Garçom vira herói ao se recusar a servir cliente que destratou criança com síndrome de Down

Uma criança de apenas 5 anos de idade foi vítima de preconceito em uma steakhouse na cidade de Houston, no Texas. Enquanto almoçava ao lado da família, Milo, que é portador de síndrome de Down, foi alvo de comentários agressivos por parte de um homem que estava sentado na mesa ao lado. O crime, porém, não passou batido: Michael Garcia, garçom do restaurante, questionou a ofensa e se recusou a servir aquele cliente, segundo noticiou o jornal britânico Daily Mail.

O homem, que também estava acompanhado da família, primeiramente pediu para mudar de mesa e sentar longe do menino. Em seguida, disse: “Crianças especiais deveriam ser especiais em outro lugar”. 

Ao ouvir o comentário, Michael, abismado, foi até o cliente tirar satisfação. “Como é que você pode falar uma coisa dessas? Como pode falar isso de um lindo anjo de apenas 5 anos?”, disse. Sabendo que poderia perder seu emprego, o garçom pediu desculpas, mas falou que não iria servir aquela mesa. 

Milo e seus parentes, até o momento, não haviam notado nada. Eles só ficaram sabendo do acontecido quando um colega de trabalho de Michael os contou. Os pais do menino agradeceram e disseram que já se consideram clientes fiéis da casa.

 

Materias relacionadas:

Sueli Carneiro: Nonno Paolo – um caso emblemático

Sementes do mal por Sueli Carneiro

Restaurante Nonno Paolo – O racismo não cordial do brasileiro

 

 

 

Fonte: Revista Crescer

+ sobre o tema

Denúncias por racismo crescem no Facebook

Entre 2011 e 2012, cresceu em 264,5% a quantidade...

Denúncias de casos de racismo em Niterói têm subnotificação

Na semana passada, a denúncia de um caso de...

Polêmica racial encobre a ruindade do longa épico ‘Deuses do Egito’

"Deuses do Egito" é mais branco que o Oscar 2016....

para lembrar

Justiça decreta internação dos jovens suspeitos de agressão na avenida Paulista

Menores vão aguardar na Fundação Casa enquanto respondem aos...

Schalke 04 é multado em R$ 236 mil após cânticos racistas contra jogador do Hertha

Jordan Torunarigha escutou gritos de macaco vindo de parte...

Os africanos que propuseram ideias iluministas antes de Locke e Kant

RESUMO Os ideais mais elevados de Locke, Hume e...
spot_imgspot_img

Como é a vida para as mulheres no último país da África sob colonização

Ainda hoje há um país africano colonizado. O Saara Ocidental está ocupado pelo Marrocos desde 1976, depois de quase 90 anos de invasão espanhola, e esteve em guerra...

Revolucionário, mas não é para todos

Passei os últimos dias pensando no significado e na profundidade de uma postagem que li numa rede social contendo a afirmação: "Descansar é revolucionário!"....

‘Nossa missão é racializar as políticas públicas em todo país’

Nomeado recentemente  como novo secretário de gestão do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir), o jornalista baiano Yuri Silva tem uma tarefa...
-+=