Bolt visita projeto social no Rio e “perde” corrida para criança

Mais bem humorado do que durante a entrevista coletiva de mais cedo nesta quinta-feira, Usain Bolt visitou o projeto social Futuro Olímpico, na zona oeste do Rio de Janeiro. O homem mais rápido do mundo passou cerca de 20 minutos no local, arriscou uma corrida rápida com as crianças e autografou camisetas e cadernos. Era o último evento oficial do seu primeiro dia no Brasil para a disputa de desafio de 150 metros rasos, domingo, na Praia de Copacabana.

“Eventos como esse sem dúvida ajudam a inspirar as crianças. Outro ponto importante é ter condições de treinamento. Na Jamaica temos muitas competições escolares para as crianças se desenvolverem e o resultado são os muitos recordes que temos quebrado”, afirmou Bolt.

O Futuro Olímpico é o segundo projeto social que Bolt conhece no país. Ano passado, o velocista esteve na Vila Olímpica do Mato Alto, também na zona oeste do Rio, durante sua primeira visita ao Brasil para compromissos publicitários. O projeto que funciona numa bela pista de atletismo da Universidade da Força Aérea Brasileira, no Jardim Sulacap, tem cerca de 120 crianças, que treinam ali diariamente de segunda a sexta-feira. Seu idealizador é o ex-velocista Arnaldo de Oliveira, medalhista de bronze no revezamento 4×100 metros do Brasil na Olimpíada de Atlanta/1996.

“Eu nem estava acreditando que o Bolt vinha conhecer nosso projeto. Só estou acreditando agora que ele já esteve aqui. Tenho certeza que, na semana que vem, estas crianças já vão estar muito mais motivadas para seguir no atletismo”, disse Oliveira.

O pequeno Ramón Felipe do Nascimento, de 11 anos, era a encarnação da afirmação do idealizador do projeto. Orgulhoso, ele mostrava o autógrafo que ganhou em sua camiseta e se gabava de ter ultrapassado o ídolo na pista corrida. “Eu ganhei dele, vocês viram. Ele deu mole. Agora não vou lavar esta camiseta nunca mais”, contou o garoto que sonha em se tornar um velocista assim como Bolt. “Os professores dizem que eu sou rápido. Quem sabe um dia eu não possa bater as marcas dele, né?”

Até professores mais experientes do projeto estavam emocionados com a visita do recordista mundial e olímpico dos 100 e 200 metros rasos. Segundo Gustavo dos Santos, o atletismo necessita de iniciativas como esta. “A gente sabe que o atletismo e os outros esportes ditos amadores não são como o futebol no Brasil. Não tem tanto apoio, tanto reconhecimento, e as crianças precisam de estímulos como conhecer os grandes campeões para permanecerem treinando”, explicou.

O jamaicano vai conhecer a pista montada na praia ainda nesta quinta-feira. Na sexta, participa de treinamento oficial e, no sábado, assiste à bateria entre brasileiros que vai definir um de seus adversários antes de jogar uma partida de futevôlei. O desafio é apenas na manhã de domingo e vai contar também com o antiguano Daniel Bailey e o equatoriano Alex Quiñónez.

bolt6

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Como Dona Ivone Lara se afirmou, “pisando devagarinho”, no mundo masculino do samba

Se até hoje contam-se nos dedos as mulheres que...

Michael Jackson: Fãs não podem se aproximar de túmulo

Michael Jackson: Fãs não podem se aproximar de túmulo. Os...

12 filmes sobre jazz e blues para ver na Netflix

O que Nina Simone, B.B. King e Tony Bennett...

para lembrar

Léo Santana faz ensaio para revista Styllo

Léo Santana colocou a barriga de fora e fez,...

Denúncias contra o racismo e o racismo ambiental vencem o Prêmio Megafone de Ativismo

O desabafo de Dona Lurdinha (@dona_lurdinha_de_acupe) sobre racismo ambiental,...
spot_imgspot_img

14 de maio e a Revolta dos Malês

Quem passa pelo Campo da Pólvora, em Salvador, nem imagina que aquela praça, onde ironicamente hoje se encontra o Fórum Ruy Barbosa, foi palco...

Dia 21, Maurício Pazz se apresenta pela primeira vez no Instrumental Sesc Brasil

Maurício Pazz, paulistano, nos convida a mergulhar nos diferentes sotaques oriundos das diásporas africanas no Brasil. No repertório, composições musicais do próprio artista, bem...

Iza anuncia que terá uma menina e o nome será Nala

O primeiro bebê de Iza e Yuri Lima já teve o sexo revelado: será uma menina. A cantora contou a novidade aos fãs na noite desta segunda-feira (13),...
-+=