiths / Getty Images

    Sadio Mané é eleito o melhor jogador africano de 2019

    O atacante senegalês do Liverpool Sadio Mané foi eleito nesta terça-feira o melhor jogador africano de 2019, em uma cerimônia que aconteceu em Hurghada, no Egito. No ISTOÉ Sadio Mané  (Foto: Laurence Griffiths/Getty Images) Mané foi um dos destaques da temporada histórica do Liverpool, na qual os ‘Reds’ venceram a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes, além de alcançarem o vice-campeonato da Premier League. Sané também levou a seleção senegalesa à final da Copa Africana de Nações de 2019 no Egito, perdendo a final para a Argélia por 1 a 0. Na votação, o jogador senegalês ficou à frente de seu parceiro de Liverpool, o egípcio e também atacante Mohamed Salah, além do argelino Riyad Mahrez, atacante do Manchester City que liderou sua seleção na conquista do título continental. É a primeira vez que Mané, de 27 anos, recebe esse prêmio que foi entregue ...

    Leia mais
    Reprodução/Twitter

    Flamengo fatura R$ 857 milhões. E luta para não pagar por meninos mortos

    Jamais um clube brasileiro ganhou tanto. Em 2020 chegará a R$ 1 bilhão. Mas se nega a gastar R$ 24 milhões com os meninos mortos na sua concentração Por COSME RÍMOLI, do Esportes  Reprodução/Twitter Jamais um clube brasileiro faturou R$ 857 milhões em uma só temporada. Nenhum na América do Sul. Mas também nunca qualquer equipe do mundo sofreu um incêndio tão terrível em um improvisado dormitório, junção criminosa de contêineres. Sem qualquer alarme de incêndio. Bastava um para evitar a desgraça. Onde deveria oferecer segurança, proteção, criou de maneira involuntária, e irresponsável, uma terrível armadilha, que matou dez meninos. As mortes foram terríveis. Os meninos, entre 14 e 17 anos, morreram asfixiados pela fumaça tóxica dos contêineres facilmente inflamáveis ou tiveram seus corpos completamente queimados. Foram surpreendidos na concentração do Ninho do Urubu, que funcionava sem o aval da prefeitura do Rio de Janeiro, às ...

    Leia mais
    Alexandre Vidal/Flamengo/Divulgação

    Thuler e Lincoln: quando o racista é seu amigo

    Durante uma live no instagram entre os jogadores do Flamengo, Vinícius Souza e Lincoln, o também jogador do Flamengo, Matheus Thuler chamou o Lincoln de “macaco”.  Vinicíus Souza e Matheus Thuler estão passando férias no Rio Grande do Norte, ao perceber que a conversa ocorria entre Vinícius Souza e Lincoln, Matheus Thuler o chama de macaco, logo após é repreendido por Vinícius Souza, que diz “que é isso cara”, na sequência do vídeo Matheus Thuler fala com Lincoln “eaí preto”.  A live que durou apenas 23 segundos acabou sendo encerrada em seguida pelo jogador Vinícius Souza. por Henrique Oliveira no Rever Online Alexandre Vidal/Flamengo/Divulgação Em função das críticas na rede social, Matheus Thuler fez postagens em seus perfis no instagram e twiiter, pedindo desculpas, no entanto, não pediu desculpas diretamente a Lincoln, mas sim a quem o estava criticando e “se sentiu ofendido.“ “Te amo, irmão! ...

    Leia mais
    O goleiro Jean, que veio do Bahia, durante treino no São Paulo - Ronny Santos - 5.fev.2018/Folhapress

    São Paulo decide rescindir com Jean, acusado de agredir esposa

    Denúncia foi feita por Milena em vídeo durante a madrugada desta quarta (18) Por João Gabriel, da Folha de S.Paulo O goleiro Jean, que veio do Bahia, durante treino no São Paulo  (Foto: Ronny Santos - 5.fev.2018/Folhapress) O São Paulo definiu que vai rescindir seu contrato com o goleiro Jean, que está preso nos Estados Unidos, acusado de ter agredido sua esposa. A decisão foi tomada em uma reunião da diretoria que totalizou mais de dez horas nesta quarta-feira (18), após o clube ficar sabendo do ocorrido pelas redes sociais e pela imprensa. O vínculo com o atleta de 24 anos tinha término previsto para dezembro de 2022. A informação foi dada pelo site Globoesporte.com e confirmada pela Folha. Em nota oficial divulgada na noite de quarta, o clube disse ter mesmo escolhido o futuro do jogador, embora não possa anunciá-lo neste momento. "O São Paulo ...

    Leia mais
    Ronny Santos - 5.fev.2018/Folhapress

    Goleiro Jean, do São Paulo, é preso nos EUA acusado de agredir a mulher

    Milena Benfica, mulher do goleiro, se trancou no banheiro do hotel na Flórida, onde estavam hospedados, para pedir ajuda pelas redes sociais. Do Jornal Nacional  Goleiro Jean (Foto: Ronny Santos - 5.fev.2018/Folhapress) O goleiro Jean, do São Paulo, está preso no estado americano da Flórida, acusado de agredir a mulher dele. “Eu estou aqui em Orlando e olha o que Jean acabou de fazer comigo. Jean acabou de me bater! Ai, meu Deus”. Milena Benfica, mulher de Jean, se trancou no banheiro do hotel na Flórida para pedir ajuda pelas redes sociais. “Gente, socorro. Minha mãe, calma, eu estou bem. Mas olha para isso, gente. Jean, goleiro do São Paulo, olha o que ele fez comigo, eu quero justiça”. Nessa hora, uma voz masculina pergunta: “Você vai fazer isso com sua filha?”. “Eu quero justiça. Olha o que ele está fazendo comigo, ele está falando aqui ...

    Leia mais
    blank

    Bahia honra sangue negro e assume ponta contra elitização do futebol

    O desenvolvimento do futebol está associado com os movimentos da classe trabalhadora no Reino Unido. O Manchester United, maior campeão inglês de todos os tempos, foi fundado por um ferroviário. Cidades industriais como Birmingham e Newcastle também tinham forte identificação com o esporte. Por Kauê Vieira, do Hypenees A relação entre a classe trabalhadora e o futebol teve um ponto de inflexão em uma desgraça que marcou para sempre a forma com que os britânicos acompanhavam seus clubes do coração. O desastre de Hillsborough, que matou 96 pessoas durante uma partida do Liverpool, foi o álibi perfeito para a elitização do esporte – movimento comandado com mão de ferro por Margareth Thatcher durante o início da década de 1990. Thatcher é acusada de iniciar gentrificação do futebol inglês (Foto: PA Archive/Reprodução) Para se ter ideia dos efeitos da gentrificação, entre 1990 e 2008 os preços dos ...

    Leia mais
    Arte GloboEsporte.com

    Cresce número de casos de injúria racial no esporte brasileiro

    Dados do Observatório da Discriminação Racial apontam 47 ocorrências em 2019 ante 44 no ano passado Por Gonçalo Junior, do Terra Arte GloboEsporte.com Depois que foi chamado de "macaco" pelos irmãos Adrierre e Natan Siqueira da Silva e recebeu uma cusparada no rosto, o segurança Fábio Coutinho não queria contar para ninguém. O vigilante temeu que não acreditassem na sua versão, pois não sabia que a agressão havia sido filmada. Hoje, ele fala sobre o tema por acreditar que está no meio de uma causa coletiva, que casos de injúria racial continuam a acontecer, mas evita ver o vídeo do dia 10 de novembro feito nas arquibancadas do Mineirão. As dificuldades de Fábio estão mesmo inseridas em um contexto mais amplo: o aumento dos casos de injúria racial no esporte brasileiro em 2019. O Observatório da Discriminação Racial, entidade dedicada a pesquisar e discutir o tema, ...

    Leia mais
    blank

    Novo caso de racismo com Balotelli agora vem do próprio presidente

    Massimo Cellino foi irônico e usou tom racista ao falar sobre os casos que o atacante vem sofrendo no Campeonato Italiano Na Veja O atacante Mario Balotelli durante partida entre Brescia e Internazionale de Milão, válida pelo Campeonato Italiano - 29/10/2019 (Daniele Mascolo/File Photo/Reuters) Mario Balotelli foi mais uma vez alvo de racismo no futebol italiano. Nesta segunda-feira, 25, não teve que ouvir insultos das arquibancadas ou impropérios de rivais em campo. O próprio presidente do Brescia, clube que o atacante defende desde o início da atual temporada, se dirigiu ao jogador de forma pejorativa e irônica antes de uma coletiva de imprensa. “É negro, o que devo dizer? Está trabalhando para se clarear, mas está com dificuldade”, afirmou Massimo Cellino à câmera de um repórter italiano antes de assumir o microfone principal e começar a coletiva. #TMW - Che ci dice su #Balotelli? #Cellino: "Che ...

    Leia mais
    Bruno Henrique comemora gol na Libertadores em homenagem ao filho Lorenzo.ALEXANDRE VIDAL (CRF)

    Bruno Henrique, dos campos de terra em Belo Horizonte a melhor jogador da América

    Eleito o craque da Libertadores, atacante rubro-negro jogou na várzea até os 21 anos Por Breiller Pires, do El País Bruno Henrique comemora gol na Libertadores em homenagem ao filho Lorenzo. (Foto: ALEXANDRE VIDAL/CRF) “Já viu o tanto que esse menino joga?”. Essa era a frase mais utilizada para se referir, no começo da década, a um jovem fenômeno do futebol amador de Belo Horizonte. Apelidado de Juninho Neymar, pelo cabelo inspirado no então atacante do Santos e o estilo irreverente, ele não vingou como atleta profissional —ao contrário de Bruninho, seu irmão mais novo que acaba de ser aclamado melhor jogador da América. Bruninho é Bruno Henrique Pinto, atacante do Flamengo que iniciou a jogada do gol de empate contra o River Plate na final da Libertadores. Há sete anos, formava ao lado do irmão Juninho a dupla de ataque do Inconfidência, time amador do ...

    Leia mais
    Krasimir Balakov deixa o comando da Bulgária — Foto: Reuters

    Técnico da Bulgária segue dirigente e pede demissão após polêmica por racismo de torcedores

    Krasimir Balakov deixa cargo junto a diretores, um dia depois de presidente da federação renunciar. Declarações amenizando gritos em jogo contra Inglaterra repercutiram mal No GE Krasimir Balakov deixa o comando da Bulgária — Foto: Reuters A crise que estourou na Federação Búlgara de Futebol, após manifestações racistas de torcedores em jogo contra a Inglaterra, ganhou mais um capítulo importante. O treinador da seleção do país, Krasimir Balakov, pediu demissão do cargo nesta sexta-feira, dias depois de o presidente da entidade renunciar ao cargo. Outros diretores também teriam decidido abrir mão de seus postos, segundo a "Sky Sports". A saída de Balakov do comando do time ocorre dias depois de uma derrota por 6 a 0 para a Inglaterra, em jogo que ficou marcado pelas manifestações preconceituosas de torcedores no Estádio Vasil Levski, na capital Sofia. Após a partida, o treinador deu declarações amenizando os gritos ...

    Leia mais
    blank

    “Pra que quero 10 Ferraris? Prefiro construir escola”, diz jogador do Liverpool

    Sadío Mané é, indiscutivelmente, um dos maiores atacantes da atualidade no futebol. O jogador que representa o Liverpool, da Inglaterra, e foi recentemente campeão da ‘Liga dos Campeões da Europa’, tem uma conta bancária de astro do futebol, mas, ao contrário do que diz a regra, não é muito bem o cara da ostentação. Por Yuri Ferreira, Do Hypeness (Foto: Reuters) Mané é natural do Senegal e nunca esqueceu suas raízes. Segundo ele, para quem veio da pobreza e já passou fome, não faz sentido ostentar riquezas. “Para que quero 10 Ferraris, 20 relógios com diamante e dois aviões? O que faria isso pelo mundo? Eu passei fome, trabalhei no campo, joguei descalço e não fui ao colégio. Hoje posso ajudar as pessoas. Prefiro construir escolas e dar comida ou roupa às pessoas pobres”, disse o atacante do Liverpool em entrevista à Teledakar. Sadío faz ações ...

    Leia mais
    Mauro Silva, vice-presidente da Federação Paulista de Futebol.ALEXANDRE BATTIBUGLI

    A barreira à ascensão dos dirigentes negros no alto escalão do futebol

    Dominado por presidentes e executivos brancos, cúpula da bola reproduz racismo que dificulta trajetória. Entre os 20 clubes que disputam a Série A, apenas Goiás e Grêmio mantêm diretorias de futebol chefiadas por negros Por Breiller Pires, do El País Mauro Silva, vice-presidente da Federação Paulista de Futebol. (Foto: ALEXANDRE BATTIBUGLI) Mauro Silva perdeu o pai aos 12 anos. A mãe, Luzia, não deixou de incentivá-lo a perseguir o sonho de se tornar jogador, desde que cumprisse uma outra obrigação: “Só vai jogar bola se estudar”. Em Campinas, enquanto treinava nas categorias de base do Guarani, o volante cursou processamento de dados no colégio técnico e concluiu a faculdade de informática antes de conquistar o tetracampeonato mundial com a seleção brasileira. Ele observa que a formação, complementada por especializações em finanças e gestão no futebol após encerrar a carreira nos gramados, foi fundamental para que se ...

    Leia mais
    Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

    A lucidez de Roger Machado, treinador do Bahia, ao expôr as raízes do racismo no futebol brasileiro.

    É notória a escassez de treinadores negros no futebol brasileiro. Atualmente há três deles entre os 40 clubes que disputam as séries A e B do campeonato brasileiro. Por Marcos Sacramento, do DCM Roger Machado (Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia) Um deles é Roger Machado, do Bahia, que junto com Marcão, do Fluminense, vestiu a camisa do Observatório da Discriminação Racial no Futebol durante o jogo entre as duas únicas equipes com técnicos negros nesta edição do Brasileirão. Após a partida, na entrevista coletiva, Roger comentou a ação feita a convite do Observatório. O resultado foi uma síntese das consequências do racismo estrutural na sociedade brasileira, verdadeiras barreiras no acesso aos negros a espaços de poder. Uma aula de Roger Machado. pic.twitter.com/rJeKNU7NQt — Sem Firulas (@sem_firulas) October 13, 2019 “Não deveria chamar atenção dois treinadores negros na área técnica, depois de ser protagonistas dentro do ...

    Leia mais
    Imagem Geledés

    Ataques racistas a atletas podem provocar mudanças nas redes sociais

    Twitter vai se reunir com o Manchester United para discutir o assunto Por Daniele Bellini, do O Estado de S.Paulo Imagem Geledés Os recentes insultos racistas a jogadores de futebol na Inglaterra podem provocar mudanças no acesso e utilização das redes sociais. O Twitter, por exemplo, já anunciou que vai se reunir com o Manchester United para discutir o assunto. "Sempre mantivemos um diálogo aberto e saudável com nossos parceiros neste âmbito, mas sabemos que precisamos fazer mais para proteger nossos usuários. O comportamento racista não tem lugar na nossa plataforma e nós o condenamos veementemente. Para isso, esperamos trabalhar mais próximos a nossos parceiros para desenvolver soluções em conjunto para essa questão", disse o Twitter em um comunicado à imprensa. Em menos de uma semana, a Inglaterra teve três casos de ataques racistas nas redes sociais envolvendo jogadores de clubes importantes no país, o Manchester ...

    Leia mais
    Pai de Christian guarda troféus e uniformes usados pelo filho.FERNANDO SOUZA

    “O Flamengo gasta 200 milhões para contratar jogadores. E eu vou chorar a vida inteira pelo meu filho”

    Seis meses após incêndio no Ninho do Urubu, familiares dos garotos mortos se indignam com a diretoria rubro-negra, que rejeitou acordo por indenizações, mas segue investindo alto no futebol Por BREILLER PIRES, do El País  Pai de Christian guarda troféus e uniformes usados pelo filho. (Foto: FERNANDO SOUZA/El País) No último domingo, Cristiano Esmério passou seu primeiro Dia dos Pais sem a companhia do filho Christian, que, aos 15 anos, foi um dos dez garotos mortos pelo incêndio no centro de treinamento do Flamengo. “Nós éramos muito apegados. Queria que estivesse aqui comigo. Não tem dinheiro que pague a falta que ele me faz”, afirma o organizador de eventos, que vive com a mulher e os filhos gêmeos, de 3 anos, em uma casa de quatro cômodos no subúrbio do Rio de Janeiro. Seis meses depois da tragédia, o acordo de indenização com o clube rubro-negro ...

    Leia mais
    Taça das Favelas

    O discurso consciente de Ronald, craque da Taça das Favelas, precisa ser ouvido

    A Taça das Favelas conheceu neste sábado (27) seus campeões da edição realizada no Rio de Janeiro. No futebol feminino, o Curral das Éguas bateu o Corte Oito por 2 a 0. Já no masculino, o Gogó da Ema bateu o Patativas nos pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo normal. O melhor momento dos jogos, no entanto, provavelmente veio justo no pós-jogo. Eleito craque da final, Ronald, do Gogó da Ema, que terminou também como artilheiro da competição, foi convidado a realizar testes no Flamengo e deu um emocionado depoimento ao SporTV. Por Leo Escudeiro, do Trivela  Logo Taça das Favelas “A gente é merecedor. Tem que agradecer muito a Deus, porque só ele sabe da nossa dificuldade para treinar, para alguém que não tem comida dentro de casa. A gente está aqui hoje para ser espelho para alguém na nossa favela. Porque ...

    Leia mais
    Eduardo Cecconi / Globoesporte.com

    Grêmio se mobiliza para abolir o termo “macaco” dos cânticos de sua torcida

    Após ofensas a jogadores negros no estádio e manifesto de torcedores, clube marca posição contra apelido racista que se enraizou na cultura de arquibancada gremista Por BREILLER PIRES, do El País Eduardo Cecconi / Globoesporte.com A agressividade de torcedores colorados com uma mãe gremista acompanhada do filho nas arquibancadas do Beira-Rio roubou a cena no último clássico entre Internacional e Grêmio. Mas, antes de a bola rolar e de mais um episódio de violência no futebol brasileiro, o Grenal promoveu uma ação conjunta dos dois clubes rivais contra o racismo. Dentro de campo, o time visitante não conseguiu surpreender o Inter e ficou somente no empate. Fora dele, porém, deu o primeiro passo para banir dos estádios uma ofensa racista normalizada por sua torcida. Por iniciativa da direção, o Grêmio reuniu torcedores e determinou a urgência de banir o termo “macaco”, apelido utilizado há várias décadas em referência a torcedores do ...

    Leia mais
    Página 1 de 26 1 2 26

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist