Apple fez emojis negros, o ser humano o transformou em arma para o racismo

Na última semana a Apple inovou e lançou uma nova versão de emojis — os famosos emoticons que as pessoas utilizam em conversas via celular. A novidade eram bonequinhos em diversas tonalidades de pele, uma tentativa da empresa de se colocar na luta contra o preconceito racial. Mas o preconceito bestial de muitas pessoas fez o tiro sair pela culatra.

Do Yahoo 

Diversas postagens em redes sociais têm registrado a utilização dos emojis negros com intuito preconceituoso. A ótima intenção da Apple ao incluir as novas versões acabou fazendo com que aparecessem muito mais postagens preconceituosas. Por conta disso, inclusive, o Twitter se manifestou afirmando que está banindo toda e qualquer post de cunho preconceituoso.

Por mais que a Apple não tenha controle algum em relação à utilização de seus emojis, muitas pessoas têm criticado a postura da empresa, que não se manifestou sobre o caso. Ao longo desta semana a empresa já teve que lidar com uma pequena crise gerada em redes sociais por conta de respostas “homofóbicas” dadas por seu sistema Siri em iPhones russos.

+ sobre o tema

Negros podem ter cota em concursos de Curitiba

O vereador Francisco Garcez (PSDB) apresentou um projeto...

Por uma representatividade que contemple a vida comum

Ao receber o seu Emmy por Melhor Atriz em...

Morte de jovens negros tem cenário de ‘extermínio’

Para cada jovem branco assassinado morrem dois negros; proporcionalmente,...

Adolescente que vestia camiseta com símbolo da maconha é detido

Polícia não encontrou nada de ilícito com o jovem...

para lembrar

Filha sofre com preconceito racial e mãe faz desabado emocionante. Veja vídeo!

"Por mais que falamos exaltamos a autoestima deles, tem...

No mercado Ricoy: tortura por barra de chocolate – por Paulo Sérgio Pinheiro

Dentro de uma sala de um estabelecimento comercial, um...

Sueco racista é condenado por dois assassinatos

O criminoso deverá ser cumprir pena perpétua Um...
spot_imgspot_img

Maurício Pestana: escola de negros e o Terceiro Vagão

Em vários artigos já escritos por mim aqui, tenho apontado como o racismo no Brasil utiliza a via da questão econômica e educacional para...

Tragédia no RS apaga pessoas negras e escancara racismo ambiental

No início dos anos 2000, viajei a Mato Grosso do Sul para participar de um evento universitário. Lembro que na época eu causei espanto...

Racismo em escolas de Niterói: após reunião com mãe de dois adolescentes vítimas de insultos, deputada vai oficiar MP, polícia e prefeitura

Após uma reunião com Renata Motta Valadares, mãe de dois adolescentes de Niterói que foram vítimas de racismo em duas diferentes escolas particulares, a deputada estadual...
-+=