Bullying Mata jovem negra brasileira na Inglaterra

Duas jovens inglesas foram condenadas, ontem, na Inglaterra, pelo assassinato da brasileira Rosimeire Boxall, 19 (foto).

Do Blog do Folha teen 

Rosimeire, adotada por um casal de pastores anglicanos, jogou-se de uma janela do terceiro andar em maio de 2008, pressionada pelo bullying de Kemi Ajose e Hatice Can, que na época tinham 17 e 13 anos, respectivamente.

A jovem estava na casa da amiga, Kemi, e brigou com Can por causa de um garoto. A partir daí, as duas se voltaram contra a brasileira.

Bêbadas de vodka, elas a xingaram, puxaram seu cabelo, deram-lhe tapas e socos e jogaram spray de cabelo em seu rosto.

A vítima então subiu na janela e perguntou: “Vocês querem que eu pule?”. No tribunal, cada acusada disse que a outra respondeu “sim”.

“Rose pulou para a morte da janela da casa de Kemi para escapar de um prolongado período de abuso físico e verbal”, disse o promotor Roger Smart.

Parte da cena foi filmada com celular por um vizinho e exibida no julgamento. Testemunhas ainda viram Can xingar a brasileira enquanto ela agonizava e ainda atirar o celular da vítima em cima dela.

Rosimeiri foi adotada no Rio de Janeiro pelo casal de missionários anglicanos Simon e Rachel Boxall, que a encontraram em um orfanato, depois que ela foi abandonada pela mãe alcoólatra.

Bob Meade, investigador responsável pelo caso disse à imprensa local, na saída do julgamento, que “o bullying não é nem normal nem aceitável. Esse caso evidencia até onde as vítimas de bullying podem ir para escapar daqueles que os atormentam – às vezes com consequências trágicas.”

A pena das duas será decidida em 15 de dezembro.

 

Veja também:

Bullying: brincadeiras que ferem

Representações sociais de bullying por professores

O bullying como violência velada: a percepção e ação dos professores

Quebrar o silêncio é primeira arma contra o bullying

Estudo associa bullying na infância a sérios problemas psiquiátricos futuros

Estudantes negros são as maiores vítimas de agressões nas escolas públicas, diz pesquisa

 

+ sobre o tema

Educação e violência: Qual o papel da Escola?

Aida Maria Monteiro Silva Professora da Universidade Federal de Pernambuco Doutoranda...

Em SP, professores grevistas receberão bônus, diz Estado

Os docentes da rede estadual de São Paulo que...

MEC dará bolsa de pós-graduação aos melhores do Enade

Nomes dos beneficiados serão divulgados pelo Inep.Estudante tem doze...

Sisu: Para MEC, rodada única aprimora sistema de seleção

Maria Paula Dallari Bucci, secretária de Educação...

para lembrar

Água do mar com qualidade ruim pode ser causa

A água do mar no Guarujá também pode ser...

SISU: MEC divulga notas, resultados e lista de aprovados

O MEC divulgou na manhã desta sexta as notas...

ProUni: aprovados já podem comprovar informações de 17 a 26 de fevereiro

ProUni: aprovados já podem comprovar informações de 17 a...

SP lidera “exportação” de alunos para outros Estados

2.531 paulistas se matricularam em instituições federais fora do...
spot_imgspot_img

Por que as altas desigualdades persistem?

Com o fim da escravidão, nutria-se a esperança de que a liberdade proporcionaria uma gradual convergência nos indicadores socioeconômicos entre brancos e negros. Porém essa...

Juventude negra, ciência e educação

Mesmo com os avanços já promovidos pela lei 12.711/2012, que nacionalizou o sistema de cotas nas universidades federais, o percentual da população brasileira com 25 anos...

Ser menina na escola: estamos atentos às violências de gênero?

Apesar de toda a luta feminista, leis de proteção às mulheres, divulgação de livros, sites, materiais sobre a valorização do feminino, ainda há muito...
-+=