Botucatu, no interior paulista, lança Plano pela Igualdade

Botucatu/SP – Botucatu, cidade de 130 mil habitantes a 235 Km de S. Paulo, tornou-se desde a última quinta-feira (25/02) a primeira cidade do interior paulista a dispor de um Plano de Promoção da Igualdade e Ações Afirmativas, com o objetivo de superar os efeitos da discriminação que atinge, em especial, a população negra.

 

O Plano foi entregue à Câmara em um ato público pelo próprio prefeito João Cury , do PSDB, cumprindo compromisso que havia assumido durante a campanha com a União Cultural Negra de Botucatu. Cerca de 15% da população de Botucatu é preta e parda.

 

Propostas

O Plano incorpora as propostas aprovadas durante a I Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial, realizada em maio do ano passado. Segundo a Assessora de Promoção da Igualdade e Ações Afirmativas, Conceição Vercesi – designada pelo prefeito para colocar o Plano em prática -, a proposta representa um avanço e consolida o compromisso da Administração municipal.

 

“Tudo começou há alguns anos no escritório do engenheiro e secretário de Planejamento, Mário Pilan. Esta administração garantiu que as desigualdades sejam diminuídas a partir do momento que todas as pessoas conquistem seu espaço e tenham direito a tudo o que é oferecido pelo governo”, disse Vercesi.

 

 

Entre as propostas, na área do Desenvolvimento Econômico, estão a defesa da inclusão e a criação de oportunidades no mercado de trabalho, com o incentivo a participação de trabalhadores negros nos cursos de qualificação e programas de geração de renda.

 

 

Na área da Cultura, o Plano prevê o fortalecimento de atividades culturais com raízes negras; na Educação, o cumprimento da Lei 10.639, alterada pela Lei 11.645, que prevê a inclusão no currículo das escolas de ensino fundamental e médio da disciplina de História da África e Cultura Afro-Brasileira.

 

 

O Plano prevê ainda, na área da Saúde, o aperfeiçoamento da Lei Municipal 4.402/03, que garante a assistência as pessoas portadoras do traço falciforme, e a transformação do dia 27 de outubro, no Dia de Luta pelos Direitos das Pessoas com Doenças Falciformes.

 

Estão previstas também ações nas áreas de esportes, com o incentivo a prática da capoeira e do basquete, e na área dos Direitos Humanos com o apoio a criação de canais de combate à Discriminação Racial a partir dos serviços públicos municipais – Ouvidoria e Secretaria de Direitos Humanos e Segurança.

 

 

Um passo adiante

Segundo o prefeito João Cury, o lançamento do Plano representa um passo a mais no compromisso de enfrentar a desigualdade. “Essa causa não é nova e não temos a pretensão de achar que criamos a roda. É uma questão sensível e Botucatu acorda para esse tipo de assunto. Não é uma causa partidária, e sim da sociedade brasileira. Em 2006 tínhamos sete pessoas participando da Política de Promoção, e hoje (ontem) temos um auditório lotado”, acrescentou.

 

Segundo o prefeito é fundamental continuar debatendo o tema da desigualdade com a população. “Que nós possamos discutir com a sociedade. As Políticas Afi rmativas são temporárias,e não permanentes,e serão usadas para corrigir injustiças e colocar a coisa no caminho certo. Com certeza,podemos comemorar mais uma etapa”, completou.

 

O vereador Nenê (PSB) – o único vereador negro da cidade – também destacou a importância da iniciativa. “Todos nós que lutamos por essa causa temos que comemorar o lançamento deste Plano. É uma conquista e essa data ficará marcada em Botucatu”, ressaltou.

 

 

O ato de lançamento do Plano Municipal de Promoção da Igualdade teve a presença da chefe da Coordenação de Políticas para a População Negra e Indígena da Secretaria de Justiça do Estado, Roseli de Oliveira, do deputado Milton Flávio (PSDB), do jornalista Pedro Manhães, representante do Partido Verde, e do ex-superintendente da Unidade de Negócios do Médio Tietê da Sabesp, José Aurélio Boranga.

 

 

Fonte: Afropress

+ sobre o tema

Musical revive no teatro a história de Paulo da Portela no samba do Rio

Reverenciado por sucessivas gerações do samba, Paulo Benjamim de...

Silas de Oliveira: o compositor de alguns dos mais belos sambas-enredo de todos os tempos

Sambista fundador da escola de samba Império Serrano, freqüentava...

Carta à Seppir sobre campanha da Caixa Econômica Federal

Carta à Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade...

Trancoso ferve! Kate Moss e Naomi Campbell também já estão na área!

As tops Kate Moss e Naomi Campbell já estão...

para lembrar

O homem azul do deserto

Crônica de Cidinha da Silva conta a história de...

Turismo Étnico da Bahia também é atração na Abav

Fonte: Jornal da Mídia -     Salvador...
spot_imgspot_img

Filme biográfico sobre Luiz Melodia é o vencedor do Festival In-Edit Brasil

O documentário "Luiz Melodia - No Coração Do Brasil" é o grande vencedor da 16º edição do In-Edit Brasil, o Festival Internacional do Documentário Musical. Dirigido...

Obrigada Shirley

É com muita tristeza que compartilhamos a notícia do falecimento da Shirley Villela, nossa companheira e amiga, tecedora da Redes da Maré, de 2013...

Diaspóricas 2: filme revela mundo futurista a partir do olhar de mulheres negras

Recém-lançado no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), em Goiás, no último dia 13 de junho, o filme “Diaspóricas 2” traz o protagonismo negro feminino e brasileiro...
-+=