Caixa secreta com fotografias de mais de 100 anos revela ensaios que questionam a identidade de gênero

Em uma caixa que anunciava “privado”, uma incrível coleção de placas de vidro foi encontrada há 30 anos, entre o acervo restante dos dois fotógrafos de retrato Marie Høeg (1866-1949) e Bolette Berg (1872-1944).

Do Hypeness

Em 1895, eles fundaram o estúdio Berg & Høeg em Horten, uma base naval com um estaleiro para a marinha norueguesa, onde fotografaram retratos e vistas da comunidade e arredores e viviam com a venda destas produções. A coleção do Preus Museum, o Museu Nacional de Fotografia da Noruega, possui 440 negativos de vidro da dupla.

O conteúdo da caixa “privada” poderia ser qualquer coisa, qualquer lembrança pessoal desinteressante para o público. Ela revelou, porém, algo muito mais inesperado: Os negativos continham imagens que os dois fotógrafos tiraram um do outro fazendo cross dressing, em sessões onde interpretavam vários ‘papéis’.

Apesar de divertidas, as imagens refletem algumas expectativas (ou a falta de) em relação à liberdade das mulheres. Segundo relata o museu, Marie Høeg, que posa na maioria das fotos, iniciou grupos para lutar pelos direitos das mulheres. As fotografias divulgadas são reproduções digitais das placas de vidro originais.

Veja a seguir as belas imagens feitas há mais de 100 anos, sobre um assunto que, em 2016, não foi tirado da caixa completamente:

ensaio19 ensaio1 ensaio2 ensaio3 ensaio4 ensaio5 ensaio6 ensaio7 ensaio11 ensaio10 ensaio9 ensaio8 ensaio12 ensaio13 ensaio14 ensaio15 ensaio19 ensaio18 ensaio17 ensaio16

Todas as imagens: Cortesia Preus Museum

+ sobre o tema

Colombianas oferecem a lição do dia: si se puede

O histórico de vitórias de seleções sul-americanas contra europeias...

Assassinatos de pessoas trans vítimas do racismo crescem 15%

De 321 mortes de pessoas trans em 2023, quase...

Emoção marca o lançamento do livro ‘Mulheres Negras na primeira pessoa’

A emoção tomou conta do público presente no lançamento...

Club Athletico Paulistano é processado por discriminação sexual

Um dos mais tradicionais clubes de São Paulo recusou...

para lembrar

Michael Sam se torna o primeiro jogador homossexual da NFL

CRISTINA F. PEREDA O jogador do Missouri foi selecionado na...

Nas periferias, nasce um novo feminismo

Com textos poéticos, campanhas e vídeos, grupo de jovens...

É hora de olhos de bem-te-vi e ouvidos de boi manhoso – Por: Fátima Oliveira

São tantas coisas na política nacional que é difícil...

A primeira juíza mulher da NBA e sua história de resistência

“Eu sabia que todo mundo estava esperando que eu...
spot_imgspot_img

Marcha das Mulheres Negras vai às ruas de Salvador nesta quinta (25) por reparação e bem viver

No Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, 25 de julho, Salvador será palco da Marcha das Mulheres Negras por Reparação e Bem...

Kamala Harris pode ser 1ª mulher negra e asiático-americana a liderar chapa; entenda

A vice-presidente Kamala Harris tem o apoio do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para se tornar a próxima candidata presidencial democrata. Caso seja nomeada,...

Alaíde Costa: “Atingi um novo patamar de maturidade artística”

Prestes a completar 89 anos, Alaíde Costa prova que o tempo não é apenas um marcador cronológico, mas um parceiro que anda ao lado moldando e...
-+=