Blackface? Grupo de rap Vagabonde é acusado de racismo após integrante fazer blackface em clipe

O grupo carioca de rap Vagabonde lançou um clipe para a música Fome nesta segunda-feira (4). Até aí, tudo normal. O problema é que, durante o vídeo, um dos integrantes do grupo faz uso do blackface – uma tática racista em que um intérprete pinta o rosto na cor preta para representar, de forma esdrúxula, uma pessoa negra. Minutos após a divulgação do filme, diversos comentários no YouTube acusaram o grupo de racismo.

Por Marcos Candido, do Elástica 

P9J0bDv

Em uma das críticas, um internauta afirmou que “só faltou dar uma estudada antes de mandar esse blackface“, enquanto outras mensagens foram mais enfáticas: “2016 nem começou direito e a gente tem que ver branco fazendo blackface?”. “Branco fazendo blackface… lamentável”, pontuou um dos internautas.

Nielsen Oliveira, único membro negro do conjunto, defendeu que tinha consciência sobre o “peso do blackface” antes de lançar a parada, mas que as pessoas devem analisar contexto da representação. “Acredito que nossos irmãos realmente firmes na luta e detentores de conhecimento entenderão a real ideia!”, disse o rapper em sua página do Facebook.

Leia Sobre : Blackface

Em um dos trechos interpretado pelo rapper Buddy Poke (que é branco), a letra afirma que “Eles querem me excluir simplesmente por não ser preto // eles tentam me oprimir só porque eu não nasci no gueto”. Na parte cantada por Nielsen, os versos dizem: “fui ao caixa meu espanto, nada me travou na porta do banco // Tudo virou pesadelo, mano, quando no sonho eu vi que eu era branco”.

Leia matéria completa no Elástica

 

 

+ sobre o tema

Movimento Negro vai ao MEC para discutir ações afirmativas

A secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e...

Revista Cotidiana

Oi, tudo bem? Deixa eu me apresentar Sou Carolina e...

Em repúdio ao racismo, feministas farão ato neste sábado em SP

Feministas realizarão, neste sábado (23), um ato contra o...

para lembrar

Nova filmagem mostra PM se ajoelhando em pescoço de motoboy rendido em SP

Novas imagens mostram um policial militar se ajoelhando no...

Ela me largou

Dia de feira. Feita a pesquisa simbólica de preços,...
spot_imgspot_img

Representatividade é tudo

Uma de minhas lembranças mais remotas é sentar entre as pernas da minha mãe para desembaraçar, dividir e prender meus cabelos em tranças. Era um momento...

Quinze anos depois, Política de Saúde da População Negra ainda precisa avançar no Brasil

Instituída em 2009, a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN) ainda não conseguiu ser implementada na totalidade dos municípios brasileiros. Ela reconhece que...

Nota de repúdio e protesto contra a forma brutal que interrompeu a vida de mais uma liderança quilombola maranhense, Raimundo Betor (Raimundo Bracin)

A Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ), por meio dessa nota, vem externar nosso pesar e tristeza diante do assassinato da...
-+=