Assassino de Malcolm X ganha liberdade condicional depois de 40 anos de prisão

O assassino do ativista dos direitos dos negros Malcolm X ganhou a liberdade condicional nesta terça-feira, depois de passar mais de quatro décadas na prisão.

Thomas Hagan “foi libertado hoje”, disse à AFP Linda Foglia, porta-voz do departamento de serviços penitenciários de Nova York.

Hagan, que confessou ter disparado em Malcolm X em 1965, ainda deverá passar duas noites por semana numa prisão comum, em Manhattan.

Malcolm X, um dos mais carismáticos líderes negros dos Estados Unidos, foi morto a tiros em Nova York durante um discurso, no dia 21 de fevereiro de 1965, quando discursava no Harlem. Recebeu 13 tiros, na frente da mulher Betty, que estava grávida, e de suas quatro filhas.

As idéias de Malcolm X foram muito divulgadas principalmente nos anos 70, por movimentos como “Black Power” e “Panteras Negras”. Ganhou documentários e filmes, sendo “Malcolm X”, dirigido por Spike Lee, em 1992, o mais famoso.

Enquanto Martin Luther King apostava em uma resistência pacífica como arma para enfrentar o racismo, Malcolm X defendia a separação das raças, a independência econômica e a criação de um Estado autônomo para os negros. Viajava pelos principais estados americanos para pregar suas ideias.

Em 1964 fundou a organização “Muslim Mosque Inc” e, mais tarde, a “Afro-American Unity”. Um ano antes, após uma viagem para Meca, cidade sagrada dos muçulmanos, mudou o seu nome para Al Hajj Malik Al-Habazz. A partir daí, passou a defender uma posição conciliatória em relação aos brancos, fato que o deixou isolado, sobretudo em relação ao islamismo.

 

+ sobre o tema

W.E.B. Du Bois

William Edward Burghardt "W. E. B." Du Bois (Great...

Americana de 106 anos dança de alegria em encontro com casal Obama

Americana de 106 anos dança de alegria em encontro...

Uma nova geração reclama a continuação do sonho de Martin Luther King

Uma nova geração de líderes e activistas negros regressou...

para lembrar

Quando o FBI quis matar, com palavras, Martin Luther King

Ameaças acompanhadas de insultos e humilhações foram parte de...

Mumia Abu-Jamal

Mumia Abu-Jamal, nascido Wesley Cook, em 24 de abril...

Angela Davis: “Enfrentamos hoje um racismo mais perigoso”

Os gestos sutis e comedidos de Angela Davis, 68,...

Brasil e EUA fracassaram em abolir escravidão, afirma Angela Davis

Brasil e Estados Unidos ainda são assombrados pelo fracasso...
spot_imgspot_img

Brasil e EUA voltam a articular plano contra discriminação racial; veja como funciona o acordo entre os países

O Brasil e os Estados Unidos promoveram a primeira agenda entre congressistas e a sociedade civil desde a retomada do acordo de cooperação bilateral...

Economista Lisa Cook será a primeira mulher negra na cúpula do Fed

O Senado americano confirmou nesta terça-feira (10) Lisa Cook será a primeira mulher negra na cúpula do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). Sua...

Astronauta da Nasa será primeira mulher negra na tripulação da Estação Espacial

A astronauta da Nasa, Jessica Watkins, se tornará a primeira mulher negra na tripulação da Estação Espacial Internacional. Ela deve ser lançada ao espaço em abril...
-+=