Blatter defende rebaixamento como forma de punir racismo no futebol

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, defendeu punições severas, como o rebaixamento, para os clubes envolvidos em casos de racismo. A sugestão foi feita através do Twitter do dirigente, e reforçada durante coletiva de imprensa em São Petersburgo, na Rússia.

“O mundo inteiro combate o racismo e a discriminação. O futebol é parte da sociedade, une 300 milhões de pessoas em todo o mundo e deve ser exemplo. Sem punições severas nada irá mudar”, afirmou Blatter.

Segundo o cartola, punições como multas não surtiram efeito e a Fifa deve passar a adotar castigos mais severos. Disputar partidas sem público também é uma sugestão bem avaliada por Blatter.

“Deixar o campo de jogo (como fez o Milan no amistoso contra o Pro Patria), não acredito que seja uma solução. Temos de ter tolerância zero com o racismo. As sanções financeiras não foram suficientes , mas creio que os jogos sem presença de público são uma boa solução”, disse o mandatário da Fifa.

As propostas de combate ao racismo serão discutidas no próximo Comitê da Fifa, daqui a três semanas.

 

 

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Jezebel: A Mulher Negra Insaciável – Reconhecendo estereótipos racistas internacionais – Parte VIII

Jezebel ou Jezabel, foi uma personagem bíblica — Rainha de Israel,...

A ilegalidade dos “Caveirões Voadores“

Sete pessoas assassinadas, entre elas dois adolescentes (Marcos Vinicius...

Bárbara Querino, modelo negra presa estava a 85 km do local do crime

De acordo com documentos apresentados pela defesa de Bárbara...

Jovens negros são impedidos de entrar em shopping em São Bernardo do Campo, na Grande SP

Três jovens negros foram impedidos de entrar no shopping...

para lembrar

Uerj investiga denúncias de fraude no sistema de cotas

Universidade abre nove sindicâncias; ONG alerta para falsidade na...

Como um pente de 48 centavos gerou um processo por racismo nos EUA

Uma americana processou o Walmart ao descobrir a maneira...

O permanente holocausto negro

por: Ricardo Gondim A formação cultural brasileira tem graves deformações....

Em busca do filho desaparecido, mãe visitou pontos de tráfico

José Luiz de Oliveira, 46, e sua mulher, Maria...
spot_imgspot_img

Maurício Pestana: escola de negros e o Terceiro Vagão

Em vários artigos já escritos por mim aqui, tenho apontado como o racismo no Brasil utiliza a via da questão econômica e educacional para...

Tragédia no RS apaga pessoas negras e escancara racismo ambiental

No início dos anos 2000, viajei a Mato Grosso do Sul para participar de um evento universitário. Lembro que na época eu causei espanto...

Racismo em escolas de Niterói: após reunião com mãe de dois adolescentes vítimas de insultos, deputada vai oficiar MP, polícia e prefeitura

Após uma reunião com Renata Motta Valadares, mãe de dois adolescentes de Niterói que foram vítimas de racismo em duas diferentes escolas particulares, a deputada estadual...
-+=