Britânica se disfarça de muçulmana para resgatar filha no Egito

 

Uma desesperada mãe britânica se vestiu com trajes islâmicos, como uma muçulmana, da cabeça aos pés e escondeu seu rosto sob um véu para levar a cabo uma arriscada missão de resgatar sua filha do pai egípcio. Alex Abou-El-Ella, 29 anos, da cidade britânica de Slough, correu grandes riscos para resgatar Mona, 3 anos, que foi levada de casa para o Egito há dois anos pelo pai.

Ignorando alertas do ministério do Exterior britânico para não viajar ao Egito, ela investigou o paradeiro da criança e se disfarçou de local para realizar o audacioso resgate, no qual contou com a ajuda da escritora britânica Donya Al-Nahi, apelidada de Jane Bond por seus esforços para ajudar mulheres que tiveram filhos levados de casa por pais árabes. As informações são do Daily Mail.

Alex, que ainda é oficialmente casada com o pai de Mona, Mustafa, encontrou a creche em que sua filha estava matriculada, a algumas quadras de onde a criança vivia com a família egípcia, na cidade de Kafr el-Dawwar, no Delta do Nilo. Ao lado de um motorista de confiança, Alex e Donya montaram guarda nas proximidades da escola até que a criança apareceu acompanhada de uma tia e de um menino minutos antes do início de um dia de aulas.

Disfarçada com o traje islâmico, ela pulou do carro e seguiu a criança. “Eu estava caminhando atrás deles, cada vez mais rápido, e eu vi as mãos de Mona a alguns metros de mim”, disse a mãe ao jornal Sunday People. “Então eu a agarrei, peguei ela nos meus braços e a mulher olhou o meu rosto, mas tudo que ela podia ver eram meus olhos”.

Agarrando a filha firme, ela então fugiu enquanto a tia gritava. Alex conta que chegou ao carro rapidamente, mas a porta estava trancada. “Eu estava em pânico, mas Donya conseguiu abrir e puxar Mona”, disse. Ela então também conseguiu entrar no veículo, que disparou antes que a mulher as alcançasse.

Alex conta que, inicialmente, a criança começou a chorar e pedir ajuda para a mulher egípcia que chamava de mãe. “Eu fiquei chocada e trista em vê-la falando sobre outra mulher. Mas depois de meia hora, ela olhou para mim e perguntou: “Você é minha mãe?”

O desafio seguinte foi levar Mona de volta para a Inglaterra sem alertar as autoridades. Alex, que nasceu na Polônia e se mudou para o Reino Unido na adolescência, usou o passaporte de sua outra filha, de 6 anos, para esconder o nome egípcio de Mona e subornou um policial para que elas entrassem em um voo para Londres. A tática funcionou, e elas desembarcaram no aeroporto de Heathrow no final de julho. Em casa com segurança, ela ligou para o marido para avisá-lo que estava com a filha.

 

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Karol Conka, expoente do novo rap nacional, solta clipe de Tombei

Karol Conka, nome que vem se destacando na nova...

Madam C.J Walker e os cabelos crespos : de tetos oprimidos a reinveções de si.

“ Fazer as pazes conosco parece-se, penso para comigo,...

Snoop Dogg é preso por porte de maconha em cidade do Texas que recebe o esgoto de NY

Uma pequena quantidade de maconha foi suficiente para que...

para lembrar

Viola Davis será a primeira atriz a ganhar estrela na Calçada da Fama em 2017!

A Câmara do Comércio de Hollywood divulgou que a...

Beyoncé dedica álbum ‘Renaissance’ ao seu falecido tio gay Johnny

Beyoncé, 40, dedicou o lançamento na sexta-feira (29) de...

Lima Barreto: Imagem e Linguagem

Zélia Nolasco- Freire Google books     Sumário   Introdução   Capítulo I - O...
spot_imgspot_img

Nota de pesar: Flávio Jorge

Acabamos de receber a triste notícia do falecimento do nosso amigo e companheiro de militância Flávio Jorge, o Flavinho, uma das mais importantes lideranças...

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...
-+=