Biles é mais jovem a receber medalha presidencial nos EUA

Enviado por / FonteGE

Ginasta campeã olímpica recebe a honra ao lado de Megan Rapinoe, do futebol, que homenageou a Brittney Griner

Simone Biles é a norte-americana mais jovem a receber a medalha presidencial da liberdade dada pelo presidente dos Estados Unidos. A ginasta foi condecorada pelo presidente Joe Biden. Quem também recebeu a honra foi a jogadora de futebol Megan Rapinoe da seleção feminina dos EUA.

Biles tem quatro medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze em Jogos Olímpicos. Simone também liderou a denúncia de assédio pelo médico Larry Nassar na ginástica norte-americano. A ginasta também tem levantado bandeiras pelas causas da saúde mental após sofrer psicologicamente nas Olimpíadas de Tóquio.

Megan Rapinoe, conhecida por lutar por causas sociais, homenageou a jogadora de basquete Brittney Griner, que está presa na Rússia. A campeã de duas Copas do Mundo usou um blazer com as iniciais “BG” bordadas.

Megan Rapinoe medalha presidencial EUA Joe Biden — Foto: Alex Wong/Getty Images
Megan Rapinoe homenageia Brittney Griner — Foto: Reprodução/ Instagram

– A parte mais importante de hoje. BG nós te amamos – escreveu a jogadora em suas redes sociais.

A Medalha Presidencial da Liberdade foi entregue pela primeira vem em 1963 pelo então presidente americana John F. Kennedy. Até hoje, entre as 647 pessoas já agraciadas, há somente cinco mulheres ligadas a algum esporte, entre atletas e treinadoras: a ginasta Simone Biles, a ex-tenista Billie Jean King, a campeã olímpica de atletismo nos Jogos de 1932 e também ex-golfista Babe Didrikson Zaharias, a ex-jogadora de basquete Pat Summitt e a golfista Annika Sörenstam.

+ sobre o tema

Como resguardar as meninas da violência sexual dentro de casa?

Familiares que deveriam cuidar da integridade física e moral...

Luiza Bairros lança programas de combate ao racismo na Bahia

O Hino Nacional cantado na voz negra, marcante, de...

Barbados se despede de rainha Elizabeth e dá a Rihanna título de heroína

Rihanna foi nomeada heroína nacional de Barbados durante uma...

para lembrar

Protestos contra racismo da Polícia nos EUA: Que nos sirva de exemplo!

Por Douglas Belchior Um jovem negro morto pela polícia. Algo corriqueiro...

Para onde marcham as mulheres contra Trump?

O que uniu esta verdadeira multidão foi a vontade...

O que aconteceu em Argel? Exilados, Panteras Negras e a CIA nos anos 1970

Apresento aqui algumas notas de uma pesquisa documental que...
spot_imgspot_img

Mercado imobiliário dos EUA revela piora na desigualdade racial em uma década; entenda

Sharan White-Jenkins é uma mulher negra, proprietária de um imóvel no Queens, na cidade de Nova York. Seus avós também eram donos da própria casa,...

Google celebra James Baldwin, escritor e ativista dos direitos civis

O Google está prestando uma homenagem a James Baldwin, renomado escritor e ativista dos direitos civis americanos, conhecido por suas obras literárias que abordam temas...

Misoginia e racismo na renúncia em Harvard

Muitos têm sido os desdobramentos da guerra em Gaza, cujos efeitos se estendem para além da catastrófica situação da população palestina. Os EUA têm sido especialmente tensionados pela...
-+=