Assú – Projeto social que atua com crianças e adolescentes promoverá primeiro Festival de Curta-Metragem do Assú

Está sob análise da coordenação geral do Projeto Janduís, ação social gerida pelo décimo terceiro Grupo de Escoteiros Maxwell de Barros Machado, na cidade do Assú, a realização, entre setembro ou outubro, do primeiro Festival de Curta-Metragem do Assú.

Segundo a informação transmitida pelo coordenador do Projeto, Alexandre Douglas de Souza, a iniciativa se voltará para os cerca de 200 jovens e crianças que são assistidos pela entidade e o público adolescente em geral do município.

O coordenador do Projeto Janduís adiantou que este é um dos projetos que estamos pensando para este segundo semestre. Alexandre Douglas disse que as filmagens amadoras seriam produzidas por meio de máquina fotográfica digital ou telefone celular que dispõe de dispositivo de filmagem.

O dirigente comunitário acrescentou que essas filmagens teriam no máximo um minuto de duração e abrangeriam um tema que ainda está sendo discutido e que seria comum a todos os participantes. Ele informou que o projeto encaixa-se na programação de eventos que permitiu que o Projeto Janduís fosse incluído entre as organizações beneficiárias do Programa BNB de Cultura, do Banco do Nordeste do Brasil, BNB.

O programa é financiado pela própria instituição que o batiza e pelo Governo Federal, por intermédio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, BNDES. A organização social foi contemplada com recursos da ordem de 44.600 reais deste programa. O Projeto Janduís atua com uma clientela constituída por menores distribuídos na faixa etária de 7 a 17 anos. Alexandre Douglas destacou que o Projeto está em andamento desde 2009 e tem contribuído ao longo deste tempo para a transformação cidadã dos seus integrantes.

As ações também têm a parceria no contexto local da administração municipal. Alexandre Douglas disse que, ainda este ano, outras ações estão previstas dentro do cronograma traçado pela coordenação e parceiros do Projeto Janduís. Em agosto será vivida a programação pertinente à Semana do Folclore. Também em agosto está programada a cerimônia de batismo dos jovens e adolescentes participantes da oficina de Capoeira.

O mês de setembro será aberto com o Campeonato de Tae-Kwon-Do também na instância dos que fazem o Projeto Janduís. Para o mês de novembro o calendário reserva as atividades relativas à Semana Nacional da Consciência Negra, tendo como culminância uma grande marcha pelas principais ruas da cidade no dia 20 de novembro – data em que se comemora oficialmente o Dia da Consciência Negra.

Fonte: Rádio Princesa do Vale

+ sobre o tema

para lembrar

Encontro reúne mais de 100 líderes quilombolas

Um dia todo dedicado às questões e causas relacionadas...

Carta de Apoio a Candidatura de Jurema Werneck á Presidência do Conselho Nacional de Saúde

  Nós, redes e organizações do movimento negro e movimento...
spot_imgspot_img

Educação antirracista é fundamental

A inclusão da história e da cultura afro-brasileira nos currículos das escolas públicas e privadas do país é obrigatória (Lei 10.639) há 21 anos. Uma...

Câmara aprova projeto que torna Dia da Consciência Negra feriado nacional; texto vai à sanção

Por 286 votos a favor e 121 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) um projeto de lei que declara o dia 20 de...

Profissionais negros reinventam suas carreiras na TV e avaliam a importância da discussão racial

No Dia da Consciência Negra, o gshow conversou com artistas que compartilham a jornada que é ser um profissional preto na teledramaturgia. Entre eles, atores, atrizes e...
-+=