Bob Marley das quadras, alemão de ‘dreads’ avança no Aberto da Austrália

Com dupla cidadania (jamaicana e alemã), Dustin Brown, número 164 do ranking da ATP, avança no qualifying em Melbourne com visual diferente

A posição de número 164 no ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) passa quase despercebida quando o alemão com um jeitão de jamaicano entra em quadra. Por conta de suas longas madeixas com dreads, Dustin Brown é conhecido como sósia do cantor Bob Marley, ícone do reggae. Filho de pai jamaicano, mãe alemã e avós britânicos, o tenista não se importa com as brincadeiras, tanto que é chamado pelos amigos mais próximos como “”Dreddy””, sua marca registrada.

Com a raquete nas mãos, Brown fez bonito na estreia do qualifying do Aberto da Austrália – primeiro Grand Slam da temporada. Ele venceu o japonês Hiroki Moriya, por 2 sets a 1 (4/6, 6/4 e 6/2), em Melbourne. Brown volta a jogar na noite desta quarta-feira, diante do belga Maxime Authom.

Nascido na Alemanha, mas também com cidadania jamaicana, Dustin Brown anunciou em junho de 2010 que, devido à falta de financiamento da Associação de Tênis da Jamaica, mudaria de nacionalidade. Inicialmente, ele optou por competir pela Grã-Bretanha, terra dos seus avós. No entanto, em seguida, acertou que defenderia as cores da Alemanha – seu país de origem.

Na temporada de 2010, Dustin Brown ganhou destaque na Alemanha e também na Jamaica. Ele venceu a disputa de duplas do ATP de Metz ao lado do holandês Rogier Wassen. Na ocasião, eles venceram os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares. Na época, a imprensa jamaicana noticiou que Brown havia se tornado o primeiro jamaicano a vencer um torneio de prestígio em mais de 40 anos.

 

 

Fonte: Surgiu Esporte 

+ sobre o tema

Negro, marginal e rebelde, Lima Barreto será o próximo homenageado da Flip

A organização da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty)...

Jornalista baiano lança livro digital sobre cenário da música pop negra em Salvador

O e-book 'Pop Negro SSA: cenas musicais, cultura pop...

Desmond Tutu: Mandela segue unindo África do Sul apesar de seu estado

O ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela continua...

para lembrar

Novo filme com Viola Davis e Julia Roberts abordará preconceito racial

O filme será uma adaptação de um livro recém-lançado...

Emerson Damasceno: A Fifa é que precisa do Brasil

"Não é o Brasil que precisa da Fifa, mas...
spot_imgspot_img

Aos 105, Ogã mais velho do Brasil, que ajudou a fundar 50 terreiros só no Rio, ganha filme e exposição sobre sua vida

Luiz Angelo da Silva é vascaíno e salgueirense. No mês passado, ele esteve pela primeira vez no estádio de São Januário, em São Cristóvão,...

Mostra sobre Lélia Gonzalez vê negros e indígenas como centro da cultura nacional

As escolas de samba do Rio, os blocos afro da Bahia, as congadas de Minas Gerais, as comemorações da Semana Santa e do Natal. O que todas essas celebrações têm...
-+=