‘Big Brother’ americano é acusado promover racismo e homofobia

A 15ª edição do “Big Brother” americano, que estreou no dia 26 de junho, está sendo acusada de veicular comentários racistas, homofóbicos e nazistas por parte de seus participantes.

A polêmica motivou o canal CBS, responsável pela exibição do reality show, a divulgar um comunicado oficial, em que classifica as declarações como “ofensivas” e afirma que a opinião dos integrantes do programa não reflete a posição da emissora. “Às vezes, os moradores da casa revelam preconceitos e outras crenças que não toleramos”.

A imprensa americana tem repercutido parte dos comentários, que não chegaram a ir ao ar na TV, mas puderam ser vistos pelo público na internet.

Diferentemente do Brasil, o “Big Brother” americano é exibido na televisão apenas três vezes por semana.

“Tome cuidado com o que você fala no escuro, você pode não conseguir ver aquela vaca”, disse a estudante Aaryn sobre Candice, uma participante negra, em uma das declarações.

Outra integrante do “Big Brother” disse gostar de gays, mas que “eles não são confiáveis num jogo como esse”. Já o cantor Spencer comentou que a tortura cometida por médicos nazistas era benéfica e elogiou as habilidades de Hitler.

 

MPF recomenda que Big Brother Brasil respeite direitos humanos (UI)

 

BBB 12: O Preto ‘certo’ no lugar ‘certo’

 

Machismo e racismo dentro e fora do BBB

 

BBB, ausência da regulação da mídia e cassação da TV Globo

 

 

Fonte: F5

+ sobre o tema

Miss é eliminada por ser mãe. Em que ano estamos?

Elas precisam ser lindas, altas e magras. Além disso,...

MinC seleciona projetos de hip-hop inscritos no Prêmio Cultura Viva

A Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério...

Perfeição do racismo brasileiro transforma algoz em vítima

O racismo é um crime perfeito. É com essa frase...

para lembrar

ITÁLIA: Kadhafi pede 5 mil milhões de euros à UE para evitar “Europa negra”

O líder líbio, Moammar Kadhafi, deixou hoje Itália...

A rede sueca H&M é acusada de racismo após anúncio com menino negro

A rede de fast fashion sueca H&M se envolveu...

EUA: todos os jogadores de Futebol Americano admitem terem sofrido racismo

Uma pesquisa com os jogadores de Liga Nacional de...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=